quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Natal Iluminado 2014: primeiras atrações começam a enfeitar a cidade de São Paulo


 
Iluminação da Ponte Orestes Quércia e Fonte Multimídia do Ibirapuera já estão iluminadas, além de quase 80 ruas e praças 
Imagem
Abertura do Natal Iluminado na Catedral da Sé. Foto: José Cordeiro/SPTuris
Imagem
Fonte Multimídia no Parque Ibirapuera. Foto: José Cordeiro/SPTuris

São Paulo, 2 de dezembro de 2014
- A cidade de São Paulo já começou a vivenciar o período do Natal Iluminado 2014, cuja abertura oficial aconteceu no último sábado (29/11), com celebração de um ato ecumênico na Catedral da Sé, realizado em parceria com a Associação Comercial de São Paulo. Além da cerimônia presidida pelo Cardeal Dom Odilo Scherer, houve apresentação da Sinfônica Heliópolis e do Coral da Gente, ambos do Instituto Baccarelli. Em seguida, um espetáculo de som e projeção de imagens na fachada da Catedral atraiu olhares do público que estava no local. Ainda na Sé, nos dias 1 0 e 17 de dezembro (quartas-feiras que antecedem o Natal) a praça vai abrigar um coral natalino. 



No próprio dia da abertura, a primeira atração que já começou a funcionar foi a iluminação da Ponte Governador Orestes Quércia - conhecida como Estaiadinha, na região norte da cidade. Patrocinada pela empresa Tecnolamp, o local ficará enfeitado com dezenas de estrelas de 2 metros revestidas com mangueiras luminosas, todos os dias, das 19h às 5h.   



Já no domingo (30), outra ação realizada com a iniciativa privada deixou a capital paulista ainda mais bonita durante as noites. A Rua Oscar Freire, famosa pelas lojas de grifes e outros produtos de luxo, foi iluminada pela Reud Brazil. O trecho da via que fica entre a Rua Melo Alves e a Alameda Casa Branca tem 110 copas de árvores naturais iluminadas com cerca de 800 "pingos" de luz.



E ontem, 1º de dezembro, o lago do Parque Ibirapuera deu início ao projeto da Fonte Multimídia, realizado desde 2004 e patrocinado este ano pelo Pão de Açúcar e a Avon. No local, acontece a projeção de imagens acompanhada de músicas em uma coreografia nas "águas dançantes" da fonte. Serão duas apresentações diárias, a primeira às 20h30 e a outra às 21h, com duração de 30 minutos cada. Oficialmente, a abertura acontece no dia 6, com um coral natalino. Além do espetáculo da Fonte Multimídia, 200 árvores no entorno do lago do Ibirapuera estão decoradas com aproximadamente um milhão de lâmpadas e 200 flashes de LED, deixando todo o espaço em clima natalino.



Nas ruas da cidade, o público já pode apreciar a decoração em cerca de 80 locais espalhados por todas as regiões. A instalação da iluminação será feita em mais de 2,5 mil árvores, entre naturais e de LED, totalizando sete milhões de lâmpadas - um milhão a mais do que em 2013. Essa quantidade é para iluminação de árvores naturais em ruas, praças e avenidas, como Vale do Anhangabaú, Praça João Mendes, Av São Luis, Av. 23 de Maio, Praça da Sé, Clube Tietê, Praça Roosevelt, Largo do Cambuci, Praça Campo de Bagatelle, Av. Pompéia, Av. Rebouças, Av. Dr. Arnaldo, Largo São Francisco, Largo do Paissandu, Rua Gen. Osório X Av. São João, Av Nove de Julho, Av. Brás Leme, Rua Vergueiro, Largo da Matriz, Av. Sumaré, Largo da Vila Prudente, Rua Oscar Freire e muitas outras. Já as árvores de LED terão 3,8 metros de altura e estarão em locais como Vale do Anhangabaú, Av. 23 de Maio, Radial Leste, Largo da Batata e outros.
Todas as atrações vão funcionar, como pede a tradição, até o dia 6 de janeiro (Dia de Reis).

Próximas inaugurações
No final desta semana, outros projetos começarão a funcionar. Confira abaixo o cronograma:
Sábado, 6 de dezembro:
Papai Noel de Bike: boneco de 9 metros de altura com uma bicicleta no Viaduto do Chá, em frente ao prédio da Prefeitura de São Paulo.
Abertura oficial da Fonte Multimídia do Ibirapuera, com apresentação de coral natalino composto por 24 vozes femininas. Será realizado na parte interna do lago do Ibirapuera, às 19 horas.
Domingo, 7 de dezembro:
Palco de Natal da Avenida Paulista, iluminação do Parque Trianon e guirlandas nos postes da avenida, montados com patrocínio da Sadia.
Segunda-feira, 8 de dezembro:
Iluminação da Ponte Octávio Frias de Oliveira - Ponte Estaiada - com patrocínio da Vivo.
Sábado, 13 de dezembro:
Inauguração da Árvore do Ibirapuera, ação realizada pela Prefeitura de São Paulo.
Trenó do Papai Noel na Ciclofaixa de Lazer especial de Natal, que funcionará também dia 14 e no fim de semana seguinte, 20 e 21, com apoio da Bradesco Seguros.
A programação completa e detalhada do Natal Iluminado 2014 já pode ser conferida no site oficial: www.cidadedesaopaulo.com/natal.

Museu Afro Brasil leva exposição fotográfica a Diadema


O Museu Afro Brasil, instituição da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, em parceria com o Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) e a Prefeitura de Diadema, leva a exposição itinerante “Pérolas Negras”, do fotógrafo Miro,ao Museu de Arte Popular, no município. Com abertura em 4 de dezembro, às 18h,a mostra retrata pessoas comuns, a exemplo de imigrantes angolanos, e artistas afro-brasileiros, como Zózimo Bulbul, Zezé Motta, Haroldo Costa, Luiz Melodia e Milton Gonçalves, e outras personalidades. O encerramento está previsto para o dia 18 de janeiro de 2014. A entrada é gratuita.


Miro é um dos mais importantes fotógrafos de moda e publicidade no Brasil. Composta por 30 retratos, a exposição foi levada pela primeira vez ao público em novembro de 2012, no Museu Afro Brasil.
“Miro foi obsessivo, até encontrar a riqueza cromática, pela qual a obra ganha um tom uníssono, quase musical”, afirma Emanoel Araujo, diretor curatorial do Museu Afro Brasil. “Ele buscou também encontrar os personagens anônimos ou conhecidos, com os quais pudesse expressar um sentimento de universalidade, e ainda construiu uma cenografia e os adereços, criou as joias para expressar essa fantasia barroca e expressionista de planos, de transparências e de luzes”, acrescenta.


A exposição integra o “Projeto Itinerâncias”, do Sistema Estadual de Museus, da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. O SISEM-SP promove, ainda, programas de formação, capacitação e aperfeiçoamento técnico de profissionais, além de convênios entre os museus do Estado e instituições nacionais e internacionais, com o objetivo de aprimorar e valorizar as próprias instituições e seus acervos.


Sistema Estadual de Museus
O Sistema Estadual de Museus (SISEM-SP) congrega e articula os museus do Estado de São Paulo, com o objetivo de promover a qualificação e o fortalecimento institucional em favor da preservação, pesquisa e difusão do acervo museológico paulista. Em mapeamento realizado em 2010, foram listadas 415 instituições museológicas, públicas e privadas, em 190 municípios paulistas. O SISEM-SP se estrutura em torno das premissas de parceria e responsabilidade compartilhada, em que as ações previstas para cada região são concebidas levando-se em conta o contexto, as demandas e as potencialidades locais. É coordenado pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo (UPPM/SEC), tendo como instância organizacional o Grupo Técnico de Coordenação do Sistema Estadual de Museus (GTC SISEM-SP). Para saber mais acesse: www.sisemsp.org.br


Museu Afro Brasil
O Museu Afro Brasil, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, é um espaço de preservação e celebração da cultura, memória e da história do Brasil na perspectiva negro-africana, assim como de difusão das artes clássicas e contemporâneas, populares e eruditas, nacionais e internacionais. Localizado no Parque Ibirapuera, em São Paulo, possui um acervo de mais de 5 mil obras – grande parte doada pelo artista plástico, curador e atual diretor curador do museu, Emanoel Araújo. Com um sistema de visitação gratuito para todas as exposições e atividades, o museu ainda conta com um Núcleo de Educação para receber visitas pré-agendadas e manter o programa “Singular Plural: Educação Inclusiva e Acessibilidade”, que atende exclusivamente pessoas com necessidades especiais. Para saber mais acesse: www.museuafrobrasil.org.br




Serviço:Exposição “Pérolas Negras”Abertura: 4/12/2014; às 18h
Período: de 4/12/2014 a 18/1/2015
Local: Museu de Arte Popular/Centro Cultural de Diadema (Rua Graciosa, nº 300, no Centro – Diadema/SP)
Horário: de terça à sexta-feira, das 10h às 18h; sábado das 13h às 18h
Entrada: gratuita

Exposição Casas do Brasil - Barraca Cigana

Itinerância "Casas do Brasil - Barraca Cigana" apresenta o dia a dia do universo cigano em São Pedro
Imagem
Visitação: 11 de dezembro a 1 de fevereiro
Museu Gustavo Teixeira - Centro - São Pedro/SP

A partir de 11 de dezembro, a cidade de São Pedro receberá um recorte da exposição Casas do Brasil - Barraca Cigana, quarta edição do projeto que propõe a formação de um inventário sobre a diversidade do morar no país, realizado pelo Museu da Casa Brasileira (MCB), instituição da Secretaria de Estado da Cultura. A itinerância no Museu Gustavo Teixeira acontece a partir da parceria entre o MCB e o SISEM-SP (Sistema Estadual de Museus), por meio da qual são levados a cidades paulistas conteúdos importantes já mostrados anteriormente no espaço expositivo do museu.

Barraca Cigana traz fotografias da pesquisadora Luciana Sampaio, que registrou o dia a dia de acampamentos dos ciganos Calon na periferia e interior de São Paulo durante mais de uma década. Em outubro de 1997, no Largo 13 de Maio, bairro de Santo Amaro em São Paulo, Luciana viu pela primeira vez um grupo de ciganas lendo a sorte na rua. "Sempre ouvi falar que eram bruxas malvadas, mas, a partir daquele momento, as cores dos seus vestidos passaram a ser um dos elementos que mais me atraíam, e que me levaram a conviver por quase 15 anos com famílias de ciganos Calon, espalhados pelo Estado de São Paulo", relata.

Desde então, a fotógrafa documenta o modo de vida desconhecido destes brasileiros, sempre se questionando sobre como conseguiram manter praticamente intactos, por tantos séculos, língua, vestimentas, organização familiar, habitação, meios de sobrevivência e tantos outros valores. Em 2007, passou da documentação fotográfica para a produção de vídeos em que, além das atividades cotidianas, registrou também entrevistas. O trabalho resultou em um extenso arquivo documental que será, em parte, exibido na mostra. Complementam a exposição, textos da antropóloga Florencia Ferrari.

Os ciganos retratados na exposição são da etnia Calon, falam o dialeto Chibi, e atualmente vivem em cidades do estado de São Paulo em acampamentos espalhados por seis cidades: Jaboticabal, Pitangueiras, Guariba, Ribeirão Preto, Rio Preto e São Paulo.

Sobre Casas do Brasil
Realizado desde 2006, o projeto Casas do Brasil, com cinco edições já realizadas, procura mapear as diversas tipologias de habitações brasileiras com o objetivo de formar um inventário sobre a diversidade do morar no país. Já foram tema do projeto em exposições no Museu da Casa Brasileira, entre outros, a "Casa Xinguana" (2008) e a "Habitação ribeirinha na Amazônia" (2013). "Barraca Cigana" (2012) é o quarto volume da série.

Sobre o Sistema Estadual de Museus
O SISEM-SP reúne e articula todos os museus do Estado buscando promover o desenvolvimento e fortalecimento institucional. É coordenado pela Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (UPPM) da Secretaria de Estado da Cultura e atualmente engloba cerca de 415 instituições, públicas e privadas, de 190 municípios. Entre as principais ações do SISEM, está a realização de exposições itinerantes e de estudos detalhados sobre cada museu e cidades onde estão localizados. O SISEM promove, ainda, programas de formação, capacitação e aperfeiçoamento técnico de profissionais, além de convênios entre os museus do Estado e instituições nacionais e internacionais, com o objetivo de aprimorar e valorizar as próprias instituições e seus acervos. Para saber mais acesse: www.sisemsp.org.br

Sobre o Museu da Casa Brasileira
O Museu da Casa Brasileira se dedica às questões da cultura material da casa brasileira. É o único do país especializado em design e arquitetura, tendo se tornado uma referência nacional e internacional nesses temas. Dentre suas inúmeras iniciativas, destacam-se o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, realizado desde 1986, e o projeto Casas do Brasil, que promove um inventário sobre as diferentes tipologias de morar no país.


SERVIÇO
Casas do Brasil - Barraca Cigana
Visitação: 11 de dezembro de 2014 a 1 de fevereiro de 2015
Terça a sexta-feira, das 9h às 17h
Sábados, das 9h às 15h
Domingos e feriados, das 9h às 13h

Local: Museu Gustavo Teixeira - (19) 3483-1476
Rua Joaquim Teixeira de Toledo, 524 - Centro - São Pedro

Realização: MCB e SISEM
Apoio: Prefeitura de São Pedro e Museu Gustavo Teixeira

Museu da Casa Brasileira
Horário de funcionamento: de terça a domingo das 10h às 18h
Endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705 - Jardim Paulistano (11 3032-3727)

Acesso a pessoas com deficiência / Bicicletário com 40 vagas
Estacionamento pago no local

Visitas orientadas: (11) 3026.3913 / agendamento@mcb.org.br
www.mcb.org.b