domingo, 31 de agosto de 2014

Setembro no TUCA


 
O mês de setembro começa com os mais diversos vários gêneros no Tuca. Vai ter drama, comédia, música, dança e a magia do universo infantil.
 
 

 COMÉDIA MUSICAL
 
“Lets Duet – Homenagem a Malitchewsky”
estreia no dia 3 de setembro no teatro Tucarena
Comédia musical interpretada por Daniel Tauszig e Leonardo Padovani
 permanece em cartaz todas as quartas-feiras até o dia 26 de novembro

Estreia no próximo dia 03 de setembro, no Tucarena, o espetáculo teatral que mistura música e humor. Dirigida por Gustavo Miranda, “Let´s Duet - Homenagem a Malitchewsky" será apresentada durante todas as quartas-feiras dentre os meses de setembro a novembro, sempre às 21h. Os ingressos custam R$ 40,00 (meia R$ 20,00) e começam a ser vendidos no dia 19 de agosto, na bilheteria do Tucarena (Rua Monte Alegre, 1024) ou pelo sistema de venda de ingressos: Ingresso Rápido.
Criar um espetáculo onde música e humor se misturam já era um sonho antigo de Daniel Tauszig e Leonardo Padovani. Trabalhando juntos há aproximadamente seis anos, os dois músicos criaram uma grande parceria, tocando em diversos lugares e situações. Em muitas delas, como todo artista, a dupla precisava usar a criatividade para contornar problemas que surgiam, como questões técnicas, ou pedidos inusitados para tocar músicas POP no estilo erudito. Esses momentos, cotidianos de um músico, foram a grande fonte de inspiração para a criação de um embrião do espetáculo “Let’s Duet – Homenagem a Malitchewsky”. Por terem uma influência da música erudita e POP, Tauszig e Padovani perceberam que poderiam brincar com essas linguagens.
A peça é uma homenagem ao ilustre maestro Dobromier Malitchewsky, que faleceu recentemente em um misterioso assassinato. Interpretando obras originais de Malitchewsky e outros sucessos da música mundial, Let´s Duet é um espetáculo para ver, ouvir e rir. 
“Let’s Duet – Homenagem a Malitchewsky” esteve recentemente numa temporada de dois meses no ‘Espaço dos Parlapatões’ e o grande sucesso gerou o convite para que uma nova temporada fosse realizada, agora no teatro Tucarena

CONCEPÇÃO ARTÍSTICA DA PEÇA:

O sarcasmo e a paródia: a peça claramente brinca com elementos sarcásticos nos textos do narrador, assim como na letra das músicas. As paródias musicais aparecem como outro tipo de sarcasmo, já que dentro do universo do Let´s Duet tudo é absolutamente “sério”. Os personagens não pretendem de jeito nenhum serem engraçados, mas suas ações fazem à plateia rir. 
Humor negro: as cinzas do maestro homenageado no palco logo são jogadas no meio de uma dança e uma música contemporânea sem sentido; as mãos cheias de sangue dos músicos; a loucura de Padovani disparando sua arma sem controle; a interação do narrador com a plateia insultando-a; as composições patéticas de Malitchewsky, etc. São apenas alguns exemplos de como este espetáculo ri da morte, dos próprios músicos e até do público.  
O palhaço branco: Tauszig e Padovani são dois músicos inexpressivos que conseguem expressar tudo o que a plateia precisa para rir e entender dentro do que se passa na peça. Essa transformação se deve ao conceito de “palhaço branco”, uma das linguagens com que trabalha o diretor Gustavo Miranda, deram vida a estes personagens fantásticos e engraçados. O personagem do mordomo, terceiro ator em cena, que na verdade é o “gerente” da peça, reflete bem essa linguagem: ao mesmo tempo em que ele tem a atribuição de servir, ele também ordena absolutamente tudo que se passa no espetáculo. Ao mesmo tempo a estratégia funciona para as transições entre os números musicais. É por isto que o trabalho de palhaço branco foi muito importante na criação e montagem da peça.
O paradoxo: a dramaturgia está sustentada em situações que parecem não ter sentido. Como por exemplo, o fato de dois assassinos fazerem uma homenagem para sua própria vítima morta e exposta como se estivesse assistindo o resumo da sua vida. A própria vida do homenageado, Malitchewsky, contada durante o espetáculo está cheia de contradições, pois o maestro passou de um músico clássico e erudito para um compositor pop e romântico somente por ter se apaixonado por uma mulher que não lhe correspondeu.  

PERFIL:

Leonardo Padovani - Iniciou seus estudos musicais aos nove anos de idade, com Paulo Rodrigues pelo período de um ano e prosseguiu seus estudos de forma autodidata. Integrou a orquestra de câmara Filarmonia, dirigida pelo maestro e compositor Paulo Maron, durante cinco anos. Em 2002 iniciou o curso de graduação Bacharelado em violino na Universidade de SP (USP). De 2003 a 2007 foi o primeiro violino da Orquestra típica de tango De Puro Guapos, que representou o Brasil no festival internacional de tango em Justo Daract na Argentina. Desde 2005 é violinista, cantor e ator no grupo Santa Gente que atua no mercado empresarial. Em Setembro de 2008 estreou no auditório do Masp, o Duo Calavento com o violonista Diogo Carvalho. Realiza gravações de comerciais, jingles e trilhas em parceria com estúdios como: o premiado Voicez, Comando S, Ludwig Van, Menina, Cabaret Estudio, Dínamo filmes e Bang Filmes onde atuou na trilha do longa-metragem “Embarque imediato”. Realiza gravações e shows acompanhando outros artistas, como o cantor Cláudio Lacerda. Faz parte também do Grupo Azdi, que desenvolve uma pesquisa da música Klezmer, Idishe e Cigana.

Daniel Tauszig - Pianista, acordeonista, compositor e arranjador, formado em Composição e Regência pela Unesp - Instituto de Artes de São Paulo e em Publicidade e Propaganda pela Universidade Anhembi-Morumbi. É produtor de trilhas sonoras originais para publicidade, TV, teatro e cinema. Trabalhou como maestro no estúdio Cabaret, criando trilhas e jingles para agências como DM9, ALMAP, Y&R, GREY, LEO BURNET, entre outras. Atualmente produz seus próprios trabalhos pela produtora Ecco Estudio. Além disso participa como músico improvisador nos espetáculos “Improvável”, criado, produzido e encenado pelos atores Elidio Sanna, Daniel Nascimento e Anderson Bizochi da Cia. Barbixas de Humor e “Noites de Improviso”, com os atores Marcio Ballas, Marco Gonçalves e Guilherme Tomé. É também integrante do grupo de teatro Tela Viva que desde 1995 vem se apresentando em diversos teatros e do Grupo Azdi, onde desenvolve um trabalho de pesquisa da música Idish, Klezmer e Ladina. Dentre seus trabalhos destacam-se as montagens teatrais “As Viúvas” – (Grupo Tapa) Dir. Sandra Corveloni e Eduardo Tolentino e “O Inspetor Geral” – Dir. Dan Stulbach e Fabio Herford; os curta-metragens “Outside of The Window” (EUA/2004) Dir. Allan Fiterman e “Escalada” – (BRASIL/2012) Dir. Paulo Muppet; e os longa-metragens “Living the Dream” (EUA/2004) e “Embarque Imediato” (BR/2009) – ambos dirigidos por Allan Fiterman.

Gustavo Miranda Ángel - Ator e improvisador colombiano, formado em Arte Dramática e Mestrado em Dramaturgia e Direção pela Universidade de Antioquia, onde recebeu o título de Menção Honrosa pela sua investigação sobre Dramaturgia Compartilhada em 2012. Fundador da companhia Acción Impro, uma das mais antigas no Teatro de Improvisação na América Latina. É treinador da Cia Barbixas de Humor e professor nos cursos de Iniciados e Montagem na escola Casa do Humor, em São Paulo.
Atualmente ministra oficinas de teatro e improvisação em Medellín, Bogotá, México DF, Madrid, Guayaquil, Buenos Aires, Santiago, Montevidéu, São Paulo, Belo Horizonte, Blumenau, Curitiba, Aracajú e Rio de Janeiro. Sua dramaturgia escrita tem dado frutos em diversas montagens teatrais, duas delas atualmente em cartaz na Colômbia. Tem feito também a dramaturgia compartilhada para dois espetáculos no Brasil: Passageiros (Cia. Jogando No Quintal) e Confesso (Cia. Protótipo). Atualmente dirige a peça de teatro e música Let ́s Duet, em cartaz em São Paulo.

Adonis Comelato - Ator, diretor, roteirista e dramaturgo do grupo Olaria GB, com o qual já realizou mais de 5 espetáculos. Atualmente, além dos projetos desenvolvidos com a Olaria GB, também é parte do elenco fixo em diversos espetáculos da trupe Parlapatões. Realizou cursos regulares e oficinas ligados a pesquisa de teatro e comédia com Nereu Afonso da Silva, Lana Sultani, Márcio Ballas, Marco Gonçalves, Hugo Possolo e Claudinei Brandão.
Foi produtor criativo do programa "É Tudo Improviso", (Bandeirantes), e roteirista dos programas "Saturday Night Live Brasil" (RedeTV), "Mundo Canibal"(Multishow) e "Irritando Fernanda Young" (GNT).

Local: Tucarena - Rua Monte Alegre 1024 - Perdizes
Período: de 03/09 a 26/11 (Todas as quartas-feiras, exceto 24/9 e 12/11).
Horário: às 21h00
Duração: 70 minutos
Classificação: 16 anos
Ingresso: R$ 40,00

FICHA TÉCNICA:
Let´s Duet: Daniel Tauszig e Leonardo Padovani
Direção Geral: Gustavo Miranda
Roteiro: Adonis Comelato
Intérpretes: Gustavo Miranda, Daniel Tauszig e Leonardo Padovani
Dramaturgia: Adonis Comelato, Daniel Tauszig, Gustavo Miranda
Sonorização: Felipe Malta
Iluminação: Lica Barros
Figurino: Elisa Rossin
Cenário: Maurilio Diaz
Criação da arte: Adonis Comelato
Desenho na arte: Svetlana Zvinite
Produção executiva: Mya Pacioni
Diretor de produção: Joca Paciello
Maquiagem: Rachel Ramos
Cabelo: Svetlana Zvinite
Letra de “Menos pra mim”: Anderson Bizzocchi e Let´s Duet
Letra de “Mistérios”: Adonis Comelato e Let´s Duet
Música original e arranjos: Let´s Duet
 
PALCO PRINCIPAL

 “ANTES DE MAIS NADA” ESTREIA NO TUCA DIA 6 DE SETEMBRO
Fulvio Stefanini, Roney Facchini, Chris Couto e Karin Rodrigues protagonizam espetáculo
de Flavio Cafiero com direção de Zé Henrique de Paula e produção de Germano Soares Baía

 “A vida mal se converte em memória e já começa a se degradar. Aí começa a ficção”. Em meio a frases como esta que Alfredo, personagem vivido pelo ator Fúlvio Stefanini (que neste ano completa 60 anos de carreira), dará o pontapé inicial em ANTES DE MAIS NADA, espetáculo teatral que estreia em 6 de setembro de 2014 no TUCA, o teatro da PUC, um dos mais queridos palcos paulistanos. A atmosfera mítica e afetuosa do TUCA combina perfeitamente com a curta saga de Alfredo, homem que começa a se embrenhar nos caminhos da velhice e que precisa se despedir - depois de 30 anos de afastamento - de seu melhor amigo Bernardo, conhecido ator que acaba de morrer. Em um intervalo de menos de 24 horas, Alfredo se prepara para a despedida, enquanto administra o cotidiano junto à filha, que começa a traçar um caminho de frustrações semelhante ao do pai, e à vizinha de porta, interessada no punhado de luz que será lançado sobre a família. Além disso, em um misto de devaneio e lembranças do passado, Alfredo receberá a inusitada visita do próprio amigo, com quem desenterrará histórias cheias de humor e melancolia. A peça, entre outras questões, propõe uma reflexão bem humorada sobre temas como felicidade, ritos de passagem, memória e o universo do teatro e da televisão.
Alternando situações de drama e de comédia, ANTES DE MAIS NADA conta ainda com os talentos de Roney Facchini (indicado aos prêmios Shell e APCA de melhor ator no primeiro semestre de 2014 com a peça “Ou Você Poderia Me Beijar”), no papel de Bernardo, e de Chris Couto no papel da filha Mariângela. O elenco conta também com a luxuosa participação de Karin Rodrigues (comemorando 50 anos de carreira) como a divertida e sinistra vizinha da família. Ao lado de Fulvio, os três prometem arrancar da plateia uma sequência de suspiros e risadas.
O espetáculo traz a assinatura de Zé Henrique de Paula na direção (“Cândida” e “Ou você poderia me beijar”). Em uma parceria inédita, a Mais Palcos Projetos Culturais, produtora de Germano Soares Baía (“Variações Enigmáticas” e “O Avarento”), traz a equipe do Núcleo Experimental de Zé Henrique para o processo de criação. Desta forma, a experiência de Germano com grandes produções se alia à consistência artística do Núcleo Experimental de Zé Henrique, uma companhia com mais de 10 anos de estrada com forte viés de pesquisa de novas linguagens, e que traz no repertório uma mescla de textos clássicos com criações de novos autores.
Em ANTES DE MAIS NADA, mais uma vez Zé Henrique se debruça sobre o texto de um novo dramaturgo. O escritor Flavio Cafiero, 42, autor do livro “O frio aqui fora”, editado em 2013 pela Cosac Naify, e também roteirista de cinema e TV, tem no espetáculo sua primeira experiência profissional em dramaturgia para teatro. O autor, um dos vencedores do Prêmio Off-Flip de literatura 2013, participa ativamente do processo de criação e montagem da peça, junto com elenco e equipe técnica,enquanto se prepara para o lançamento de seu segundo livro no fim do ano, também pela Cosac Naify.
Com figurinos e cenografia também assinados por Zé Henrique de Paula, iluminação de Fran Barros, trilha sonora de Fernanda Maia e coprodução de Mario Silvio, ANTES DE MAIS NADA estreia no dia 6 de setembro de 2014, às 21:30, no TUCA, com a promessa de conduzir o espectador numa delicada e nostálgica história de uma grande amizade, que sobrevive ao tempo, aos descaminhos da vida e, em última instância, à própria morte.

Local: Tuca - Rua Monte Alegre 1024 - Perdizes
Classificação: 12 anos
Horários: sextas e sábados 21h30 / domingo 19h
Duração: 80 minutos
Ingressos: sexta R$ 60 / sábado R$ 80 / domingo R$ 70

FICHA-TÉCNICA
Autor: Flavio Cafiero
Diretor: Zé Henrique de Paula
Com: Fulvio Stefanini, Roney Facchini e Chris Couto
Atriz convidada: Karin Rodrigues
Cenografia e figurinos: Zé Henrique de Paula
Iluminador: Fran Barros
Trilha original composta: Fernanda Maia
Assistente de direção: Herbert Bianchi
Preparação de atores: Inês Aranha
Assistente de cenografia: Bruno Anselmo
Assistente de figurinos: Cy Teixeira
Assistente de produção: Lucas Oranmian
Assessoria de Imprensa: Coletiva Comunicação
Fotos: João Caldas e Priscila Prade
Programação Visual: BUM MUB
Leis de Incentivo: Sodila Projetos Culturais
Gerência de Comunicação: Chantal Goldfinger
Coprodução: Mário Silvio
Produtor: Germano Soares Baía
Realização: Mais Palcos Projetos Culturais

 
INFANTIL

PETER PAN E WENDY

Estreia no dia 6/9, no Tucarena, o espetáculo infantil inspirado na obra Peter Pan e Wendy, do escritor escocês James Matthew Barrie (1860-1937). No palco as atrizes do Le Plat du Jour transformaram  esse conto moderno em uma história atual, em montagem dinâmica, imagética e principalmente cheia de humor.  “Nossa intenção é lidar com o lúdico, o prazer e o conceito de derrisão, estabelecendo desta forma uma das principais características do nosso trabalho: a liberdade na desconstrução daquilo que é pré-concebido”, explicam Alexandra Golik e Carla  Candiotto.
Peter Pan e Wendy estreou em 2007 e, assim como em suas montagens anteriores, Chapeuzinho Vermelho, Os Três Porquinhos e João e Maria, as atrizes propõem um jogo teatral entre duas palhaças com o olhar irreverente da Cia Le Plat du Jour.
Duas atrizes interpretam Peter Pan e Wendy, respectivamente, além de se revezarem em vários outros personagens do Capitão Gancho à cachorra Nana, passando pela fada Sininho, às sereias da Terra do Nunca, de Miguel, irmãozinho de Wendy, ao cacique da tribo “Piaçaba”, sempre com soluções originais e muita criatividade. Com muito troca-troca de figurinos, entradas e saídas do palco feitas por portas giratórias no cenário, o elemento que mais prende a atenção da garotada é a capacidade da dupla de instigar a imaginação infantil. Cenário, figurinos e adereços assumem múltiplas funções, como a cama de Wendy, que se transforma em nuvem, em casa e até no navio do Capitão Gancho.

Local: Tucarena - Rua Monte Alegre 1024 - Perdizes
Classificação: Recomendado para crianças a partir de 04 anos
Horários: sábado e domingo às 16h
Duração: 60 minutos
Ingressos: R$ 30
 
FICHA-TÉCNICA

Criação                                                Le Plat Du Jour
Texto                                                   Le Plat du Jour - Adaptação livre do Livro Peter Pan e Wendy, de J.M. Barrie
Direção                                                Pedro Pires
Elenco                                                  Cynthia Falabella e Antoniela Canto e Alexandra Golik e Carla Candiotto
Cenografia                                         Luciana Bueno
Figurinos                                             Olintho Malaquias
Desenho de luz                                Miló Martins
Trilha Original                                    Guga Bernardo
Supervisão Musical                        Marco Boaventura
Produtora de som                          Trilha Original Estudio
Consultoria Circense                      Rodrigo Matheus
Adereços                                            Ivaldo Melo
Assistência de figurinos                Bruna Fuscaldo
Contrarregra                            Breno Beghini
Produção                                            Andréa Marques
Direção de produção                     Le Plat Du Jour
Realização                                          Le Plat du Jour

 
DANÇA
 
NOVO ESPETÁCULO DO PROJETO CHEGA DE SAUDADE ESTREIA NO TEATRO TUCA DIA 9/9

Após o sucesso de crítica e bilheteria com os espetáculos CARRETEL E GRÃO, o bailarino e coreógrafo Rubens Oliveira e o jornalista e psicanalista Sergio Ignacio apresentam sua nova concepção, que estreia em setembro no Teatro TUCA.
O tema surgiu da ideia de estimular e resgatar símbolos e significados que permeiam a rotina do homem, especialmente na relação do deslocamento em centros urbanos e nas emoções que ficam registradas na mente e o reflexo no corpo. Neste sentido, CORREM AS CIDADES NOS QUATRO CANTOS DO MUNDO apresenta o meio-fio das ruas e avenidas como o “guia” interno
que conduz o homem no dia a dia nos centros urbanos.
A ideia central é que os meios-fios estão em toda parte, guardando nossos movimentos e servindo como anteparos às nossas fragilidades. Habitam os mundos externo e interno e nos conduzem por entre a impulsividade de nossas emoções e valores de uma vida des - organizada.
Uns tomam-no como guia e esperam ser conduzidos pelo mundo do equilíbrio e da serenidade. Outros elegem o "flutuar" entre os dois polos, oscilando a sua própria organização. O mundo, vertical e organizado ao nosso redor, iluminado pelos semáforos, impõe a pseudodemocracia das filas, das catracas, do modus operandi de nossa sociedade que defende nos assegurar direitos e deveres. São tentativas desesperadas – e bem sucedidas – de ordem e racionalidade.
As coreografias demonstrarão os sentimentos de um indivíduo que vive nas cidades e sempre em transformação. “Quando pensamos no homem que vive na cidade, acreditamos que eles têm a oportunidade de também serem transformados, por meio da observação do caos, da busca pela tranquilidade, do trabalho, da interação com os outros e do resultado de suas experiências”, afirma Sergio Ignacio, co-diretor do espetáculo.
Outra característica marcante da montagem é a verossimilhança. O objetivo é criar no público um reconhecimento com o que é visto no palco. “Exploramos o conceito de corpos urbanos, assim como fizemos em Carretel e Grão. Os bailarinos são pessoas comuns, altos, baixos, pessoas acima ou abaixo do peso ideal, de diferentes características físicas e sociais, que, através de cada gesto, expressam sua própria história de vida. O resultado desta experiência faz com que a plateia se identifique com a mensagem e com os dançarinos”, destaca Rubens Oliveira, que divide a co direção e concepção do espetáculo.
O elenco é formado por 50 pessoas, entre 19 e 53 anos, com histórias e corpos únicos. Os idealizadores Rubens Oliveira e Sergio Ignacio participaram de criações e intervenções do coreógrafo Ivaldo Bertazzo e foram influenciados por seu projeto "Cidadão Dançante", iniciativa que levava ao palco pessoas de diferentes profissões.
O público poderá conferir e se identificar com os bailarinos, personagens comuns, de estatura e peso diferentes, mas com a mesma essência: o indivíduo do dia a dia.
O espetáculo tem apoio cultural da São Paulo Escola de Teatro. O cenário tem o desenho de Zarella Neto e Willian Junior e o figurino fica por conta de Joana Porto.

Os diretores
RUBENS OLIVEIRA - Bailarino, Coreógrafo e Educador. Foi integrante da Cia. Teatro Dança Ivaldo Bertazzo por oito anos. Atualmente é diretor do grupo Gumboot Dance Brasil, do Núcleo Pélagos e integrante da Antonio Nobrega Cia. de Dança.
Após seis espetáculos na Cia. Teatro Dança, Rubens profissionalizou-se e hoje dirige o Núcleo Pélagos na ONG Arrastão (da qual foi aluno), e o grupo Gumboot Dance Brasil. Com os espetáculos Carretel e Grão , Rubens endossa, mais uma vez, seu papel profissional atrelado ao seu compromisso com a transformação social pela arte.
SERGIO IGNACIO - Jornalista e Psicanalista, membro da Sociedade Paulista de Psicanálise e sócio-diretor da XComunicação. Atua também como roteirista, tendo concebido a série ”Índia, uma Viagem Espiritual” (TV Globo), em 2006, e a peça “Doze”, para o Teatro, apresentada no Grande Auditório do MASP, em maio de 2012, com direção de Clarice Abujamra. Em novembro do mesmo ano estreou Carretel e, em setembro de 2013,concebeu e co-dirigiu Grão.

Local: Tuca - Rua Monte Alegre 1024 - Perdizes
Classificação: Livre
Horários: 21h
Duração: 60 minutos
Ingressos: R$ 30
 ____________________________________________________________________________

SERVIÇO


Teatro TUCA
Sala principal: 672 pessoas
Tucarena: 172 pessoas
Endereço: Monte Alegre, 1024 - Perdizes – São Paulo
Fone: (11) 3670-8455
Estacionamento: R$ 12 (Rua Monte Alegre, 835)
Horários: sextas e sábados 21h30 / domingo 19h
Pontos de venda: bilheteria do Tuca
(terça a domingo 14h às 19h / domingo 14h às 18h)
Informações: www.teatrotuca.com.br

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA PROMOVE II SEMINÁRIO DE CARNAVAL DE RUA



Secretaria Municipal de Cultura promove II Seminário de Carnaval de Rua
Evento dá o pontapé inicial aos preparativos para o Carnaval de Rua de 2015. Diversos assuntos serão abordados ao longo de três dias de mesas temáticas: políticas públicas para o Carnaval, sua dimensão cultural, balanço do primeiro ano do evento com apoio da Prefeitura de São Paulo, entre outros
Os preparativos para o Carnaval de Rua de São Paulo já começaram. Na próxima semana, entre 2 e 4 de setembro, a Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de São Paulo realiza o II Seminário de Carnaval de Rua. O evento será realizado no Centro Cultural de São Paulo, na Rua Vergueiro, nº 1000, na Sala Jardel Filho.

Em sua segunda edição, o evento reforça o caráter de fórum aberto para a construção compartilhada da política pública para o evento.

Nos três dias de seminário, a Secretaria de Cultura, coordenadora do Grupo de Trabalho Intersecretarial, media o diálogo entre blocos, associações de moradores, conselhos municipais de segurança, empresas e órgãos públicos. Além disso, recebe a apresentação de experiências e casos exemplares de gestão dos grandes carnavais de rua em outras cidades brasileiras, como São Luis do Paraitinga, no interior de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Recife e também do exterior, como Cherice Harrison, organizadora do renomado Mardi Gras, o carnaval de Nova Orleans, EUA, além de representantes de Barranquilla, na Colômbia e da ilha de Barbados, na América Central.

Por meio de palestras e mesas redondas serão discutidos temas como as dimensões culturais do evento, as relações da festa com a comunidade, territorialidade e gestão e os negócios do Carnaval. O Balanço do Carnaval de Rua de 2014 contará com a presença do prefeito Fernando Haddad, o Secretário Municipal da Cultura, Juca Ferreira, e o Secretário Municipal de Turismo do Rio de Janeiro, Pedro, entre outras autoridades do Carnaval brasileiro, e da área de turismo do país.

Confira a programação completa:

DIA 04/09

Mesa 01
Abertura

POLÍTICAS PÚBLICAS PARA CARNAVAL DE RUA: PANORAMA NACIONAL

14:00 às 16:00


Analisa as diretrizes do governo para a organização do Carnaval de Rua, agora reconhecido e em expansão, recebe atenção especial no calendário de comemorações da cidade de São Paulo.

Com a intensa participação de blocos de rua, e em contrapartida, o apoio da Prefeitura, a mesa trás à tona discussões a cerca do fomento e planejamento, analisando as diretrizes do governo para a organização das comemorações e viabilidade das políticas do evento, de forma que o direito de todas as partes envolvidas - foliões, artistas, produtores culturais e governos - sejam preservados.

A mesa conta com fortes representantes de metrópoles entusiastas do Carnaval de Rua: Rio de Janeiro, São Paulo e Recife.

Convidados
Juca Ferreira - Secretário Municipal de Cultura de São Paulo (SP)
Wilson Poit - Diretor-presidente da São Paulo Negócios e Presidente da SPTuris (SP)
Mauro Werkema - Presidente da Belotur (Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte - MG)
Guilherme Belintani - Secretário de Desenvolvimento, Cultura e Turismo de Salvador (BA)
Benedito Braga - Chefe de Gabinete da Secretaria de Turismo da Bahia (BA)
Leda Alves - Secretária de Cultura de Recife (PE)

Mesa 02
O Maior Espetáculo da Terra

DIMENSÃO CULTURAL DO CARNAVAL

16:30 às 18:00


A história e importância cultural do Carnaval de Rua são discutidas e celebradas, refletindo a identidade popular como espelho da sociedade, devolvendo aos foliões a velha tradição de pequenos festejos que compõe a formação história da cidade, até mesmo do país. A partir dessa abordagem, entenderemos o contexto no qual se insere a comemoração, pondo em evidência sua importância e impacto na vida dos brasileiros.

Convidados
Milton Cunha - carnavalesco, cenógrafo e comentarista de carnaval brasileiro (RJ)
Oswaldinho da Cuíca - cantor, compositor, sambista, cuiqueiro, produtor e pesquisador musical (SP)
Tatyana Veríssimo - Galo da Madrugada (PE)
Felipe Ferreira - Pesquisador de Carnaval e Coordenador do Centro de Referência do Carnaval (RJ)
Luiz Caldas - Cantor e Compositor (BA)
Carmen Lélis - Diretora do Centro de Formação e Pesquisa - Casa do Carnaval e Diretora do Departamento de Documentação e Formação Cultural (PE)


Mesa 03
Bandeira Branca

BALANÇO DO CARNAVAL DE RUA DE SÃO PAULO - 2014

A partir das 18:30


O Carnaval de Rua de São Paulo integra agora, o calendário oficial de eventos da cidade, evidenciando o processo do reconhecimento da sua dimensão cultural, simbólica, econômica e turística.

Em 2014, a Secretaria Municipal de Cultura apoiou a festa de diversos blocos de rua, muitos deles tradicionais da cidade, que compõem a mesa juntamente com órgãos de participação essenciais nas comemorações de rua.

A mesa promove reflexões e troca de experiências a cerca do que foi realizado, tanto para entendermos como a organização se deu, quanto para aperfeiçoarmos o Carnaval de Rua de 2015.

Convidados

ABERTURA
Prefeito Fernando Haddad e o Secretário de Cultura Juca Ferreira

BLOCOS
Vai quem quer
Agora vai
Acadêmicos do Baixo Augusta
Candinho
Gueri Gueri
Pilantragi
Bloco 77

Mediadores
João Brant e Guilherme Varella

CET, SAMU, Sub-Prefeitura da Sé, Sub-Prefeitura de Pinheiros, Secretaria do Governo Municipal, São Paulo Turismo, Secretaria Municipal de Cultura, Coordenação das Subprefeituras, Secretaria Municipal de Serviços, Secretaria Municipal da Saúde, Secretaria Municipal de Segurança Urbana, Secretaria Municipal de Transportes - SMT, São Paulo Negócios, Secretaria Executiva de Comunicação, Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.

Tom Green - diretor do Conselho de Segurança (Conseg) de Pinheiros, conselheiro do Conselho Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Cades) e membro do SOSsego Vila Madalena

DIA 03/09

CREDENCIAMENTO
12:00

Mesa 04
Acorda Maria Bonita

MODELOS DE ORGANIZAÇÃO DOS CARNAVAIS DO BRASIL - IMPACTOS DO CARNAVAL NA ECONOMIA E NO TURISMO

11:00 às 13:00


A grandeza do Carnaval de Rua reflete diretamente no aquecimento da economia durante o período, já que sua popularidade atinge esfera internacional, pela identidade cultural que carrega.

A cadeia produtiva gerada pela festa cresce a cada ano, e atende necessidades específicas da temporada, representando um nicho mercado, ainda que sazonal. Nessa mesa, os convidados falarão sobre turismo e economia, discutindo sobre modelos e ideais de organização para o demasiado crescimento de cadeias de produção e possíveis impactos causados a quem opera em setores diretamente relacionados aos festejos.

Convidados
Luis Gustavo Mostof - Diretor da Riotur (RJ)
Pedro Manoel da Costa - Presidente do Conselho Municipal de Carnaval de Salvador (BA)
Eduardo Coelho - Diretor Municipal de Turismo de São Luiz do Paraitinga (SP)
Williams Santana - Diretor do Parque D. Lindú e Coordenador do Núcleo de Programação de Chão - Carnaval (PE)

Mesa 05
Está Chegando A Hora

CARNAVAL E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - O PAPEL DOS GOVERNOS LOCAIS NA CONFIGURAÇÃO DAS FESTAS

14:00 às 16:00


O processo de estruturação do Carnaval de Rua assume uma complexidade considerável a partir do momento que devolve ao folião o direito de festejar, utilizando o espaço público. É importante discutir como se dá a lógica organizacional de distribuição de infraestrutura e investimentos - se provenientes de patrocínio, qual o limite entre o que compete ao setor público, e o que compete ao privado.

Convidados
Nei Barbosa - Sebastiana - Associação dos Blocos do Carnaval de Rua do Rio de Janeiro
Fernando Burgos - Prof Dr Gestão Publica FGV-EAESP
Jarbas Avellar - Secretário Municipal de Turismo de Ouro Preto (MG)
Carlos Alberto Damasceno - Diretor de Eventos da Belotur (Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte)
Maria da Paz - Diretora do Pátio de São Pedro (PE)

Mesa 06
Yes, Nós Temos Bananas

MODELOS DE ORGANIZAÇÃO DOS CARNAVAIS DE BARRANQUILLA E NEW ORLEANS

16:30 às 18:00


A partir de modelos de festas internacionais renomadas, abre-se espaço para o aprendizado, diante de apresentação de logística, infraestrutura, e demais aspectos que envolvem o Carnaval de Barranquilla e New Orleans.

Tradicionalmente comemorado há mais de 200 anos, o Carnaval de Barraquilla, na Colômbia, foi declarado pela Unesco Obra Mestra do Patrimônio Oral e Intangível da Humanidade. A festa é uma manifestação que mistura elementos das culturas europeia, africana e indígena. Engloba diversos eventos, com diversas demonstrações culturais de diferentes vertentes. Já "Mardi Gras" - Canaval de New Orleans - celebrado há mais de 300 anos, tem como identidade as máscaras de gesso e troca de colares entre os foliões.

Convidados
Cherice Harrison - Mardi Gras (New Orleans)
Carla Célia - Carnaval de Barranquilla (Barranquilla)
André Kevin Hoyte - Crop Over (Barbados)

DIA 04/09

Mesa 07
Mamãe Eu Quero

GERAÇÃO DE EMPREGOS, CIDADANIA E OCUPAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO

11:00 às 12:30


Diante da amplitude demográfica e populacional das comemorações, é natural que diversas necessidades dos foliões sejam identificadas, gerando proveito por parte daqueles que se dispõe à trabalhar no período. É importante discutir de que maneira é possível ver o Carnaval de Rua enquanto troca enriquecedora entre trabalhador e governo, estabelecendo uma oportunidade de diálogo e formalização.

Convidados
Marcelo Freire de Lima - Coordenador do Trabalho/SDTE (SP)
Eliane Costa - Coordenadora do MBA em Gestão Cultural da FGV e diretora do Bloco Escravos da Mauá
José Gomes da Silva - SINPESP - Sindicato dos Permissionários de Ponto Fixo (SP)
Arnaldo Altman - Abrasel SP
Lindivaldo Júnior - Diretor de Fomento e Promoção da Cultura Afro-Brasileira
Fundação Cultural Palmares (Ministério da Cultura)
Georgia Haddad Nicolau - representando o Secretário de Economia Criativa (Brasília)

Mesa 08
Ô Abre Alas Que Eu Quero Passar

INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA

13:30 às 15:30


Considerando da proporção tomada pelo Carnaval de Rua após seu reconhecimento e a importância popular agregada à comemoração, é imprescindível discutir a necessidade de infraestrutura e logística que envolve a produção do evento, destacando detalhes como iluminação, trânsito, policiamento, saúde e demais serviços essenciais e que garantirão a segurança e satisfação dos foliões.

Especialistas em eventos de grande porte compartilham experiências e ideias de como organizar o Carnaval de Rua, de acordo com logística estabelecida, e como se dá o fornecimento de infraestrutura.

Convidados
Fernando David Elimelek - Presidente da Playcorp (SP)
Marcelo Correia - Transalvador (BA)
Ricardo Rabello- Presidente da Liga de Blocos Folia Carioca (RJ)
Cel QOPM Geraldo Vieira da Costa Filho (PE)
Rejane Calixto Gonçalves - Coordenadora da Atenção Básica do Município de São Paulo (SP)

Mesa 09
Me Dá Um Dinheiro Aí

CARNAVAL DE RUA, UMA VISÃO DO NEGÓCIO: COMERCIALIZAÇÃO, MARKETING E PATROCÍNIO

16h00 às 18:00


É inegável a oportunidade de negócios que o Carnaval de Rua proporciona. Enfatizando temas como marketing e patrocínio, a mesa "me dá um dinheiro aí" põe em discussão a visão comercial da festa, com representantes de indústrias que atuam em nichos de mercado diretamente conexos à festa, falam da ligação entre a celebração e o consumo.

Convidados
Pedro Ernesto - Presidente do bloco Cordão da Bola Preta (RJ)
Diego Mendes Sanmartin - Ambev
Duda Magalhães - Dream Factory (RJ)
Dodo Brandão - Simpatia é Quase Amor (RJ)
Viviane Genonadio - Brasil Kirin

9a Mostra Mundo Árabe continua em São Paulo até dia 16 de setembro no

A Mostra Mundo Árabe continua em São Paulo

A 9a Mostra Mundo Árabe continua em São Paulo até dia 16 de setembro no CCBB-SP (de 27 de agosto a 14 de setembro), Auditório da Biblioteca Mário de Andrade (de dias 2 e 9 de setembro), no Centro Cultural São Paulo (de 9 a 16 de setembro). 


Essa edição está divida em quatro sessões – “Panorama Mundo Árabe”, “Cinema Palestino”, “Cinema Egípcio Contemporâneo” e “Diálogos Árabes-Latinos”. Com curadoria de Geraldo Adriano Godoy de Campos, diretor cultural do ICArabe, e Soraya Smaili, esta edição celebra, especialmente, as relações humanas, após alguns anos com produções voltadas para temáticas mais explicitamente políticas. 


Entre a seleção desse ano, tem variás coproduções francesas Goodbye Morocco de Nadir Moknèche (2012 - 102'), Cavalos de Deus de Nabil Ayouch (2012 - 115'), Rock the Casbah de Laïla Marrakchi (2013 - 100'), e também os documentarios Os Shebabs de Yarmouk de Axel Salvatori-Sinz (2013 - 78') e Zelal de Marianne Khoury e Mustapha Hasnaqui (2010 - 90'). Confira a programação

Festival INDIE chega em Belo Horizonte

O festival INDIE 2014, acontece entre os dias 4 e 10 de setembro em Belo Horizonte e de 18 de setembro até 1° de otoubro em São Paulo. No programa Mostra Mundial, o INDIE exibe 28 filmes, inéditos no Brasil, e vindos dos mais importantes festivais do circuito internacional. Alguns destaques: o aclamado filme polonês Ida, de Pawel Pawlikowski; o documentário cult Nick Cave - 20.000 Dias na Terra; o novo filme do argentos Matias Piñeiro (A princesa da França) e do Martín Rejtman (Dois disparos); os novos filmes de dois diretores japoneses que tiveram retrospectiva no Indie: Meu Homem de Kazuyoshi Kumakiri e O sétimo código de Kiyoshi Kurosawa. 


O INDIE traz também a obra completa de dois dos mais autorais e inventivos  diretores do cinema contemporâneo: o catalão Albert Serra e o franco-americano Eugène Green. Destaque para o último filme de Eugène, La Sapienza, que concorreu ao Leopardo de Ouro no Festival de Cinema de Locarno 2014 e é selecionado no Toronto International Film Festival e no New-York Film Festival. Esta restrospectiva, que conta cinco longas e três curtas, esta realizada com o apoio da Embaixada da França. 


O Festival em BH exibe também novos filmes e clássicos fundamentais do cinema brasileiro juntos para entender melhor a construção do nosso cinema. O INDIE acontece em Belo Horizonte no Belas Artes Cinema, Cine Humberto Mauro e no Sesc Palladium

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Seminário Mídia e política em tempo de eleições

Seminário Mídia e política em tempo de eleições
Data: Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014
Horário: 15h
Endereço: Câmara Municipal de São Paulo - Viaduto Jacareí, 100
Local: Plenário Primeiro de Maio - 1° andar
15h00 - Abertura Ofical
• Vereador Floriano Pesaro
15h15 - "Campanhas presidenciais, mídia e eleições na América Latina: Brasil, Chile e Venezuela"
• Professora Dra. Katia Saisi
Possui mais de 25 anos de experiência em assessoria de imprensa de empresas públicas e privadas, bem como de candidatos e políticos no exercício do mandato. É diretora executiva da Pluricom Comunicação Integrada.
15h45 - "Mídia, Política e Sociedade do Espetáculo"
• Professor Dr. Cláudio Novaes Pinto Coelho
É professor titular da Faculdade Cásper Líbero. Tem experiência na área de
Comunicação e Sociologia, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação
jornalística, indústria cultural, comunicação publicitária, cultura de consumo,
comunicação política e sociedade do espetáculo.
16h15 - "Comunicação e Marketing Político e Eleitoral"
• Professor Dr. Adolpho Carlos Françoso Queiroz
Doutor em Ciências da Comunicação (UMESP). Ex-presidente da INTERCOM.
Ex-diretor do Centro de Ciências Humanas da UNIMEP. Assistente de Pesquisa
da Cátedra Unesco/Metodista de Comunicação e diretor da revista POLITICOM.
16h45 - Perguntas da platéia
17h15 - Encerramento e Sessão de autógrafos do livro
"Campanhas presidenciais, mídia e eleições na América Latina"
• Katia Saisi Sessão de autógrafos do livro
"Campanhas presidenciais, mídia e eleições na América Latina"
Confirme sua presença:
 

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Elaboração do orçamento da cidade para 2015 será debatido em 32 audiências públicas


Nos dias 30 de agosto e 6 de setembro serão realizadas nas 32 subprefeituras da capital audiências públicas para discutir a elaboração do projeto da Lei Orçamentária Anual para 2015



A elaboração da proposta orçamentária municipal do próximo ano será o principal tema das audiências públicas que serão realizadas em 30 de agosto e 6 de setembro em todas as 32 subprefeituras da cidade. (Veja programação abaixo)

As audiências, previstas em lei, integram o Ciclo Participativo de Planejamento e Orçamento (CPPO) 2015. O ciclo foi iniciado em 16 de junho, em reunião do Conselho de Planejamento e Orçamento Participativos (CPOP), com a aprovação da proposta de metodologia e do cronograma para a participação social na elaboração do Projeto de Lei Orçamentária Anual 2015 (Ploa 2015).

Transparência e participação
Com a coordenação da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sempla), e em parceria com as demais secretarias da Prefeitura de São Paulo, os conselhos participativos municipais debateram a priorização de projetos para que fosse avaliada a viabilidade de sua inclusão no orçamento do próximo ano. O mesmo aconteceu com os temas transversais, e o resultado foram três projetos prioritários por subprefeitura e um por agenda transversal, partindo do que está previsto no Programa de Metas 2013-2016 da Cidade de São Paulo.

Após a sistematização dessas demandas, foram organizados cinco debates temáticos entre secretarias e membros do CPOP para que as pastas apresentassem os diagnósticos e o planejamento nos quais basearam as decisões sobre orçamento, e também discutissem a viabilidade de inclusão dos projetos priorizados na peça orçamentária em construção.

Agora se inicia a terceira etapa desse processo: as audiências públicas de elaboração da proposta. Toda a população poderá participar do debate, que ocorrerá nas 32 subprefeituras e terá a apresentação da devolutiva dos projetos priorizados e da proposta preliminar do Ploa 2015.

Nesse momento, estará aberta ao público, de forma transparente e participativa, a discussão a respeito da proposta orçamentária que será enviada para a Câmara Municipal até o dia 30 de setembro. Para participar das audiências é só comparecer na subprefeitura da sua região no dia e horário, conforme programação abaixo.

Clique aqui para mais informações.

Programação das Audiências Públicas do dia 30 de agosto de 2014
Horário
 Subprefeitura
Local                                                             

Das 9h30 às 12h30
Aricanduva/
Vila Formosa
Auditório da Subprefeitura de Aricanduva/
V. Formosa (R. Atucuri, 699 – V. Carrão)
Das 9h30 às 12h30
Casa Verde
Centro Cultural da Juventude – CCJ
(Av. Dep. Emilio Carlos, 3641 – V. Nova Cachoeirinha)
Das 9h30 às 12h30
Freguesia do Ó/
Brasilândia
Auditório da Subprefeitura Freguesia do Ó/ Brasilândia (Av. João Marcelino Branco, 95 – V. Nova Cachoeirinha)
Das 9h30 às 12h30
Ipiranga
Auditório da Subprefeitura de Ipiranga
(R. Lino Coutinho,  444)
Das 9h30 às 12h30
Itaquera
Auditório da Subprefeitura de Itaquera
(R. Augusto Carlos Bauman, 851)
Das 9h30 às 12h30
Penha
Auditório da Subprefeitura da Penha
(R. Candapuí, 492)
Das 9h30 às 12h30
Santana/Tucuruvi
Auditório da Subprefeitura de Santana/Tucuruvi (Av. Tucuruvi, 808)
Das 9h30 às 12h30
Vila Maria/
Vila Guilherme
Auditório da Subprefeitura V.Maria/V.Guilherme
(R. General Mendes, 111)
Das 15h às 18h
Cidade Tiradentes
CEU Água Azul (Av. dos Metalúrgicos, 1262)
Das 15h às 18h
Ermelino Matarazzo
Auditório do Hospital Prof. Dr. Alípio Correa Neto(Al. Rodrigo de Brum, 1989)
Das 15h às 18h
Itaim Paulista
Auditório da Subprefeitura do Itaim Paulista (Av. Marechal Tito, 3012 – Jd. Miragaia)
Das 15h às 18h
Jaçanã/Tremembé
Auditório do Hospital Geriátrico (Av. Luis Stamatis, 103 – Portão 2 – Jaçanã)
Das 15h às 18h
Perus
CEU Perus (R. Bernardo José Lorena s/n)
Das 15h às 18h
Pirituba/Jaraguá
Auditório da Subprefeitura Pirituba/Jaraguá (R. Luiz Carneiro, 193 – 3º and.)

Das 15h às 18h
São Mateus
Auditório da Subprefeitura de São Mateus (R. Ragueb Chofhi, 1400)

Das 15h às 18h
São Miguel Paulista
Auditório da Subprefeitura de São Miguel (R. Dona Ana Flora Pinheiro de Souza, 76)


Programação das Audiências Públicas do dia 06 de setembro de 2014
Horário
 Subprefeitura
Local                                                             


Das 9h30 às 12h30
Butantã
Cultura Butantã
(Av. Junta Mizumoto, 13 – Jd. Peri-Peri)
Das 9h30 às 12h30
Jabaquara
CEU Caminho do Mar
(Av. Engº Armando de Arruda Pereira, 5241 – térreo – Auditório Redondo)
Das 9h30 às 12h30
Lapa
Auditório da Subprefeitura da Lapa
(R. Guaicurus, 1000)
Das 9h30 às 12h30
Mooca
Auditório do Senai (R. Bresser, 2315)
Das 9h30 às 12h30
Santo Amaro
Auditório da Subprefeitura de Santo Amaro
(Pça. Floriano Peixoto, 54 – 1º and.)
Das 10h às 13h
Auditório da Biblioteca Mario de Andrade
(R. da Consolação, 94 – Centro)
Das 9h30 às 12h30
Vila Mariana
Auditório do Colégio Santa Amália
(Av. Jabaquara, 1673)
Das 9h30 às 12h30
Pinheiros
Auditório Chico Mendes
(Av. Frederico Hermann Jr., 595)
Das 9h às 12h
Sapopemba
CEU Sapopemba (R. Victória Marconato Zonta s/n – Jd. Sapopemba)
Das 14h às 17h
Campo Limpo
Universidade Uniban Anhanguera
(Est. do Campo Limpo, 3677)
Das 15h às 18h
Capela do Socorro
CEU Cidade Dutra (Av. Interlagos, 7.350)
Das 15h às 18h
Cidade Ademar
Salão de Eventos da Subprefeitura Cidade Ademar (Av. Yervant Kissajikian, 416)
Das 15h às 18h
Guianeses
CEU Lajeado
(R. Manuel da Mota Coutinho, 293)
Das 15h às 18h
M’ Boi Mirim
Auditório da Subprefeitura M’ Boi Mirim
(Av. Guarapiranga, 1265)
Das 15h às 18h
Parelheiros
Auditório da Subprefeitura de  Parelheiros (Av. Sadamu Inoue, 5252)
Das 15h às 18h
Vila Prudente
Auditório da Subprefeitura de Vila Prudente(Av. do Oratório, 172 – Jd. Independência)