sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Sustentabilidade>Evento discute os principais gargalos e exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos


Com o passar do tempo e com o acúmulo de produtos industrializados nos grandes centros, muitos são destinados de forma adequada. Em torno disto, grandes organizações começaram a se preocupar em discutir e indicar métodos alternativos mais eficazes para a destinação correta dos produtos sem gerar aumento de custos e despesas. Com o objetivo de debater a Política Nacional de Resíduos Sólidos e a Logística Reversa, o IBDS – Instituto Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável promove o Sustain TOTAL, um evento com perfil técnico que acontece no dia 7 de dezembro, das 8h30 às 18h30, na Câmara Municipal de São Paulo, no Auditório Prestes Maia – Viaduto Jacareí, 100 – 1º andar. As inscrições são gratuitas.

Na programação serão discutidos temas como os planos municipais, incentivos fiscais, tecnologia, responsabilidade pós-consumo, destinação de embalagens e logística reversa reunindo diversos profissionais de referência nacional, especialistas e executivos que estão elaborando planos e soluções setoriais, seguindo as metas da Política Nacional de Resíduos. Devido à rigorosa legislação ambiental e por influência da sociedade, cada vez mais empresas estão adotando a utilização de um percentual maior de material reciclado ao seu processo de produção, assim como passaram também a adotar procedimentos para o descarte correto de produtos que não podem ser reutilizados.

Define-se como logística reversa a área que planeja, opera e controla o fluxo e as informações correspondentes ao retorno dos bens de pós-venda e de pós-consumo. Essa logística trata do retorno de produtos, materiais e peças do consumidor final ao processo produtivo da empresa. A implantação desta logística tem o intuito de atender o público, que está cada vez mais consciente e sensível quanto à preservação do meio ambiente.

“A principal importância de discutir no Sustain TOTAL os gargalos e exigências da política nacional de resíduos sólidos de cada setor, é conscientizar e mobilizar sobre a utilização dos recursos naturais. A implementação da comercialização de materiais recicláveis e reutilizáveis contribui para a geração de empregos e para o incentivo de atividades econômicas na área de reciclagem” comenta o presidente do IBDS, Ricardo Vieira.

Um dos gargalos que precisa ser amplamente discutido com todos os atores da política nacional é a definição dos instrumentos econômicos e fiscais. A indústria de reciclagem foi contemplada no texto aprovado para a MP 574/12 com um crédito presumido de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), de PIS/Pasep e de COFINS para estimular toda a cadeia produtiva. O cálculo será sobre o valor de venda de matéria-prima ou produto intermediário fabricado com resíduos reciclados. As empresas terão direito a um crédito equivalente a 65% da alíquota desses tributos. Entretanto, não poderão usar os créditos conseguidos com a compra dos resíduos sólidos. “Considerando que estamos elaborando os acordos setoriais para implementação dos sistemas de logística reversa, é extremamente necessário debater os incentivos fiscais e tributários para cada setor na análise de viabilidade econômica”, ratifica o presidente do IBDS.

                O objetivo da política nacional de resíduos sólidos é organizar a forma como o país trata os resíduos, estimulando a reciclagem e as questões de sustentabilidade. Os principais pontos abordados pela política são o fechamento de lixões a céu aberto até 2014, em seu lugar, devem ser criados aterros controlados ou aterros sanitários, somente a parte do lixo que não tem como ser reciclada poderá ser encaminhada aos aterros sanitários e a elaboração de planos para auxiliar prefeitos e munícipes a descartar de forma correta os resíduos.

Serviço                                                                                                                                                                                                                                                                                              
Sustain TOTAL
7 de dezembro - 08h30 às 18h30
Câmara Municipal de São Paulo
Auditório Prestes Maia
Viaduto Jacareí, 100 – 1º andar
Fonte: Assessoria de Imprensa

Desafios da Sustentabilidade

 

Lançamento do livro "Desafios dasustentabilidade"

 Data: 03 de dezembro de 2012 às 19h30

 

O livro "Desafios dasustentabilidade: Cerflor - 10 anos trabalhando em favor das florestasbrasileiras", organizado por Maria Teresa Rodrigues Rezende, Luiz CarlosMonteiro e Andréa Santini Henriques, do Inmetro com a Essential Idea Editora éuma edição comemorativa dos 10 anos de lançamento do Cerflor (ProgramaBrasileiro de Certificação Florestal) e mostra a visão pessoal de diversosautores sobre a certificação florestal e o desenvolvimento sustentável.

Patrick Moore, cofundador e ex-líderdo Greenpeace, faz no capítulo inicial uma reflexão sobre os rumos que vêmtomando no mundo as políticas de desenvolvimento sustentável e as de proteçãodas florestas. Os demais capítulos trazem as análises de especialistas comoHenrique Brandão Cavalcanti, ex-ministro do Meio Ambiente e da Amazônia Legal,Professor João Luiz Homem de Carvalho, Jorge E. R. Cajazeira, Professor JoséCarlos Barbieri e Aron Belinky.

"Desafios da sustentabilidade" abordaem profundidade temas diversos, tais como aspectos históricos e técnicos dacertificação florestal no Brasil, políticas governamentais para o setor equestões relativas ao processo da decisão individual de compra e o consumosustentável. Analisa o tema do desenvolvimento do Cerflor, trazendo ao leitorinformações técnicas que subsidiam as empresas na certificação do seu manejoflorestal sustentável e na rastreabilidade da matéria-prima em toda a cadeiaprodutiva. Aborda, por fim, o panorama dos programas globais de certificação,particularmente na parceria do Cerflor com o Programa de Reconhecimento dosEsquemas de Certificação Florestal (PEFC).

Diversos cases, no final dolivro, contam a experiência vivida e resultados obtidos por empresascomprometidas com a certificação dos diversos elos da cadeia produtivaflorestal. 

Com patrocínio do BNDES, Suzano Papele Celulose, International Paper, Veracel, V&M Florestal, Fibria e Manoa, eapoio do Inmetro, Ministério do Meio Ambiente, Embrapa Florestas, ABNT, ABTG eSBS, o livro "Desafios da sustentabilidade" foi inteiramente produzido sobcritérios da cadeia de custódia de produtos de base florestal.

 

LANÇAMENTO

SÃO PAULO

Palestra e lançamento do livro

  • Abertura: Dr. Armando Mariante Carvalho – Presidente do Inmetro quando da criação do Cerflor
  • Visão da Empresas Florestais: Robson Laprovitera ( International Paper e coordenador de estudos de Manejo Florestal da ABNT), Luiz Tápias  (Veracel)
  • Visão do Setor da Indústrias Gráficas: Marcia Biaggio (ABTG)
  • Visão do Terceiro Setor: Aron Belinky
  • Visão da Academia: Prof. José Barbieri (FGV)

Local: FNAC PINHEIROS – Av. Pedroso deMorais, 858 - Pinheiros

Fone (11) 3579-2000

Data: 03 de dezembro de 2012às 19:30hrs.

















Vai até dia 10 de novembro a Retrospectiva das pinturas de Rubens Zaccharias Jr no MuBE

A exposição "Paisagens Mínimas e Outras Paisagens" exibe série de obras feitas entre 1996 e 2012 do importante artista da cena independente da geração de 80


Cerca de 35 telas em grandes, médios e pequenos formatos pintadas entre 1996 e 2012 pelo artista brasileiro Rubens Zaccharias Jr. vão compor a mostra Paisagens Mínimas e Outras Paisagens que entra em cartaz no Museu Brasileiro da Escultura no dia 11 de novembro e fica até 10 de dezembro.
<![if !vml]><![endif]>Importante artista que ganhou representatividade nos círculos alternativos nos anos 80, as pinturas de Rubens Zaccharias Jr. carregam marcas de uma arte nacional que prioriza a expressão da materialidade da tinta/cor ao invés do apelo excessivo à figuração. Sob curadoria de Roberto Carvalho de Magalhães, a mostra é inédita no Brasil e foi criada especialmente para o MuBE.
Rubens Zaccharias Jr é professor do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e também do setor de atendimento e orientação da Unesp.
Sobre o MuBE
O Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) desenvolve extensa e diversificada programação cultural, com exposições, cursos, seminários, palestras, recitais de piano, cinema e teatro. São realizadas, em média, 25 exposições por ano, com mostras de artistas renomados, nacionais e internacionais, com espaço para novos talentos.
O museu recebe, aproximadamente, 150 mil visitantes por ano. As exposições contam com visitas educativas para crianças, estudantes, grupos de terceira idade e o público em geral.
O MuBE conta com apoio institucional de 3M, Stella Artois, Kettel One e BMW, viabilizado via ProAC / Governo do Estado de São Paulo.
Serviço
MuBE - Museu Brasileiro da Escultura
Data: 11 de novembro a 10 de dezembro de 2012
Vernissage: 10 de novembro, às 19h.
Entrada gratuita
Endereço: Av. Europa, 218. São Paulo
Informações: 11 2594-2601, mube@mube.art.br
Horário de funcionamento: Terça a domingo, das 10h às 19h

Paulo Bruscky expõe obras inéditas no Ecomuseu de Itaipu

Até o dia 17 de março de 2013, iguaçuenses e turistas poderão conferir as obras do artista, organizadas em dois espaços do Ecomuseu. No primeiro, será relatada a performance que Bruscky realizou em setembro, no Parque Nacional do Iguaçu: "OperAção nas Cataratas". Neste espaço também serão incluídos trabalhos anteriores do artista que tenham a água como principal componente, assim como algumas obras acerca da visão.


Num segundo ambiente estarão cerca de 50 outros trabalhos de Brusky, que fazem parte do acervo do curador, amigo do artista há vários anos.
Nessa "reunião de peças" será possível conhecer a polifonia do autor, com
poemas visuais, fotografias, classificados, livros de artista e
livros-objeto, vídeos, objetos, poesia sonora, obra gráfica, xerox, obra com carimbos, entre outros materiais.


Fotografias da intervenção nas cataratas e imagens de obras do acervo de Adolfo Najas compõem o catálogo da exposição, com 64 páginas, que será lançado também no dia 13. O documento deve incluir material inédito da coleção de Navas, que é um dos maiores admiradores do trabalho de Bruscky.


A exposição e o catálogo foram produzidos com apoio da Itaipu Binacional, Universidade da Integração Latino-Americana (Unila), Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Livraria Universitária Kunda e Programa PET – Conexões de Saberes.


Livro


Além da exposição, durante sua estadia em Foz do Iguaçu, o artista deve participar de outras atividades. Uma delas será na Livraria Kunda, no dia 12, quando acontece o lançamento do livro Poiesis Bruscky, de autoria de Adolfo Navas.





Durante a I Semana de Mediação Cultural da Unila, o artista participará de um bate-papo com os estudantes, junto com o professor Fernando Faria e do curador da mostra. O evento é organizado pelo curso de Letras, Artes e Mediação Cultural da Unila, em parceria com a Livraria Kunda, PET – Conexões de Saberes e Ecomuseu da Itaipu.





Sobre o artista


Paulo Roberto Barbosa Bruscky nasceu no Recife (PE), em 1949. Artista multimídia e poeta, possui uma obra marcadamente experimental, desde o início até hoje. É pioneiro, no Brasil, na arte xerográfica e postal.
Realiza filmes, vídeos e vários livros de artista, além de organizar diversas exposições coletivas de artistas envolvidos com esse tipo de trabalho.


Em 1981, Bruscky ganha uma sala especial na 16ª Bienal
Internacional de São Paulo. No mesmo ano, recebe um prêmio da Fundação Guggenheim, e passa a desenvolver suas pesquisas em Nova York e em Amsterdã.


Em 2004, a 26ª Bienal de São Paulo transportou todo o arquivo de cartas, filmes e anotações do artista de Recife para uma sala especial na mostra. Em 2009, ganhou sala especial na Bienal de Havana e participou da 7ª Bienal do Mercosul. Em 2010, fez parte da 29ª Bienal Internacional de São Paulo e, em 2012, da Trienal Poli/Gráfica de San Juan, em Porto Rico.


Sobre o curador


Adolfo Montejo Navas é poeta, crítico, curador independente, tradutor e artista visual. Colaborador de diversas publicações culturais da Espanha e do Brasil, é correspondente no Brasil da revista de arte internacional Lápiz, de Madri, desde 1998, onde publica periodicamente ensaios e artigos. Foi correspondente do jornal espanhol El Mundo (Madri) e crítico de arte do site no.com.br. Atualmente, faz parte da equipe
editorial de K - Jornal de crítica e do site literário
www.lagioconda7.art.br, assim como da revista Pomares.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Arte em tempo real

Idéias Online – Arte Contemporânea e Cultura Digital

ARTE EM TEMPO REAL

A execução ao vivo de imagens, sons e dados, como no Live Cinema, é um dos caminhos que a arte performática está trilhando. Na medida em que propõe à platéia uma experiência compartilhada e única, a arte em tempo real pode ser vista como uma forma de resistência à cultura do entretenimento? Estas são questões que irão pautar o último debate da edição 2012 de Ideias Online, que acontece no dia 04 de dezembro, às 19h30, com a presença da apresentadora Marina Person e do multiartista Luiz Duva. Com mediação do jornalista e escritor Xico Sá, o debate acontece no Cinema, é gratuito e terá transmissão ao vivo pelo twitter @CCBB_SP.

Com o objetivo de refletir sobre a relação entre arte contemporânea e cultura digital, o projeto Ideias Online reuniu no Centro Cultural Banco do Brasil artistas e intelectuais como Bruna Lombardi, Cláudio Assis, Caco Ciocler, Daniel Ganjaman, Fábio Moon, Fabrício Carpinejar, Gabriel Bá, Grace Gianoukas, Ivana Bentes, Joca Reiners Terron, José Roberto Aguilar, Laerte, Luiz Fernando Ramos, Paulinho Serra, Tulipa Ruiz.

 


Marina Person é formada em Cinema, pela Eca/USP. Dirigiu o curta-metragem  Almoço Executivo (1996), que recebeu os prêmios de Melhor Direção nos Festivais de Cinema de Gramado e RioCine. Como atriz participou de Bens Confiscados, de Carlos Reichenbach, e O Casamento de Romeu e Julieta, de Bruno Barreto, entre outros. Em 2007 lançou Person, documentário que dirigiu sobre seu pai, Luiz Sérgio Person, diretor de São Paulo S/A e O Caso dos Irmãos Naves. Trabalhou durante dezoito anos na MTV Brasil, onde apresentou, dirigiu e fez reportagens para diversos programas entre eles o Cine MTV, MTV Movie Awards, Contato MTV e Meninas Veneno, programa de debates com temas femininos, que ganhou o prêmio APCA de Melhor Programa de Televisão em 2002. Protagonizou a primeira minissérie de ficção da emissora, Casal Neura. Em 2009, dirigiu a peça Ménage, com Domingas Person e Ivo Müller. Em 2011, começou a trabalhar na TV Cultura, onde apresentou o Cultura Retrô e, a partir de maio de 2012, o programa Metrópolis, aos domingos. Também apresenta, no Canal Brasil, O Papel da Vida. Atualmente trabalha em seu primeiro longa-metragem de ficção, A Vida Não é Filme.



Luiz Duvaé artista experimental no campo da videoarte, performance e novas mídias. Desenvolve desde o início dos anos 1990 narrativas pessoais em vídeo, bem como uma série de experiências com videoinstalações. Desde 2000, vem se dedicando ao live images, termo por ele cunhado para designar a manipulação de imagens e sons em tempo real em ambientes imersivos; à criação e apresentação de composições audiovisuais, de projetos de live cinema, e ao desenvolvimento de conteúdo para diferentes mídias: TV, internet e celular. Duva também é um dos criadores e o diretor artístico da Mostra Live Cinema, mostra de performances audiovisuais que acontece anualmente no Brasil desde 2007.
 Crédito das fotos: Divulgação

 

As senhas para o debate
Arte em Tempo Real devem ser retiradas com uma hora de antecedência, na bilheteria. O CCBB fica na Rua Álvares Penteado 112, tels.: 3113-3651 ou 3113-3652. Estacionamento conveniado: Estapar Estacionamentos (Rua da Consolação 228, Edifícos Zarvos) R$ 15,00 pelo período de 5 horas. É necessário carimbar o ticket na bilheteria do CCBB.



PARA ROTEIRO

Evento: Idéias Online – Arte Contemporânea e Cultura Digital

Patrocínio: Banco do Brasil

Realização: Centro Cultural Banco do Brasil

Idealização/Curadoria: Beatriz Carolina Gonçalves


Debate: Arte em Tempo Real

Data: 04.12.2012 – Terça-feira

Horário: 19h30

Debatedores: Luiz Duva e Marina PersonMediação: Xico Sá


Classificação indicativa: 12 anos

ENTRADA FRANCA - mediante retirada de senha, distribuída com uma hora de antecedência.


Centro Cultural Banco do Brasil
Rua Álvares Penteado, 112 - Centro - São Paulo
(próximo às estações Sé e São Bento do Metrô)
Informações: (11) 3113-3651 / 3113-3652
bb.com.br/cultura e twitter.com/ccbb_sp
Acesso e facilidades para deficientes físicos // Ar-condicionado // Cafeteria Cafezal // Loja CCBB


Estacionamento conveniado:

Estapar Estacionamentos

Rua da Consolação, 228 (Edifícos Zarvos)

(R$ 15,00 pelo período de 5 horas. Necessário carimbar o ticket na bilheteria do CCBB).


Van faz o transporte gratuito até as proximidades do CCBB – embarque e desembarque na Rua da Consolação, 228 (Edifício Zarvos) e na XV de novembro, esquina com a Rua da Quitanda, a vinte metros da entrada do CCBB.

 

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Pato Fu | Sesc Santo André

 


Sesc Santo André traz Pato Fu

Uma das bandas mineiras mais reconhecidas se apresenta na sexta-feira, dia 07 de dezembro, às 21h, no Espaço de Eventos do Sesc Santo André.

Nascida em Belo Horizonte, no ano de 1992, o grupo tem em seus 20 anos de carreira presença em grande festivais como Hollywood Rock (abrindo para The Cure e Smashing Pumpkins), Rock In Rio 3 (na mesma noite de Oasis e Guns´n´Roses) e vários outros importantes eventos locais.

Seu estilo descontraído e voz doce da vocalista Fernanda Takai cativam o público, buscando sempre uma inventividade sonora a cada novo álbum. Um exemplo disto é seu último trabalho, "Música de Brinquedo", o décimo da carreira, que trabalha com grandes clássicos do pop nacional e mundial, tocados com instrumentos originalmente feitos para crianças.

O show no Sesc contará com clássicos e músicas novas, mesclando sucessos de álbuns como "Gol de Quem?", "Televisão de Cachorro", "Isopor", "Ruído Rosa" e "Música de Brinquedo". Com Fernanda Takai, John Ulhoa, Ricardo Koctus, Xande Tamietti e Lulu Camargo.

SERVIÇO:

PATO FU
07/12. Sexta, às 21h.
No Espaço de Eventos.
Não recomendado para menores de 10 anos
R$ 32,00 (inteira); R$ 16,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 8,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).


SESC Santo André

Rua Tamarutaca, 302 - Vila Guiomar - Santo André – SP.

Informações: (0xx)11 4469-1200

Acesso para deficientes físicos

Estacionamento no próprio SESC: R$ 3,00 a primeira hora e R$ 1,00 cada hora adicional (desconto de 50% para matriculados)


--



terça-feira, 13 de novembro de 2012

"Resíduo & Memória" entra em cartaz na Biblioteca Nacional com raridades encontradas no lixo

 

 

Arquivo raro formado por objetos recolhidos por catadores fazem parte da mostra, revelando as riquezas culturais ignoradas por muitas pessoas.

 

O Plano Nacional de Obras Raras, da Fundação Biblioteca Nacional (Planor/FBN/MinC) promove a mostra “Resíduo & Memória – O acervo raro recolhido pelo Programa de Coleta Seletiva do Bairro de São Francisco”, em cartaz no segundo andar da Biblioteca Nacional. Ela conta com parte de um rico acervo cultural de valor local e nacional que se perdia diariamente no lixo da cidade de Niterói. O trabalho é resultado da parceria entre o PLANOR e o professor Emílio Maciel (UERJ – UFF), coordenador do programa.

 

A mostra traz cerca de 40 peças com grande valor histórico nacional e mundial como o selo Olho de Boi, primeira chancela oficial emitida no Brasil em 1843; os livros: Une Fête Brésilienne, célébrée à Rouen en 1550, de Ferdinand Denis, publicado em 1850 e Cozinheiro Imperial, primeiro livro sobre culinária publicado no país, em 1881; além de medalhas emitidas pelo centenário da independência e pela participação da I Guerra Mundial.

 

 Como observado acima, o projeto, criado em 1985, separa peças com valor cultural entre os materiais recicláveis recolhidos no bairro. Emílio Maciel, idealizador e coordenador do projeto, frisa que “desde o inicio o projeto não pretende formar ‘acervos curiosos’ ou ‘museus do lixo’, e sim despertar um sentimento de valorização e zelo por materiais culturais que temos em casa”.

 

“Resíduo & Memória” levanta questões sobre a trajetória dos materiais nas próprias residências como mudanças de moradia, falta de espaço, infestação de cupins ou traças, e principalmente falecimento, quando o tradicional e rápido descarte dos objetos podem trazer desastrosas conseqüências.

 

 

Resíduo & Memória  
Local: 2º andar da Biblioteca Nacional (Avenida Rio Branco, 219 - Centro – Rio de Janeiro – RJ)
Data: até janeiro de 2012.
Horário:
Segunda a Sexta das 9h às 20h. Sáb. das 9h às 17h. Entrada Franca

 


Mostras
– Durante todo o ano a Fundação Biblioteca Nacional procura realizar pequenas e breves mostras para expor ao público parte do seu acervo. Não são exposições elaboradas visualmente, mas sim com alta qualidade de pesquisa e informações, as vezes marcando uma efeméride importante, as vezes retratando uma personalidade ou uma coleção de livros, cartografias, imagens e raridades que fazem parte dos mais de nove milhões de itens, dessa que está entre as dez maiores bibliotecas nacionais do mundo.

 

Revolução Russa

Por Da Redação - agenusp@usp.br

No dia 23 de novembro, às 18 horas, acontece a palestra 95 anos da Revolução Russa: história e historiografia, no Auditório do departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. O evento é uma atividade conjunta entre o Laboratório de Estudos da Ásia (LEA) da USP, o Instituto Caio Prado Jr. e o Grupo de Pesquisa GMarx da USP.

Os palestrantes são: Oswaldo Coggiola, da USP e autor de Outubro de 1917: a revolução russa, (Lázuli. 2005.), Lincoln Secco, da USP e autor de Marx: da economia à Revolução, (LCTE. 2009.), Milton Pinheiro, da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) e autor de Outubro e as Experiências Socialistas do Século XX (Quarteto. 2011.), e Angelo Segrillo, da USP e autor de Historiografia da Revolução Russa: antigas e novas abordagens, disponível neste link.

O evento é gratuito e não exige inscrição prévia. O endereço é Av. Prof. Luciano Gualberto, 315, Cidade Universitária, São Paulo.

Mais informações: site http://lea.vitis.uspnet.usp.br/

 

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

SãoPaulo promove Fórum Internacional de Moda Inclusiva e Sustentabilidade


O encontro acontecerá no MuseuBrasileiro da Escultura e promoverá debates sobre moda e sustentabilidade parapessoas com deficiência

No dia 13 de novembro, acontece no Mube (MuseuBrasileiro da Escultura) o 1º Fórum Internacional de Moda Inclusiva eSustentabilidade. O encontro é uma iniciativa da Secretaria de Estado dosDireitos da Pessoa com Deficiência e será uma oportunidade para estudantes e profissionaisde diversas áreas discutirem tendências, debaterem novas ideias e trocaremexperiências no âmbito da moda inclusiva e mercado têxtil. O Fórum seráministrado pela pela coordenadora do concurso Moda Inclusiva, Daniela Auler e ajornalista Camila Yahn.



Na mesma data, a partir das 19h, acontecerá odesfile das 20 peças finalistas da 4ª edição do Concurso Moda Inclusiva. Entreos finalistas estão quatro paulistas, três universitários e um estudante denível técnico que concorreram com um lookcada um.



Ostemas discutidos no seminário serão em torno da deficiência na moda, impacto damoda inclusiva em comparação a convencional e o mercado consumidor. Ao todo estãoabertas 190 vagas, destinadas para todo o público que pode se inscrever atravéssite http://modainclusiva.sedpcd.sp.gov.br.Os participantes terão direito a certificado departicipação que será entregue no final do encontro.



O Brasil tem hoje cerca de 45 milhõesde pessoas com deficiência. Somente no Estado de São Paulo, esse número ultrapassa9 milhões. Há um mercado potencial enorme de produtos e serviços para atenderas demandas específicas desse segmento.



Serviço:

1º FórumInternacional de Moda Inclusiva e Sustentabilidade

Data: 13de novembro


Horário:Das 14h às 18h

Inscriçõespelo site: http://modainclusiva.sedpcd.sp.gov.br

Entrada gratuita



UFSCar realiza III Semana de Estudos da Geografia entre os dias 7 e 9 de novembro



Evento conta com mesas-redondas, minicursos e apresentações culturais


O campus Sorocaba da UFSCar promove, entre os dias 7 e 9 de novembro de 2012, a III Semana de Estudos da Geografia. O evento é realizado pelo Centro Acadêmico Geografia Sorocaba (CAGEOS), em parceria com a Coordenação do curso de Licenciatura em Geografia, e contará com mesas-redondas, minicursos, apresentação cultural e de pôsteres.

A atividade está embasada em três vertentes, sendo a primeira relacionada ao debate, com caráteres histórico e geográfico, sobre a energia sustentável. A segunda estabelece debates sobre a expansão dessa energia; e a terceira vertente refere-se às discussões sobre os impactos sociais decorrentes dos problemas ambientais extremos.

O objetivo da Semana também é propiciar a apresentação de trabalhos elaborados pelos alunos, resultados de suas pesquisa em Iniciação Científica, trabalhos de disciplinas, dentre outros. Pré-inscrições e demais informações podem ser obtidas no blog http://segufscar2012.blogspot.com.br.