quarta-feira, 25 de junho de 2014

Integração Nacional prorroga prazo de inscrições do Prêmio Celso Furtado


Interessados poderão enviar os trabalhos até 31 de agosto pela internet ou via postal

Brasília-DF, 25/06/2014 - O Ministério da Integração Nacional prorrogou até 31 de agosto o prazo das inscrições para a terceira edição do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional. O prêmio é dividido em três categorias e contemplará trabalhos acadêmicos em níveis de doutorado e mestrado, projetos inovadores e inéditos, que visem à promoção da equidade no acesso a oportunidades de desenvolvimento.

A categoria I, classificada como ‘Produção do Conhecimento Acadêmico’, irá selecionar dissertações de mestrado e teses de doutorado, que abordem temas para o aprofundamento do conhecimento da questão regional brasileira ou para a implementação de ações comprometidas com a redução das desigualdades regionais.

Para a segunda categoria, denominada ‘Práticas Exitosas de Produção e Gestão Institucional’, o concurso irá premiar relatos de experiências que estão em andamento, executadas por instituições governamentais nas esferas federal, estadual ou municipal, por entidades privadas e pela sociedade civil.

A terceira categoria, intitulada de ‘Projetos Inovadores para Implantação no Território’, busca propostas inovadoras de atuação no território nacional, que sejam de natureza social, econômica, cultural ou ambiental, e que tenham potencial de transformação da realidade socioeconômica em escala sub-regional ou macrorregional.

As inscrições podem ser feitas no site www.integracao.gov.br/premio. Os vencedores receberão mais de R$ 260 mil em prêmios, que vão de R$ 13 mil a R$ 50 mil por categoria. Outras informações também podem ser obtidas pelo e-mail premiodesenvolvimento@integracao.gov.br.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Estudos no Laboratório de Musicalização da UFSCar analisam os benefícios da aquisição da linguagem


Podem participar da pesquisa crianças de 4 a 6 anos de idade, que apresentem transtornos ou alterações na aquisição da linguagem

Crianças com idade entre 4 e 6 anos de idade, que apresentem transtornos ou alterações na aquisição da linguagem, podem participar de pesquisa desenvolvida no Laboratório de Musicalização do Departamento de Artes e Comunicação (DAC) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). O estudo analisa os benefícios da Musicoterapia no desenvolvimento da comunicação verbal e não verbal de crianças com dificuldades no domínio das habilidades de fala e escuta.
 
O estudo parte do pressuposto que a música pode estimular as habilidades cognitivas, a percepção sonora e a reprodução de ritmos, a expressão de emoções, a criatividade, a sociabilidade. A pesquisa é realizada por Josiane Covre, mestranda em Música no Programa de Pós-Graduação da Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goias (UFG) e servidora técnico-administrativa do DAC, e faz parte das atividades de seu curso de mestrado, realizado na  Escola de Música e Artes Cênicas da UFG, sob orientação da docente Claudia Zanini.
Segundo Covre, existem processos neurofuncionais comuns nos processos de expressão e compreensão musical e da linguagem como o compartilhamento de estruturas sensoriais, receptivas e de processamento auditivo, além da atenção, memória e organização temporal e motora. "A musicoterapia tem sido amplamente utilizada no tratamento de afasias e transtornos de linguagem ocasionados por demências senis, proporcionando o restabelecimento e/ou manutenção da comunicação dessas pessoas tanto durante as sessões como também fora delas. Sua utilização com pessoas com autismo é amplamente descrita na literatura da área sendo claras as evidências de melhora na comunicação verbal e não verbal dessas pessoas", explica a pesquisadora. Além de contribuir para a melhora dos processos cognitivos, ela salienta que a musicoterapia também é uma importante ferramenta para a reabilitação da saúde de pacientes e inclusão social, por exemplo.

Os atendimentos às crianças interessadas serão realizados no Laboratório de Musicalização e serão gratuitos. As intervenções musicoterapêuticas serão realizadas em um período de seis meses, incluindo as avaliações iniciais e finais, bem como uma devolutiva para os responsáveis. As sessões ocorrerão semanalmente, em dias e horários a serem combinados. Todos os encontros terão duração entre 45 e 60 minutos e serão realizados coletivamente, em grupo de aproximadamente seis participantes, na etapa de intervenções. As etapas de avaliações serão realizadas individualmente. Durante os encontros serão utilizadas as técnicas musicoterapêuticas de re-criação musical e a improvisação musical. "Estas técnicas foram escolhidas em virtude da faixa etária dos sujeitos da pesquisa e por acreditar-se que, através da utilização das mesmas, possa-se alcançar os objetivos estabelecidos para o trabalho musicoterapêutico", salienta Covre.
Os interessados em participar da pesquisa podem entrar em contato pelos telefones (16) 3415-5713 e 99796-0144 ou pelo email josianecovre@gmail.com, que também estão disponíveis para outras informações.


Educação das relações étnico-raciais é tema de curso de aperfeiçoamento oferecido pela UFSCar


Direcionado a professores e gestores educacionais da região de São Carlos, as atividades são gratuitas e possuem carga horária de 180 horas

Até o dia 30 de junho, estão abertas as inscrições no curso de Aperfeiçoamento em Educação das Relações Étnico-Raciais, que será promovido no segundo semestre de 2014 para os professores da Prefeitura Municipal de São Carlos e da região. As atividades são coordenadas pelo Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB) e pelos departamentos de Teoria e Práticas Pedagógicas (DTPP) e Sociologia (DS).

O curso possui carga de 180 horas e é direcionado a professores, gestores, coordenadores e demais profissionais da rede pública de ensino das cidades de Descalvado, Ibaté, Pirassununga, Porto Ferreira, Ribeirão Bonito, Santa Cruz da Conceição, Santa Cruz das Palmeiras, Santa Rita do Passa Quatro, São Carlos e Tambaú. As atividades possibilitam a formação e construção de conhecimentos que atendam a uma proposta educativa que valorize a pluralidade étnico-racial e o combate a comportamentos e práticas discriminatórias. Em paralelo a esta perspectiva, a iniciativa oferece aos profissionais da Educação Básica ferramentas para o desenvolvimento de metodologias de trabalho pedagógico para a Educação das Relações Étnico raciais.

O curso é gratuito, oferecido na modalidade presencial, com aulas aos aos sábados e em dias alternados durante a semana. Os interessados em participar devem enviar a ficha de inscrição, disponível no Portal UFSCar, em www.ufscar.br, para o email secretaria.neab@gmail.com. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3351-8409.


terça-feira, 10 de junho de 2014

Sibite trará ao Brasil o Non-Violence Project para combater a violência urbana

Idealizada por Yoko Ono, viúva de John Lennon, a Non-Violence Project Foundation (NVP) trará ao Rio de Janeiro um dos símbolos mais emblemáticos do ativismo pela paz no mundo: a arma atada. O ícone – criado pelo artista plástico Carl Fredrik Reuterswärd, no final dos anos 1980 – será parte de uma exposição em prol de uma cultura pela paz que contará com obras produzidas por artistas plásticos nacionais, instaladas em pontos estratégicos da cidade. - O projeto está sendo financiado via captação feita pelo Sibite, plataforma pioneira no Brasil em crossfunding, modelo de investimento que une aportes de pessoa física, jurídica e do Estado (via incentivo fiscal). O projeto – o maior do país nesse modelo de financiamento – contará com um workshop “Escola pela Paz”, um dos programas educacionais mais bem sucedidos da Fundação NVP. São Paulo, 9 de junho de 2014 – Às vésperas da Copa do Mundo, momento em que a atenção internacional se volta para o Brasil, iniciativas que promovam o engajamento pela paz são mais que necessárias e bem-vindas. Segundo o Relatório Global sobre Homicídios 2013, divulgado em abril deste ano pela Organização das Nações Unidas (ONU), foram registrados 50.108 homicídios no Brasil em 2012, número equivalente a pouco mais dos 10% dos assassinatos cometidos em todo o mundo, no total de 437 mil, o que revela um longo caminho a percorrer em prol da paz no país. Nesse cenário, os empresários Bruno Beauchamps e Felipe Gini estão atuando para viabilizar o Non-Violence Project, um dos projetos mundiais mais emblemáticos do ativismo pela paz. Disseminado por Yoko Ono, viúva de John Lennon, o projeto contará com uma exposição e o workshop Escola pela Paz no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. O abuso de álcool e outras drogas, e a disponibilidade de armas de fogo, são apontadas no estudo da ONU como determinantes nos padrões e prevalência da violência letal. Para colaborar com a maior conscientização pela paz, o Sibite, plataforma nacional de financiamento e fomento de projetos culturais, pioneira no país no modelo crossfunding, encarou o desafio de trazer para o Brasil o Non-Violence Project. Com um custo total de meio milhão, a ação será uma das maiores a serem viabilizadas com financiamento coletivo. Na prática, o investimento varia de singelos R$ 20 até substanciais R$ 150 mil. São aceitos investimentos de pessoas físicas, jurídicas e do Estado, que colabora via leis de incentivo fiscal. Segundo Bruno Beauchamps, sócio-diretor do Sibite, o Non-Violence Project contará com uma exposição inédita que, além da obra de Carl Fredrik Reuterswärd, é composta por peças produzidas por artistas plásticos nacionais de renome. As obras serão instaladas em pontos estratégicos da cidade, nos quais a população poderá fotografar e compartilhar as imagens das armas atadas. “Essa exposição certamente contribuirá para o aumento da discussão sobre a violência provocada pelas armas de fogo no Rio de Janeiro e em todo o Brasil”, analisa Beauchamps. O empresário cita os dados do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro que mostram que nos primeiros 10 meses de 2013, o número de baleados atendidos em hospitais públicos cresceu 27% em relação ao mesmo período de 2012. “Em 2013, mais de 3,5 mil pessoas foram assassinadas no Rio de Janeiro e grande parte dessas mortes está relacionada a armas de fogo”, salienta. Sobre a parceria com a Non-Violence Project Foundation, Felipe Gini detalha que além da exposição, uma parte importante da ação será o workshop Escola pela Paz – iniciativa que constitui um dos programas educacionais mais bem-sucedidos da organização. “A proposta é oferecer treinamentos gratuitos no método Non-Violence a educadores de 10 escolas, sobretudo de uma das regiões que mais sofreu com a escalada da violência, o Complexo do Alemão”, afirma. O empreendedor conta que, nos Estados Unidos, a iniciativa da exposição e do projeto Educação pela Paz – que gerou um amplo debate em torno da cultura da paz – reduziu em 25% os episódios de violência em Miami; as taxas de suspensão de alunos em escolas, por atos violentos, teve redução de 50%. Na Suécia, os números caíram 71%. Bruno Beauchamps e Felipe Gini são categóricos em afirmar que o custo para trazer a iniciativa para o Brasil é um desafio à altura do Sibite. Em cinco anos de atuação, a plataforma já captou R$ 2.280.023,07 para 87 projetos e conquistou a confiança de 12 mil investidores. “Sabemos que estamos diante da maior iniciativa de financiamento coletivo, mas acreditamos que é possível justamente pelo modelo diferenciado que utilizamos, o crossfunding”, afirma Gini.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Consulado britânico abre exposição "Beatles - 50 anos de história"

 

Até 13 de julho, 50 peças da banda estarão expostas na GREAT Britain House em São Paulo

 
 
São Paulo, 4 de junho de 2014 - No dia 9 de junho, a missao diplomatica britanica inaugura a exposição Beatles - 50 anos de história, marcando a data comemorativa da primeira turnê da banda de Liverpool nos Estados Unidos. Cerca de 50 objetos pessoais, discos e fotos do grupo ficarão expostos até 13 de julho, na GREAT Britain House, localizada no Centro Brasileiro Britânico, no bairro de Pinheiros em São Paulo. A GREAT Britain House é uma iniciativa do governo do Reino Unido durante a Copa do Mundo e inclui uma extensa programação com cerca de 20 eventos sobre negócios, cultura e esportes, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Manaus, Belo Horizonte e Brasília.

 

A exposição é organizada pelo colecionador Marco Antonio Mallagoli, fundador do fã clube Revolution. A mostra terá uma linha do tempo, mostrando todos os LPs lançados pela banda; dados importantes da vida pessoal de John, Paul, George e Ringo e momentos históricos da trajetória do grupo, além de discos autografados, fotos pessoais e ingressos dos shows.

 

A parte inicial da exposição vai incluir peças autografadas da banda Quarrymen, conjunto  original de John Lennon que deu origem aos Beatles, assim como o convite da festa onde John e Paul se conheceram. "Esses são materiais raros e serão expostos para a curiosidade do público apreciador de Beatles e de boa música em geral", diz o curador.

 

Destaques da exposição incluem um contrabaixo Hofner autografado por Paul McCartney e duas guitarras Gretsch, do mesmo modelo Traveling Wilburys, edição limitada igual ao instrumento usado por George Harrison; assim como os discos de ouro da música "Hello, GoodBye" e de "She Loves You".

 

De 11 a 24 de Junho, será realizado também o festival GREAT Pub Rock com mais de 10 shows de novos talentos britânicos nos pubs O'Malley's, St George's Pub,  Republic Pub, All Black e Augusta Bakery St em São Paulo.  Para animar o jogo entre as seleções da Inglaterra e do Uruguai, haverá um show gratuiro, às 12h, na Praça Antônio Prado ( Rua XV de Novembro, 275). A programação completa da GREAT Britain House pode ser acessada no site: http://www.greatbritainhouse.ukti.gov.uk/Agenda.aspx

 

 

Serviço:

Data: 9 de junho a 16 de julho.

Endereço: Centro Brasileiro Britânico| Rua Ferreira de Araújo, 741 - Pinheiros - SP

10h às 19h - Seg a sex. Fechado aos finais de semana, exceto no sábado 14/06. - Exposição "Beatles - 50 anos". Curadoria: Marco Antonio Mallagoli.

 






Exposição promovida pela Liga das Escolas de Samba de São Paulo acontece de 9 a 11 de junho no Sambódromo do Anhembi

Espaço Anhembi recebe evento internacional

"Carnival São Paulo World"
 

A partir da próxima segunda-feira, 9 de junho, o Espaço Anhembi, que fica no Sambódromo, receberá a exposição inédita "Carnival São Paulo World". O evento gratuito é promovido pela Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo (Liga SP) com apoio da São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos) e acontecerá até 11 de junho – véspera da abertura da Copa do Mundo FIFA 2014.

No local estarão expostas fotos, fantasias e figurinos utilizados pelas 14 escolas do Grupo Especial e oito do Grupo de Acesso no Carnaval deste ano. O objetivo é mostrar um pouco do universo do Carnaval aos visitantes que estarão na capital para a abertura da Copa.

Durante os três dias da mostra, shows animarão o público presente com muito samba. Na última noite, haverá um grande desfile com as 22 agremiações e mais de 500 ritmistas (cerca de 20 de cada escola), para que os visitantes possam ter um "aperitivo" de como é a folia em plena passarela do samba. Todos os sambas-enredos de 2014 serão cantados na festa, que contará com a participação dos intérpretes oficiais de cada escola no carro de som.

De acordo com o presidente da Liga, Paulo Sérgio Ferreira, esse será um momento muito especial para a entidade, pois será a primeira edição e reunirá o melhor do samba paulistano. "Convidamos todas as pessoas para ver um dos desfiles mais bonitos que São Paulo já fez. A união de todas as agremiações nesta apresentação mostrará o melhor do Carnaval de São Paulo e impressionará o público".

 

Sorteio da ordem dos desfiles do Carnaval 2015

No dia 11 de junho, antes do desfile de encerramento do evento, a Liga das Escolas de Samba de São Paulo realizará o sorteio da ordem do desfile de 2015. De acordo com o regulamento, a Mancha Verde, vice-campeã do Grupo de Acesso, abrirá a sexta-feira (13/2/2015) e a Unidos de Vila Maria, campeã do Acesso abrirá a noite de sábado (14/2/2015), no Grupo Especial. A Independente Tricolor, campeã do Grupo I, abrirá a noite de domingo (15/2/2015) pelo Grupo de Acesso. A Mocidade Alegre, grande campeã do Grupo Especial em 2014, terá o direito de escolher o horário do desfile em 2015, enquanto as demais agremiações participarão do sorteio.
 



 

Ciclo LGBT de Leituras Dramáticas acontece na terça-feira

 

Evento faz parte da programação oficial do 18º Mês do Orgulho LGBT de São Paulo e propõe a reflexão sobre aspectos da realidade LGBT por meio da dramaturgia

 

São Paulo, 8 de junho de 2014 – Acontece na próxima terça-feira (10) o Ciclo LGBT de Leituras Dramáticas da Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo (APOGLBT), na SP Escola de Teatro, a partir das 19h30. O evento faz parte da programação oficial do 18º Mês do Orgulho LGBT de São Paulo e, além de incentivar a divulgação de peças teatrais que tragam a diversidade sexual como temática, também propõe a reflexão sobre aspectos da realidade LGBT.

 

Serão apresentadas peças de dois dramaturgos icônicos do teatro brasileiro contemporâneo. A "Dentro", do autor pernambucano Newton Moreno, que se consagrou no cenário teatral brasileiro com peças que dosam vigor e sensibilidade na mesma medida, e é um exemplo claro de seu estilo: uma peça curta, que conta de uma forma bastante poética e potente a relação fetichista entre um homem e um rapaz. A leitura desse texto teatral contará com a participação dos atores Haroldo Costa Ferrari e André Grecco. A leitura do premiado texto "Abre as Asas Sobre Nós", do dramaturgo paulista Sergio Roveri, que mergulha no universo da noite paulistana com as personagens cheias de angústias e desilusões, será feita pelos atores Roberto Leite, Esther Antunes, Gabrielle Lopez e Ivan Capúa.

 

Os dois textos serão dirigidos por Rafael Bicudo, formado em direção pela SP Escola de Teatro e já apontado como um dos diretores mais atuantes da nova geração, com marcante presença em espetáculos do Teatro da Vertigem, do Estúdio Lusco-Fusco e do diretor Bob Wilson. A curadoria do evento é do dramaturgo Zen Salles, autor de peças como "Pororoca" e "Genet, o Poeta Ladrão".

 

 

SERVIÇO

Ciclo LGBT de Leituras Dramáticas

10/06/2014, às 19h30

SP Escola de Teatro, Praça Rosevelt.

 

Sinopse de "Dentro" - Peça de autoria de Newton Moreno: Um homem encontra em um rapaz a sua fonte inesgotável de prazer. E é dentro dessa relação obsessiva que o desejo não encontra limites.

Elenco: Haroldo Costa Ferrari e André Grecco.

Direção: Rafael Bicudo.

 

Sinopse de "Abre as Asas Sobre Nós" - Peça de autoria de Sergio Roveri: Bárbara é uma travesti que se prostitui porque não encontra nenhuma outra forma de sobrevivência na grande cidade. Galega desde cedo, aprendeu a cortar os seus excessos. Xalé é um cafetão que faz das drogas o seu combustível para atravessar a madrugada. Paulo Preto é o homem dos pássaros. E é na noite paulistana que essas personagens vão se esbarrando e se misturando ao caos de um mundo que quer nos aprisionar cotidianamente.

Elenco: Esther Antunes, Roberto Leite, Gabrielle Lopez e Ivan Capúa.

Direção: Rafael Bicudo.


terça-feira, 3 de junho de 2014

Escassez hídrica no território paulista é tema de mesa-redonda promovida pela UFSCar

Evento, gratuito e aberto à participação do público, discute gestão da água, abastecimento na cidade e sistema cantareira

A escassez hídrica no território paulista é tema de mesa-redonda promovida pelo Campus Sorocaba da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) nesta quarta-feira, dia 4 de junho. O objetivo do evento, que tem como tema "O Abastecimento de água no território paulista: conflitos e alternativas", é contextualizar a situação atual do abastecimento hídrico no território paulista, com uma visão ampla e multidisciplinar. Serão discutidos temas como Gestão da água, Abastecimento na cidade e Sistema Cantareira. Além disso, será lançado o livro "Almanaque da Água", editado e distribuído pela Sabesp. Participam da mesa o professor Pedro Jacobi, do Departamento de Geografia da Universidade de São Paulo (USP), e Ivan Carneiro Castanheiro, promotor de Justiça do núcleo Piracicaba do Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente (GAEMA).
De acordo com a organização do evento, a escassez hídrica na região metropolitana de São Paulo (RMSP), prevista em diversos estudos em anos passados, finalmente ocorreu: o consumo superou a água disponível. A água que abastece parte da RMSP é retirada da região de Campinas, via transposição pelo Sistema Cantareira, e este sistema tão importante está em processo de extinção: falta de chuva, expansão urbana, aumento da demanda, intervenções nos cursos de água, poluição hídrica e falha de gestão formam um conjunto de problemas que se acumula e reduz a segurança hídrica da população.
A atividade é organizada pelo Comitê de Bacias Hidrográficas dos rios Sorocaba e Médio Tietê (CBH-SMT), que tem como coordenador da Câmara Técnica de Planejamento o professor André Cordeiro Alves dos Santos, do Departamento de Biologia (DBio) da UFSCar. As inscrições são gratuitas, abertas a todos os interessados, e devem ser feitas até o dia da palestra, em formulário eletrônico disponibilizado na Internet, no endereço http://migre.me/jaMrp. A mesa-redonda tem início às 19 horas, no auditório do edifício ATLab do Campus Sorocaba da Universidade, localizado na Rodovia João Leme dos Santos, Km 110 - bairro do Itinga.

 




Trio apresenta um cancioneiro variado, composições próprias e muita poesia

Agora é quinzenal. Quinta sim, quinta não, a Casa Porto abre suas portas para a variedade que constitui as opções musicais do Regional Portuário. O trio apresenta um cancioneiro poético de sotaques regionais e estilos que abarcam do chileno Victor Jara à moda de viola de Adauto Santos, do forró de Geraldo Azevedo ao samba baiano de Ederaldo Gentil, passando pelas composições engajadas de Sérgio Ricardo, igualmente ricas de sonoridades brasileiras. Nesta quinta (5/6) tem, a partir das 19h, na Casa Porto (Largo da Prainha, 4, sobrado, Saúde - próximo à Praça Mauá).

Para ritmar este musicário de universos aparentemente tão díspares, o Regional Portuário é formado pelo violonista Renan Sardinha, o percussionista Kaka Nomura e o cantor e escritor Zeh Gustavo, que também apresentará suas composições autorais, como a ciranda 'Raiz e folha' e o ijexá 'Presentear'. Entre uma canção e outra, é a poesia literária que toma parte no encontro, com leitura de poemas de livros de Zeh Gustavo como 'Pedagogia do Suprimido' (Editora Verve, 2013) e 'A Perspectiva do Quase' (Arte Paubrasil, 2008), além de poemas de outros autores e artistas presentes.

Como convidado literário da noite, o Regional Portuário recebe o poeta e advogado David Cohen, autor de "Olho nu" (Verve, 2013). Nas palavras do também poeta Mano Melo: "David Cohen é poeta em contato com o chão, plantado num aqui e agora que é também passado e futuro. O menino antigo hoje brinca com as palavras, faz da poesia a sua casa de árvore, sue refúgio. Escreve com extrema leveza e simplicidade, hábil em ordenhar o leite das próprias sensações. São versos despidos de aparatos, rococós ou rebuscamentos. Poesia nua a olho nu."

O couvert, opcional, é de R$ 5,00.

Serviço
Regional Portuário com Zeh Gustavo, Renan Sardinha e Kaká Nomura
Quinta, 5/6, 19h
Casa Porto (Largo do São Francisco da Prainha, 4, sobrado, Saúde, próximo à Praça Mauá)
Couvert (opcional): R$ 5,00
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/588445397929047/