quarta-feira, 19 de outubro de 2011

35ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo



Personagem Piteco de Mauricio de Sousa no cartaz e vinheta de apresentação


Mauricio de Sousa ficou surpreso quando Leon Cakoff o convidou para criar o cartaz do maior evento do cinema no Brasil. O personagem Piteco foi o escolhido, então, para mostrar que o homem já criava o story bord na época das cavernas. O início da noção de movimento. Para Mauricio de Sousa, esse trabalho é também uma homenagem ao evento e a seus criadores: Cakoff e Renata de Almeida.

A morte de Cakoff, no último dia 14 de outubro, repercutiu internacionalmente e fez Mauricio divulgar uma nota onde lembra o amigo e sua grande contribuição ao meio cultural brasileiro.
“Leon Cakoff é um antigo amigo que me dava dicas de filmes. Todas certeiras e ótimas. Um ser de uma profundidade incrível em tudo o que fazia. Lembro de nosso último encontro em Maresias(SP), no ano passado. Comecei a desenhar um personagem na areia da praia e ele me entusiasmou a desenhar uma história em quadrinhos para as crianças que rodeavam para ver. Quando sai, as crianças pegaram gravetos e palitos de sorvete para continuarem a historinha.  Um exemplo de como ele sempre encontrava um viés para agradar ao público. Nesse ano fiquei surpreso com  a indicação dele em pedir para usar o Piteco para o cartaz da tradicional Mostra de Cinema de São Paulo. Nem consegui agradecê-lo. Mas faço isso agora de público ao homem que resolveu estrear no céu junto com seu grande evento.” - Mauricio de Sousa
A 35ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo acontecerá de 21 de outubro a 3 de novembro. Informações: http://www.mostra.org/

A vinheta de apresentação pode ser acessada pelo http://35.mostra.org/#!prettyPhoto/1/

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Programação do Festival Literário da Região Metropolitana de Curitiba


Programação do Festival Literário da Região Metropolitana de Curitiba
3 a 13 de Novembro de 2011
Locais - Praças Getúlio Vargas e 8 de Janeiro, em torno da
Biblioteca.
Promoção- Prefeitura de São José dos Pinhais


Eventos Regionais de Atendentes de Bibliotecas Públicas do Paraná
Oficinas: Poesia
Contação de histórias


03/11/2011 – Quinta-feira

9:00h - Abertura
9:30h - Recital com Cléo Busatto
13:30h – Momento do Escritor - Alex Couto
14:30h – Contação de Histórias - Cléo Busatto

CLÉO BUSATTO é escritora com obras literárias para crianças. Também produz e narra histórias em CD-ROMs. O material é resultado da sua pesquisa sobre narração oral no meio digital. Mestre em Teoria Literária pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e mediadora em projetos sobre oralidade, leitura e literatura infanto-juvenil. Publicou livros teóricos sobre oralidade. Nos últimos cinco anos capacitou mais de 50.000 pessoas. Atua como narradora oral. Suas histórias já foram ouvidas por mais de 75.000 pessoas no Brasil e exterior É autora de 19 obras, entre livros para crianças, teóricos e CD-ROMs. Suas obras fazem parte de programas de leitura e catálogos internacionais, como o Bologna Children’s Book Fair
19:00h - Solenidade de Abertura
20:00h – Palestra Magna “O Valor da Arte” – Alcione Araújo

 ALCIONE ARAÚJOnascido em Minas Gerais, vive no Rio de Janeiro desde os anos setenta. Nos anos 80, deixou a carreira de professor universitário, com pós-graduação em filosofia, para se tornar escritor profissional. Dramaturgo, romancista, cronista, ensaísta, curador, tradutor, roteirista de cinema e de televisão e conferencista.

1973. Escreveu dezoito peças, encenadas no Brasil, Argentina, México, Venezuela, Espanha, Portugal, Holanda, Romênia, etc. Recebeu prêmios por várias peças, entre eles o Moliére de Melhor Autor. Literatura. Estréia: 1998. Nem mesmo todo o Oceano, romance, Editora Record, 1998. Finalista do prêmio Jabuti.  Urgente é a Vida, crônicas, Editora Record, 2004. Prêmio Jabuti, 2005. Escritos na água , Editora Leitura, 2006. Pássaros de vôo curto, romance. Editora Record, 2008. Cala a boca e me beija, crônicas, Editora Record, 2010. Ventania, romance.Editora Record, 2011. Edições em colaboração: O livro dos sentimentos, Ed. Guarda-chuva , 2006. Valores para viver. Ed. Guarda-chuva , 2005. Este seu olhar, Ed. Moderna , 2006. Betinho: Estreitos nós. Ed. Garamond, 2001. Para entender o Brasil, Ed. Alegro , 2001. Quesitos de Arte e Comunicação , Ed. Universidade de Passo Fundo , 2003.Roteiros de cinema. Estréia: 1983. Escreveu 11 roteiros de longa metragem, tendo sido premiado com o Kikito, do Festival de Cinema de Gramado, e o Candango, do Festival de Cinema de Brasília, de Melhor Roteiro. Principais filmes:Nunca fomos tão felizes, Jorge, um brasileiroPatriamada,A Faca de dois Gumes, ,Policarpo Quaresma, ,Essa terra. Moças de fino trato.Roteiros de televisão. Escreveu, entre outros trabalhos, a telenovela A idade da loba, o especial O Prodígio, Rede Globo. Telefilmes para a Antenne Deux (França), ZDF (Alemanha) Danish Broadcasting Corporation (Dinamarca). Série Em cena o autor, em dez episódios, sobre a vida e a obra de dramaturgos brasileiros - Tv Educativa Rio de Janeiro. Outras atividades: Consultor da Jornada Nacional de Literatura, de Passo Fundo/RS. Consultor do Projeto Leia Brasil. Membro do Conselho Editorial da Editora Perseu Abramo. Diretor da Coleção Dramaturgia de Sempre, Editora Civilização Brasileira. Membro do Conselho Editorial da revista Democracia Viva, do Ibase/Betinho. Presidente (2001/2002) da Ação da Cidadania conta a Fome, a Miséria e pela Vida, criada pelo sociólogo Herbert de Souza/Betinho

21:00h - Encerramento


Dia 04/11/2011 - Sexta-feira

9:00h - Abertura
9:30h - Contação de Histórias – Biblioteca Pública do Paraná
10:00h - Recital com Cléo Busatto
14:00h - Momento com  autor - Nina Rocha
 Nascida em Curitiba-Paraná Na adolescência, estudou magistério no Colégio Sagrado Coração de Jesus, do qual acredita ter saído grande parte da bagagem didática que hoje lhe acompanha, pois nessa época conseguiu compilar sua primeira caderneta de poesias, além de realizar a primeira literatura em forma de painéis.  A primeira faculdade foi realizada na antiga Faculdade de Reabilitação Tuiuti - hoje, UTP. Depois, realizou Pós- Graduação em Magistério Superior e em Psicopedagogia, com conclusão do Mestrado em Distúrbios da Comunicação em 1999, pela UTP. Foi professora no curso de Pós- Graduação do CIPPEX - Centro Internacional de Pesquisa, Pós Graduação e Extensão; e, da Faculdade São Judas Tadeu de Pinhais – FAPI.   Dedicou-se paralelamente ao trabalho clínico, às avaliações e triagens fonoaudiológicas em várias empresas Foi membro efetivo do Conselho Regional de Fonoaudiologia 3ª Região, por dois mandatos consecutivos. Nessa ocasião, terminada a gestão como Conselheira, iniciou um trabalho com atores paranaenses, o que lhe rendeu a função de fonoaudióloga-atriz, na Escola de Teatro Arte em Cena.  No ano de 2000, entrou para o curso de Direito na UNIANDRADE, cujo percurso foi interrompido no ano de 2003, mas, retomado em 2004, com as melhores notas da classe! Em meio às atividades acadêmicas, desenvolve palestras no Curso Parto Sem Medo, (no qual leciona desde 1993); participa de reuniões com o grupo do Centro de Atenção ao Idoso; assume duas turmas para lecionar hidroginástica na Academia de Natação “Popeye”; e, retoma o trabalho terapêutico. Agora, as atividades - principalmente as palestras e a escrita, assumem um forte caráter de transmitir mensagens positivas, de auto-ajuda e auto-estima!
14:30h – Palestra – “ Lei de Incentivo à Cultura e Alterações na Lei Rouanet
16:00h – Contação de Histórias - Cléo Busatto
18:00h – Encontro marcado – Leitura de Textos
19:00h – Palestra – “ A Verdade das Mentiras” – Alcione Araújo
20:00h   Lançamento do Livro “Ventania” - Alcione Araújo - Sessão de
    Autógrafos.

 21:00h - Encerramento




05/11/2011 - Sábado

9:00h - Abertura
10:00h - Contato de Histórias
11:00h – Roda de Capoeira – Elic
14:00h - Momento com escritor – Dalton Luiz Gandin
 DALTON LUIZ GANDIN – Professor de Filosofia e História – Escritor

15:00h -  Banda Tic-Tac Joe
17:00h - Bate Papo sobre Música e Literatura com Martinho da Vila e Alcione Araújo
 MARTINHO JOSÉ FERREIRA nasceu em Duas Barras, Rio de Janeiro, em 12 de fevereiro de 1938.  Pai de oito filhos e avô de sete netos, Martinho conservou o estado civil de solteiro até conhecer a jovem Clediomar Corrêa Liscano, que é conhecida como Cléo, e Martinho a chama de Preta Pretinha. O compositor surgiu para o grande público no III Festival da Record, em 1967, quando concorreu com o partido alto Menina Moça e no ano seguinte, na quarta edição do mesmo festival, lançando o clássico samba Casa de Bamba.  Sua carreira de cantor profissional iniciou-se no início de 1969 quando lançou o LP intitulado Martinho da Vila, que foi o maior sucesso do Brasil em execução e vendagem, com grandes sucessos como Casa de Bamba e O Pequeno Burguês e outras que se tornaram clássicos - Quem é Do Mar Não Enjoa, Iaiá do Cais Dourado e Tom Maior. Logo tornou-se um dos mais respeitados artistas brasileiros além de um dos maiores vendedores de disco no Brasil, sendo o primeiro sambista a ultrapassar a marca de um milhão de cópias com o CD “Tá delícia, Tá gostoso” lançado em 1995. Sua vida de sambista (ritmista, passista, compositor, puxador de samba enredo, presidente de ala e administrador) começou na extinta escola Boca do Mato. Ingressou e passou a dedicar-se de corpo e alma à Escola do Bairro de Noel em 1965 e a história da Unidos de Vila Isabel se confunde com a de Martinho que passou a seu chamado de o Da Vila. Nunca exerceu a presidência administrativa da escola, mas por várias vezes esteve à frente da agremiação da qual é o Presidente de Honra. Os sambas de enredo mais consagrados da escola são de sua autoria. Também criou vários enredos para desfiles, dentre os quais Kizomba, a Festa da Raça que está entre os mais memoráveis da história dos carnavais e garantiu para a Vila, em 1988, seu consagrado título de Campeã do Centenário da Abolição da Escravatura e colaborou em outros temas, entre os quais o Soy Loco Por Ti América, elaborado em parceria com os carnavalescos Alexandre Louzada e Alex Varela, que deu a Vila o título máximo do carnaval de 2006.   Nacionalmente conhecido como sambista, Martinho da Vila é um legítimo representante da MPB, com várias composições gravadas do exterior e considerado por muitos críticos como o melhor cantor do Brasil, interpretando músicas dos mais variados ritmos.  Embora compositor indutivo e cantor sem formação acadêmica, tem uma grande ligação com a música erudita e idealizou, em parceria como Maestro Leonardo Bruno o Concerto Negro, espetáculo sinfônico que enfoca a participação da cultura negra na música erudita, participou do projeto Clássicos do Samba sob a regência do saudoso Maestro Sílvio Barbato.      Além de compositor e cantor, é escritor autor de 10 livros. 
19:00h - Sessão de autógrafos
20:00h - Encerramento



06/11/2011- Domingo

09:00h as 17:00h – Multiplicidade Cultural da Região Metropolitana de Curitiba



7/11/2011 – Segunda-feira

9:00h – Abertura
9:30h - Momento com o escritor – Adélia Wollner
 Adélia Maria Woellner é uma escritora, advogada e professora universitária brasileira.
Formada em Direito pela Universidade Federal do Paraná, ela é a atual ocupante da cadeira nº 15 da Academia Paranaense de Letras.Adélia Maria Woellner integra a Academia Paranaense da Poesia, o Centro de Letras do Paraná, casa que presidiu de 1997 a 1999, e o Centro Paranaense Feminino de Cultura

10:00h - Contação de Histórias - Histórias da Água- Coordenação
                Secretaria do Meio ambiente
14:00h - Apresentação -Cléo Busatto
16:00h - Apresentação de dança - Elic
19:30h - Contação de Histórias – Pedagogia da FAMEC – Palestra – “ O Direito e a Literatura”
21:00h - Encerramento


8/11/2011 – Terça-feira

9:00h – Abertura
9:30h - Palestra - Bullying - Maria Tereza Maldonado
 MARIA TEREZA MALDONADO mora no Rio de Janeiro, é Mestre em Psicologia Clínica pela PUC-Rio, membro da American Family Therapy Academy e exerce a profissão desde 1971. Foi professora da PUC-Rio e da Universidade Santa Úrsula; coordenou equipes de psicologia em hospitais públicos e privados; atua em projetos sociais de algumas ONGs; trabalha com consultoria familiar; atua como palestrante em todo o Brasil; tem 34 livros publicados e 56 artigos em revistas especializadas no Brasil, Argentina e Estados Unidos; assinou a coluna Vida em Família na revista Vida do Jornal do Brasil; foi docente do Curso de Formação de Negociadores da FGV-RJ. Como consultora e psicoterapeuta, trabalha com pessoas de todas as idades; atuando em consultório e em projetos sociais, comunica-se com clareza com pessoas dos mais variados níveis sócio-culturais. Essa riqueza de experiências profissionais marca o estilo de seus livros e de suas palestras: é capaz de expor idéias complexas com total simplicidade, comunica-se com o público de maneira sensível e afetuosa, tem grande habilidade para transformar conceitos teóricos em aplicações práticas, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida na família e no trabalho. A partir de 2010, Maria Tereza utiliza instrumentos de percussão em seu trabalho como palestrante, convidando a platéia para cantar junto com ela músicas de sua autoria, cujas letras sintetizam as idéias principais apresentadas nas palestras.
11:00h - Sessão de autógrafos
14:00h - Palestra - Bullying- Maria Tereza Maldonado
15:00h - Contação de Histórias - Cléo Busatto
16:00h – Apresentação de Dança – Elic
19:00h – Mesa Redonda : Blogs – Coordenação de Gustavo Martins

LUIZ GUSTAVO MARTINS Contista pequeno, lançou o livro "MiniContos Perversos & Outras Licenciosidades", Antes que você pergunte, não são contos curtos porque o cara é preguiçoso. Segundo os mini e microescritores, os textos curtos têm mais energia. Largado no mundo gosta de saborear a vida em colhera das grandes. E desse jeito de perceber as coisas vieram as histórias. Algumas recebeu de presente, outras vivenciou: sobre duas rodas, acompanhado do rock e do blues, da cerveja com os amigos e principalmente DELAS, razão de toda beleza e delicadeza que há neste mundão sem nexo.
21:00h - Encerramento


9/11/2011 – Quarta-feira
 
Eventos Regionais de Atendentes de Bibliotecas Públicas do Paraná

9:00h - Abertura
9:30h – Apresentação de dança – Elic


10:30h - Nanocontos; Mínimas Letras em Máximas Narrativas – Edson Rossato

 EDSON ROSSATTO Autor do livro "Cem Toques Cravados" e especialista na escrita de nanocontos com exatos cem caracteres, abordará a literatura minimalista atual, evidenciada pelo Twitter. Mostrará também que micronarrativas não são exclusivas  do microblog, e que surgiram bem antes dele. Nasceu em São Paulo, Capital, em 1978. Formado em Letras, é escritor, editor de livros, roteirista de HQ e blogueiro. Publicou os livros"Mansão Klaus e outras histórias", "Curta-metragem – Antologia de microcontos" e "Cem Toques Cravados", todos da Andross Editora, além de ter organizado dezenas de antologias literárias. É roteirista da série "História do Brasil em Quadrinhos", da Editora Europa, tendo publicado os volumes"Independência" e "Proclamação da República". É criador e organizador do "HQ em Pauta", um evento destinado ao encontro de leitores e profissionais de quadrinhos. Seu conto Cartas a um irmão foi adaptado para o cinema. Mantém os blogshttp://www.cemtoquescravados.com/ e  http://www.toquesparamulheres.com

14:30h - Nanocontos; Mínimas Letras em Máximas Narrativas – Edson Rossato
15:00h – Sarau Literário – Oza Ventura e Dalton Gandin
16:00h - Contação de Histórias - Cléo Bussato
19:00h - Teorias da Conspiração : Quando a verdade se mistura com a
 Ficção - Sergio Pereira Couto
SÉRGIO PEREIRA COUTO é jornalista e escritor. Colabora regularmente com revistas de história Foi editor e repórter de revistas de ciência comoCiência Criminal e Discovery Magazine, além de editor-assistente de revistas de tecnologia como PC Brasil e Geek!. Tem textos, artigos e colaborações publicadas nas revistas Galileu e Planeta. É autor de 35 livros, com mais de cem mil exemplares vendidos somente no Brasil, entre eles os romances Sociedades SecretasInvestigação Criminal, Renascimento Help – A Lenda de Um Beatlemaníaco..Mantém a divulgação constante de suas atividades literárias no blog Canto do Oráculo e divide seu tempo com a edição da revista LEITURAS DA HISTÓRIA, da editora Escala.
20:00h – Banda Sertaneja
21:00h - Encerramento



10/11/2011 – Quinta-feira
 
Eventos Regionais de Atendentes de Bibliotecas Públicas do Paraná

9:00h- Abertura.
9:30h - Contação de Histórias –Biblioteca Pública do Paraná
9:40h – Mesa Redonda – Políticas de Incentivo à Leitura
14:00h - Contação de Histórias.
15:00h – Apresentação de Dança – Elic
16:00h - A literatura de Cordel - José Mauro de Vasconcelos- -Junior do Bode

 Júnior do Bode - A inteligência humana transcende os parâmetros normais e habituais do homem. Os acasos e as surpresas desmoralizam as leis e provocam mudanças necessárias às transformações, para que surjam os valores. É assim que observamos o comportamento de José Mauro de Alencar, mais conhecido como: Junior do bode. Nascido na região de Crajubar, mais precisamente na cidade do Crato, Ceará, onde passou pouco tempo. O poeta migrou para Exu, Pernambuco, e foi lá que recebeu os primeiros acordes musicais da natureza e os fluidos da "Chapada do Araripe", além do eco da sanfona de Gonzagão. Essa "Ave migratória" alçou vôo por várias cida-des do interior pernambucano inclusive, Venturosa, terra do cantador Lourinaldo Vitorino, dos aboia-dores: Seu É e Didi, acompanhando seus pais, por força de trabalho. Na função de andarilho forçado, Junior foi captando as imagens da flora, da fauna e dos céus agrestino/sertanejo que lhe custou um aprendizado para um futuro poético. Hoje, o Recife é o seu Porto Seguro, pois é na "Veneza Brasileira", que ele desenvolve um trabalho literário digno, de sacrifício, onde encontrou vários amigos e cúmplices. De personalidade irrequieta, energia à flor da pele, esse poeta fundiu a cultura sertaneja recheada de favela e macambira, para juntar-se à "lama de Santo Amaro", na pessoa de Érickson Luna, poeta independente, maldito e sublime. Hoje, o poeta é monitorado por Jorge Filó, poeta do Pajeú, e vistoriado pela diva dos Independentes: Cida Pedrosa, de Bodocó, cidade sertaneja localizada nos aceiros do Exu. Poeta, cordelista, declamador, sócio da Unicordel, estudante de jornalismo, Junior também faz xilogravura. Com o livro Guia de poeta cego tem verso de toda cor. Os leitores têm a oportunidade de conhecer a produção poética desse jovem promissor. Acreditamos que virá mais coisa a posteriori. Ganhamos todos nós que cremos na força jovem, na linguagem do povo e na cultura nordestina.

16:30 – Homenagem aos 71 anos da Biblioteca Pública – Scharffenberg de Quadros
19:00h - Recital de Cordel - José Mauro Vasconcelos.
21:00h – Encerramento


11/11/2011 – Sexta-feira
 
Eventos Regionais de Atendentes de Bibliotecas Públicas do Paraná

9:00h - Abertura
9:30h - Contação de histórias.
10:00h - Encontro com Pedro Bandeira
14:30h - Projeto Leitura Nota 10 – Patricia Barboza

 Patricia Barboza -Patrícia Barboza escreve livros voltados para o público adolescente. Possui cinco trabalhos publicados: “Confusões de um Garoto”, “Os sete desafios”, “A primeira vez a gente nunca esquece”, “Sai da internet, Clarice!” e “Os quinze anos de Carol”. Os livros abordam de forma leve e descontraída essa fase tão cheia de dúvidas e conflitos, sobre a incansável busca do primeiro amor e os famosos e temidos "micos". Realizou cursos de especialização em Literatura Infantojuvenil e Produção Editorial. Além de dedicar-se aos livros, atua como palestrante do Projeto Leitura Nota 10 desde 2007.

15:00h – Apresentação de Cordel – José Mauro Alencar
19:00h - Palestra "Como conquistar o aluno que não gosta de Ler" com Pedro Bandeira

PEDRO BANDEIRA Nasceu em Santos, SP, em 9/3/1942.
Desde muito jovem, ainda em Santos, dedicou-se com entusiasmo ao teatro amador sob os auspícios de Patrícia Galvão, a Pagu, e foi por anos parceiro do grande dramaturgo Plínio Marcos. Ao transferir-se para São Paulo, fez teatro profissional como ator, diretor, cenógrafo e trabalhou com teatro de bonecos até 1967, além de dar aulas de Literatura Brasileira e Portuguesa para o Ensino Médio. Trabalhou em televisão em 1963 como apresentador de programas dirigidos para a jOvens e, de 1969 a 1984, protagonizou dezenas de comerciais para televisão. Desde 1962, porém, sua principal atividade profissional (aquela que lhe permitia a sobrevivência) foi a de jornalista (redator e editor) e em seguida a de publicitário (redator, diretor de criação e diretor de marketing). A partir de 1972 começou a escrever histórias para crianças, publicadas em revistas e vendidas em bancas de jornal pelas editoras Abril, Saraiva e Rio Gráfica, até que, em 1983, com a publicação de sua primeira história em formato de livro (O dinossauro que fazia au-au, pela Editora Moderna), passou a dedicar-se exclusivamente à criação de livros infantis e juvenis.É o autor de literatura juvenil que mais vende no Brasil (10,8 milhões de exemplares até 2009, além de 11,2 milhões adquiridos pelo governo federal para distribuição às bibliotecas escolares).Como especialista em letramento e técnicas especiais de leitura, profere conferências para professores em todo o Brasil

21:00h – Encerramento


12/11/2011- Sábado

10:00h - Premiação do Concurso de Linguagens Culturais – Prêmio de Literatura    Leopoldo Scherner e Prêmio de Fotografia Sebastião Cortes
15:00h -  Banda Oren´s
16:00h Novas Letras: Os jovens e os livros na era da tecnologia
com os escritores Enderson Rafael, Fernanda França, Tammy Luciano e Leila Rego.
 ENDERSON RAFAEL nasceu em Florianópolis, 1980. É formado em Comunicação Social pela ESPM-Rio, foi redator publicitário e hoje é comissário de voo. Terminou seu primeiro livro aos 19 anos e não parou mais: já são dois romances, dois roteiros de longa e dois ensaios escritos. É autor do romance "Todas as estrelas do céu", livro publicado em 2010 pela Editora Novas Ideias e que já teve uma centena de resenhas na internet e já está, em menos de um ano, em sua segunda edição.
 FERNANDA FRANÇA é paulistana, jornalista, escritora, apaixonada por felinos, elefantes, livros, madrugadas, brigadeiros e viagens de mochilão. Mora no interior de São Paulo com o marido, três gatos e alguns peixes. Trabalhou por 12 anos como repórter em rádio, sites, revistas e jornais. É pós-graduada em Comunicação Jornalística pela Cásper Líbero e possui cursos de especialização pelo Knight Center for Journalism in the Americas, da Universidade do Texas. O chick lit “Nove Minutos com Blanda” é seu primeiro livro publicado, mas Fernanda já tem prontos dois livros infantis e uma nova comédia romântica.
TAMMY LUCIANO é carioca, atriz, jornalista e escritora. Atua e escreve desde a adolescência. Foi colunista do JB online e do site Baguete Diário. Fez curso de roteiro em Washington DC, EUA. É autora dos livros “Fernanda Vogel na passarela da vida”, “Novela de Poemas” “Sou Toda Errada”. Na TV, foi repórter do TV Fama, fez participações em produções como UgaUga, Laços de Família, Senhora do Destino, Caminhos do Coração, Linha Direta e A Grande Família. Há 12 anos, monta espetáculos no Retiro dos Artistas com sua companhia Sobrinhos de Frida Kahlo. Costuma dizer que não bebe, não fuma, mas é viciada em uma caneta.
LEILA REGO é paranaense, mas mora no interior de São Paulo com seu marido e os dois filhos. Formada em Turismo, especializou-se em Recursos Humanos. Por paixão e amor às letras, hoje é escritora. “Pobre Não Tem Sorte 2: alguma coisa acontece no meu coração” é seu segundo romance. Também é autora de “Pobre Não Tem Sorte”, que está na sua segunda edição.


17:00h – Lançamento de Livro – Nilton Bobato

NILTON BOBATO, nascido em 1967, reside em Foz do Iguaçu, no Paraná, desde 1980, e esta região da tríplice fronteira, seus conflitos, sonhos e personagens, seu encontro de tragédias e vitórias, constrói o cenário principal de seus contos, crônicas e poemas. Professor de língua portuguesa é membro do Colegiado do Livro, Leitura e Literatura e do Conselho Nacional de Política Cultural (2010-2012). É vereador em Foz do Iguaçu pelo PCdoB (2009-2012) e autor dos livros RISOS DA FRONTEIRA (2003), PRATO FEITO (2005), PROSA DE SACADA (2005), SOBREMESA (2008) E UM BRINDE A TRÊS AMIGOS (2010). Em 2006, recebeu menção honrosa do Concurso Nacional de Poesias “Helena Kolody” com o poema “O MURO E O CORPO”. Em 2007, foi o único brasileiro a integrar a antologia latino-americana de poesias “POETAS DE CARA AL SIGLO” com autores de 9 países.
18:00h – Encerramento
 
Programação sujeita à alteração



13/11/2011 – Domingo

9:00h as 17:00h - Multiplicidade Cultural da Região Metropolitana Curitiba