sexta-feira, 30 de julho de 2010

Exposição de La Greca no Banco Central do Rio de Janeiro

 

 

Exposição de La Greca no Banco Central

 

No próximo dia 3 de agosto, a artista plástica La Greca inaugurará a mostra “Rupturas e Turbulências”, sob a curadoria de Vagner Aniceto, no Espaço Cultural Banco Central, no Rio de Janeiro. 

 

Com várias técnicas e fases específicas de expressão de sua arte, La Greca é reconhecida hoje como uma pintora abstrata, que utiliza cores puras e fortes que resultam em equilíbrio e harmonia. Nesta individual, ela apresentará 24 quadros em acrílico sobre tela.

 

Suas obras transmitem emoção, cor e vibração. Possui uma rica bagagem, trazida de uma vida repleta de experiências, na qual sentimentos como o amor, a paixão, a raiva, a dor, a alegria e a ansiedade a levam a jogar em suas telas toda a emoção de sua vivência. Seu trabalho é gestual e energético, rompendo com as estruturas e os padrões convencionais. A artista pinta para expressar a emoção do viver e do sentir, resultando numa obra que transcende do real e do imaginário, mostrando o íntimo da sua existência rica, jovial, colorida, ardente e criadora.

 

Natural de Recife (PE), Lourdes La Greca é sobrinha do pintor já falecido Murillo La Greca, com quem teve suas primeiras lições. Ao longo de sua carreira, participou de diversas exposições individuais e coletivas no Brasil e no exterior, tendo acumulado inúmeros prêmios. Com obras presentes emndo mencionada  coletivas no Brasil e no exterior,  acervos de vários países, sua trajetória é marcada por importantes realizações, que lhe renderam homenagens de críticos renomados como Nelson Ganen, Artur da Távola, Walmir Ayala e Augusto Rodrigues, além de menções em conceituados livros de arte.

 

Serviço

“Rupturas e Turbulências” – Exposição individual de La Greca

Vernissage: dia 3 de agosto, a partir das 17 horas

Exposição: de 3 a 27 de agosto, das 9 às 16h30 (segunda a sexta-feira)

Local: Espaço Cultural Banco Central

            Av. Presidente Vargas, 730 – Subsolo 

Informações: (21) 2189-5282/5469/5338 ou e-mail: eventosrj@bcb.gov.br

Exposição de tambores abre nesta terça em Diadema

Diadema promove um mergulho na cultura percussiva brasileira

 

O Centro Cultural de Taboão oferece em agosto duas atividades que proporcionarão à população de Diadema um mergulho cultural da arte percussiva nacional: a Exposição de tambores Ylu Brazil, e a Oficina de Construção de Instrumentos e Ritmos Brasileiros.

A Exposição Ylu Brazil, com abertura marcada para a próxima terça-feira, 3 de agosto, apresentará um amplo cenário percussivo composto por aproximadamente 20 instrumentos de origem africana. Entre eles: xequerê, afoxé, tambor de folia, cajon, atabaque, berimbau, ylu soró e pandeirão.

Feitos artesanalmente, apresentam tanto suas características tradicionais como a visão particular do artista popular e luthier Afonsinho Menino, morador de Diadema, contextualizados à realidade contemporânea do País. “Trouxe os instrumentos para a contemporaneidade”, afirma. A técnica usada tem sido aprimorada constantemente, em mais de duas décadas de estudos, pesquisa e experimentações. A mostra ficará aberta durante todo o mês, encerrando a visitação no dia 31 de agosto.

“Ylu”, que significa tambor, e “Brazil”, escrito com “z”, representa a origem e a transculturação da arte percussiva que não delimita fronteiras, expondo não apenas um saber desenvolvido há milênios, mas sua atualidade e constante adaptação aos contextos micro e macro do universo humano e sonoro mundial-brasileiro.

Percussionista, luthier e pesquisador, Afonsinho Menino tem mais de 30 anos de contribuição à música. Identificou ainda bem jovem sua vocação, buscando formação específica em instituições de ensino reconhecidas, como o Conservatório Souza Lima.

Em sua carreira, atuou em grupos, bandas e trabalhos solos, tocando percussão ou fazendo arranjos musicais, inicialmente em Diadema e região metropolitana de São Paulo, posteriormente no interior. Há cerca de 18 meses retornou à capital paulista, marcando seu retorno aos palcos com o show “Qualquer Lugar”, realizado no início deste ano.

Desde 1989, também ministra workshops e oficinas de ritmos e construção de instrumentos, além de participar de montagens de instrumentos percussivos. “A luthieria proporcionou a mim um aprendizado diferente, enriquecendo meu trabalho como percussionista e músico”, afirma Afonsinho.

 

SERVIÇO

Exposição Ylu Brazil, por Afonsinho Menino

Data: de 6 a 31 de agosto

Local: Centro Cultural de Taboão

Gratuito

 

Luthieria e ritmos, sem mistério

 

Paralelamente a isso, serão realizadas duas Oficinas de Percussão, ambas também comandadas por Afonsinho Menino. Na primeira, marcada para dia 21 de agosto, das 10h às 13h, ele dará a Oficina de Confecção de Instrumentos. O foco está nos tambores, como atabaques e bongôs produzidos a partir de materiais tradicionais e alternativos como, por exemplo, tubos de PVC e papelão.

Na Oficina de Ritmos, marcada para dia 28, 10h às 13h, o músico ensinará aos inscritos a execução de temas brasileiros como baião, ciranda e bumba-meu-boi, de forma lúdica e didática, facilitando o aprendizado. Assim, as atividades permitirão um mergulho na própria identidade cultural brasileira e suas múltiplas influências sonoras e técnicas percussivas.

“Não tem mistério. A expectativa é promover uma vivência prática com a participação de todos”, garante Afonsinho Menino.

 

SERVIÇO

Oficina de Percussão, com Afonsinho Menino

Local: Centro Cultural de Taboão

Construção de Instrumentos

Data: 21 de agosto, das 10h às 13h

Oficina de Ritmos

Data: 28 de agosto, das 10h às 13h

 

 

quarta-feira, 28 de julho de 2010

XIX Semana de Estudos em Comunicação da UEPG

O Departamento de Comunicação – Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa/PR promove entre os dias 09 e 14 de agosto, a XIX Semana de Estudos em Comunicação da UEPG. Abrindo os trabalhos com o Café Cultural, na segunda-feira. As atrações são palestras, atividades culturais, a já popular Rádio Resistência, oficinas e mostras. Para saber detalhes a respeito da Semana de Comunicação, acesse os endereços eletrônicos http://agenciauepg.blogspot.com ou www.uepg.br/semanacom2010. As inscrições para oficinas custam de R$ 5,00 a R$ 10,00. As inscrições para a Semana, até o dia 06/08, custam R$ 20,00, depois R$ 25,00. Para fechar, na sexta-feira (13/08) e sábado (14/08), está agendada a realização da Jornada Beltraniana, como atividade comemorativa aos 25 anos do Curso de Comunicação Social/Jornalismo da UEPG. Participem!

terça-feira, 27 de julho de 2010

ENTREVISTA COM A ANA BEATRIZ BARBOSA SILVA

 

Excelente a explação da médica psiquiatra, Ana Beatriz Barbosa Silva, no programa RODA VIVA, da TV Cultura, desta última segunda-feira.

Mais uma vez, ela demonstrou competência, objetividade e coragem

em defesa da sociedade, colocando em evidência o grave problema

social que estamos vivenciando, na questão da violência.


Todas suas explicações demonstraram a grande necessidade de medidas eficazes para proteger a sociedade dos psicopatas, que são pessoas que nascem sem consciência, ou seja, sem qualquer vestígio de arrependimento ou remorso ao praticar maldades a quem quer que seja, visando o próprio benefício.


Essas pessoas por terem uma inteligência notável e, ao mesmo tempo, serem sedutoras conduzem com facilidade suas vítimas a caírem em suas cruéis armadilhas. Perversas, destruidoras de sonhos, provocam desde as mais desagradáveis situações até os mais tenebrosos acontecimentos, sempre em benefício próprio e prejuízo para os outros.


Entretanto como elas têm por si mesmas um enorme apreço a única coisa que bloqueia sua maldade é o castigo que possa ter como consequência.

Isso mostra o quanto a impunidade pode ser um estímulo para que novos crimes sejam cometidos. Não só a impunidade, como a falta de educação e de bons exemplos.


Sendo que a psicopatia está presente em qualquer classe social,

faz-se necessária uma supervisão através de uma avaliação

mental realizada por um médico psquiatra, para que nenhum profissional, na sua área de trabalho, possa acarretar prejuízos para um determinado grupo social ou até para uma população inteira.


São necessárias leis que reprimam o comportamento cruel do psicopata e crie um ambiente fraterno e amoroso dentro da sociedade.

Como a médica entrevistada relembra, o psicopata já nasceu com tendência à crueldade. E isto o difere do criminoso comum que, uma vez recuperado, não representa mais um perigo para a sociedade.

O psicopata precisa de um hospital psiquiátrico para receber tratamento; ser alvo de estudos da Medicina para que

a cura seja descoberta. E, nos níveis graves, não pode viver em sociedade.


Nas duas situações, porém, a punição não pode ser moldada com os mesmos requintes crueis utilizados pelo criminoso. Sua recuperação deve ser conquistada através do trabalho, da educação, da religião, de bons exemplos e de uma política que proporcione igualdade de direitos, de deveres e uma boa qualidade de vida para todos. Valorizando sempre o ser e não o ter.


                                         Nair Lúcia de Britto


 

"UM NOVO CAMINHO" - estreia 30 de julho de 2010

Enc. NLB 


UM NOVO CAMINHO

 

Indicado a cinco prêmios César e
vencedor na categoria de Melhor Atriz Revelação

Lançamento: 30 de julho de 2010

Aparentemente, o jornalista Hervé Chabailer (François Cluzet) tem tudo o que deseja; poucos sabem que ele é dependente do álcool. Seus problemas com a bebida fazem com que sua família o interne em uma clínica de reabilitação, onde ele entra em contato com personagens intensos e conhece Magali (Mélanie Thierry), muito mais jovem que ele, por quem se apaixona.

"Um filme profundamente humano (…) François Cluzet, sombrio, misterioso, tenso, irônico, deixa aflorar uma sensibilidade, uma dor, uma humildade comoventes." – Le Figaroscope

Título original: Le dernier pour la route
2009, 106 min, cor / (Áudio em Francês) Drama
Diretor: Philippe Godeau
Roteiro: Hervé Chabalier (livro), Philippe Godeau, Agnès de Sacy
Produzido: Philip Godeau
Diretor de Fotografia: Jean-Marc Fabre
Distribuição: IMOVISION

Elenco
François Cluzet                       Harvé Chabailer
Mélanie Thierry                        Magali
Anne Consigny                        Agnès
Michel Vuillermoz                     Pierre
Eva Mazauric                           Kris


Prêmio:
Indicado a cinco prêmios César e vencedor na categoria de Melhor Atriz Revelação (Mélanie Thierry).




"O Estranho em Mim", de Emily Atef, estreia dia 06 de agosto

Enc. NLB



                  
o Estranho em Mim filme da diretora alemã Emily Atef, que fala sobre depressão pós-parto, estreia em São Paulo no dia 06 de agosto.

Estranho em Mim conta a história de um jovem casal apaixonado, Rebecca, 32 anos, e seu namorado Julian, 34, que espera a chegada de seu primeiro filho. O mundo deles parece perfeito quando Rebecca dá à luz a um menino saudável. Mas ao invés do amor incondicional que esperava sentir, ela se vê imersa num redemoinho de sensações de impotência e desespero. Seu próprio filho lhe parece um estranho. Com o passar dos dias, fica cada vez mais aparente sua inabilidade para cumprir com as obrigações maternas. Incapaz de admitir seus sentimentos para alguém, nem mesmo para Julian, ela desce ao fundo do poço, a ponto de perceber que está se tornando uma ameaça à criança. Depois de um ataque de nervos, Rebecca é mandada para uma clínica. Lentamente, ela começa a desejar o toque, o cheiro e a risada de seu filho. Talvez um despertar da mãe que há dentro dela...

Alemanha, 2008, 99 min, CENSURA.
Diretora: Emily Atef
Elenco: Susanne Wolff, Johann von Buelow, Maren Kroymann, Hans Diehl, Judith Engel, Dörte Lyssewski.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

PAULÍNIA FESTIVAL DE CINEMA divulga a lista dos premiados de sua terceira edição

Encaminhado por Nair Lúcia de Britto
 

PAULÍNIA FESTIVAL DE CINEMA divulga a lista dos premiados de sua terceira edição

 

Fotos em alta resolução estão disponíveis no site www.culturapaulinia.com.br/imprensa_festival.php

 

A terceira edição do Paulínia Festival de Cinema terminou hoje, 22 de julho, com a exibição de 400contra1 – Uma História do Crime Organizado, de Caco Souza, e a entrega dos prêmios.  Os filmes da Seleção Oficial concorreram a 650 mil reais em prêmios e foram exibidos entre os dias 16 e 21 de julho, no Theatro Municipal de Paulínia.

 

O Júri Oficial de Longa-Metragem foi composto por: Di Moretti (roteirista), Ana Luiza Azevedo (diretora e roteirista), Wilson Feitosa (sócio-fundador da Europa Filmes), Sergio Augusto (jornalista e escritor) e Barbara Paz (atriz). Formaram o Júri de Curta-metragem: Juliano Luccas (ator, diretor e roteirista), Cirtina Lago (atriz), Bia Barcellos (produtora cultural), Miguel Barbieri Jr (jornalista) e Simone Yunes (programadora do CineSESC – SP).

 

Abaixo, segue a lista de premiados:

 

Filmes de longa metragem
Melhor Filme ficção: R$ 150.000 - 5xfavela – Agora por nós mesmos, de
de Manaira Carneiro, Wagner Novais, Rodrigo Felha, Cacau Amaral, Luciano Vidigal, Cadu Barcellos, Luciana Bezerra
Melhor Documentário: R$ 50.000 – Leite e Ferro, de Claudia Priscilla 
Melhor Diretor ficção: R$ 35.000 – Flavio Tambellini, por Malu de Bicicleta

Melhor Diretor Documentário: R$ 35.000 – Claudia Priscilla, por Leite e Ferro  
Melhor Ator: R$ 30.000 – Marcelo Serrado, por Malu de Bicicleta
Melhor Atriz: R$ 30.000 – Fernanda de Freitas, por Malu de Bicicleta   
Melhor Ator coadjuvante: R$ 15.000 – Marcio Vitto, por 5xFavela – Agora por nós mesmos , episódio Acende a Luz 
Melhor Atriz coadjuvante: R$ 15.000 – Dila Guerra, por 5xFavela – Agora por nós mesmos , episódio Acende a Luz
Melhor Roteiro: R$ 15.000 – Rafael Dragaud, por 5xFavela – Agora por nós mesmos 

Melhor Fotografia: R$ 15.000 – Gustavo Hadba, por Bróder  
Melhor Montagem: R$ 15.000 – Quito Ribeiro, por 5xFavela – Agora por nós mesmos 
Melhor Som: R$ 15.000 – Miriam Biderman e Ricardo Reis, por Bróder 
Melhor Direção de arte: R$ 15.000 – Alessandra Maestro, por Bróder  
Melhor Trilha Sonora: R$ 15.000 – Guto Graça Melo, por 5xFavela – Agora por nós mesmos  
Melhor Figurino: R$ 15.000 – Marcia Tacsir, por Desenrola  
Especial Júri: R$ 35.000 - Lixo Extraordinário, de Lucy Walker, João Jardim e Karen Harley    

Filme de curta-metragem - Nacional

Melhor filme: R$ 25.000Eu Não Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro 
Melhor Direção: R$ 15.000 – Cesar Cabral, por Tempestade
  
Melhor Roteiro: R$ 10.000 – Daniel Ribeiro, por Eu não quero voltar Sozinho 

Filme de curta-metragem - Regional

Melhor filme: R$ 25.000 Depois do Almoço, de Rodrigo Diaz Diaz
Melhor Direção: R$ 15.000 – Jonas Brandão, por
Um Lugar Comum
Melhor Roteiro: R$ 10.000 – Elzemann Neves, por Depois do Almoço  

Júri Popular
Melhor longa ficção: R$ 25.000 -  5xfavela – Agora por nós mesmos, de de Manaira Carneiro, Wagner Novais, Rodrigo Felha, Cacau Amaral, Luciano Vidigal, Cadu Barcellos, Luciana Bezerra
Melhor documentário: R$ 15.000 – Lixo Extraordinário, de Lucy Walker, João Jardim e Karen Harley    
Melhor curta metragem nacional: R$ 5.000 – Eu Não Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro   
Melhor curta-metragem regional: R$ 5.000 - Meu avô e eu, de Cauê Nunes


Prêmio da Crítica

Melhor curta-metragem: Eu Não Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro

Melhor longa-metragem: Bróder, de Jeferson De

 

 

 

Informações para a imprensa

 

BRASIL: F&M Procultura Assessoria de Imprensa

Telefone: 11 3263-0197

Margarida Oliveira: margom@uol.com.br

Carolina Moraes: carolina@procultura.com.br

 

PAULÍNIA E REGIÃO:

Telefone: 19 3874-8904

Ana Paula Silva: anapaulacultura@gmail.com

 



PARA NAVEGAR COM MAIS PRIVACIDADE USE O INTERNET EXPLORER 8. INSTALE GRÁTIS.

RODA VIVA - segunda-feira, 26 de julho de 2010 às 22h00 - Transmissão ao vivo pela Internet

Encaminhado por Nair Lúcia de Britto

 
ANA
 BEATRIZ BARBOSA SILVA
 
Médica psiquiatra e escritora

Psiquiatras alertam que a maneira de ser e de viver pode contribuir para uma cultura de violência. Na TV e no cinema, psicopatas ganham cada vez mais espaço e seus papéis adquirem quase status de heróis. As manchetes de jornais dão destaque aos crimes, assim como os telejornais exploram o assunto. Corrupção, pedofilia e casos de agressões dividem a atenção dos veículos de comunicação e dos cidadãos.

Ana Beatriz Barbosa é psiquiatra, especializada em medicina do comportamento e estudiosa das questões ligadas à violência. Ela se dedicou ao estudo do funcionamento do cérebro, transtornos e vários outros temas ligados ao comportamento humano. Ana Beatriz Barbosa é autora de sete livros, onde chama a atenção tipos de violência que precisam ser tratados como problema social.

Participam como convidados entrevistadores:
Renato Lombardi, comentarista da TV Record; Ivan Martins, editor-executivo da Revista Época; Cláudia Collucci, repórter de saúde do jornal Folha de S. Paulo e mestre em história da ciência pela PUC de São Paulo e Suzane G. Frutuoso, chefe de reportagem do jornal Diário de S. Paulo

Colaboradores:
Juliana Ferreira Fernandes, publicitária (http://twitter.com/jufernandes); Michel Micas Namora, publicitário (http://twitter.com/micasisses); Simône Noronha, médica (http://twitter.com/simonenoronhaMD) e William Biagioli, produtor audiovisual (http://www.flickr.com/wbiagioli).

Apresentação: Heródoto Barbeiro


Transmissão ao vivo pela Internet a partir das 21H00.


O Roda Viva é apresentado às segundas a partir das 22h00.
Você pode assistir on-line acessando o site no horário do programa.
http://www2.tvcultura.com.br/rodaviva
 


O INTERNET EXPLORER 8 AJUDA VOCÊ A FICAR LONGE DOS VÍRUS. DESCUBRA COMO.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Filmes com temática adolescente conquistam plateia de Paulínia


Filmes com temática adolescente conquistam plateia de Paulínia

O curta "Eu Não Quero Voltar Sozinho" e o longa "Desenrola" foram bem recebidos pelo público e receberam aplausos calorosos na noite de ontem (18) durante a quarta noite de programação do 3o Paulínia Festival de Cinema

As exibições deste domingo foram iniciados com o curta "Meu Avô e Eu", de Caue Nunes, diretor que ganhou três prêmios no evento do ano passado com o curta "Quem Será Katlyn?": júri popular, direção e montagem na categoria regional. "É um prazer voltar ao festival, ainda mais com a casa cheia", agradeceu o diretor ao subir no palco do Theatro Municipal de Paulínia antes da exibição do trabalho. O curta narra o drama de um jovem em busca de um emprego.

Logo em seguida, o documentário "As Cartas Psicografadas por Chico Xavier" levou o público às lágrimas ao apresentar depoimentos de pais e mães que perderam seus filhos e encontraram conforto nas cartas psicografadas pelo médium. "A motivação do filme foi tentar entender o sentimentos dessas pessoas ao receberem cartas psicografadas de seus filhos e como isso resignificou suas vidas", explicou a diretora Cristina Grumbach.

Mas a quarta noite do festival foi mesmo dos adolescentes, que protagonizam o curta "Eu Não Quero Voltar Sozinho" e o longa "Desenrola". Dirigido por Daniel Ribeiro, o curta narra de modo delicado a amizade entre Luciano (Guilherme Lobo), um adolescente cego, e seu novo amigo de colégio (Fábio Audi). O filme foi ovacionado e recebeu palmas calorosas do público presente.

Com o longa "Desenrola", de Rosane Svartman, a coisa não foi diferente, e o público foi conquistado pela linguagem jovem e descontraída da produção. O longa segue as aventuras e paixões da adolescente Priscila (Olivia Torres). "Pensei em várias coisas criativas para dizer antes de subir aqui, mas não tem como ser original", brincou a diretora antes da exibição do longa. "Essa é a primeira vez que o filme vai passar no cinema. A ansiedade é grande e a sensação é que não tem mais jeito. Só espero que curtam".

O Paulínia Festival de Cinema prossegue até o próximo dia 22. Além das exibições dos filmes em competição, todos os dias a programação do evento apresenta filmes de sucesso em apresentação especial na mostra paralela, sempre às 16h, no Theatro Municipal de Paulínia (confira programação completa no site www.culturapaulinia.com.br).
 

CineSESC - Programação de 23 a 29 de julho de 2010




CineSESC

Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César

São Paulo / SP

Fone: (11) 3087-0500

email@cinesesc.sescsp.org.br

 


Programação de 23 a 29 de julho de 2010

 

Lançamento exclusivo

 

VINCERE ("Vincere")

 

Marco Bellochio, Itália/França , 128min, 35mm, 2009. (16 anos).


Sinopse: O drama "VINCERE" retrata uma passagem ignorada pela biografia oficial do líder italiano Benito Mussolini, seu relacionamento com a primeira esposa, Ida Dalser, e o filho que tiveram juntos. Ida conhece Mussolini em Milão, quando ele ainda é o editor de Avanti! e ardente socialista que deseja liderar as massas na direção de um futuro emancipado, anticlérico e antimonarquista. Acreditando nos ideais de Mussolini, Ida vende todos seus pertences para financiar o jornal fundado por seu amado, o II Popolo d´Italia, e apoiá-lo em sua carreira política. Ao início da I Guerra Mundial, Mussolini se envolve com o exército e desaparece. Quando Ida o encontra novamente em um hospital militar ele está sob os cuidados de Rachele Guidi, com quem havia acabado de se casar. Ida exige que seus direitos como verdadeira esposa e mãe do filho de Mussolini sejam reconhecidos, mas é afastada a força. Por mais de 11 anos ela é mantida internada num hospital psiquiátrico e sem poder ver seu filho, que é mantido numa instituição religiosa. Mas Ida não irá desistir sem lutar.


Sessões: 14h30, 16h50, 19h10 e 21h30.


Ingressos: R$ 12,00 [6ª, sáb., dom. e feriados] / R$ 6,00 [idosos, estudantes, professores e usuários] / R$ 3,00 [trabalhador no comércio e serviços matriculados e dependentes] / R$ 10,00 [2ª, 3ª e 5ª feira] / R$ 5,00 [idosos, estudantes, professores e usuários] / R$ 2,50 [trabalhador no comércio e serviços matriculados e dependentes] / R$ 8,00 [4ª feira] / R$ 4,00 [idosos, estudantes, professores e usuários] / R$ 2,00 [trabalhador no comércio e serviços matriculados e dependentes].

 


CINECLUBINHO CINESESC

 

No mês das férias, o CineSESC traz uma programação especial voltada para o público infantil como a MOSTRA HAYAO MIYAZAKI com a exibição de três filmes dirigidos pelo diretor.  

 

A VIAGEM DE CHIHIRO ("Spirited Away")

 

Hayao Miyazaki, Japão, 2001, 122 min. (Livre).  

 

Chihiro é uma garota de 10 anos que acredita que todo o universo deve atender aos seus caprichos. Após saber através de seus pais que estarão mudando de cidade ela fica furiosa, sem fazer nenhum esforço para esconder sua raiva. Em meio a lembranças de seus amigos que terá que deixar, Chihiro percebe que seu pai se perdeu no caminho para a nova cidade onde irão morar, indo parar defronte um túnel aparentemente sem fim que é guardado por uma estranha estátua. Curiosos, os pais de Chihiro decidem entrar no túnel. Apesar dos pedidos para voltarem ao carro, Chihiro acaba seguindo junto com eles para descobrir que ele leva a um mundo aparentemente deserto, onde existe uma cidade sem nenhum habitante. Famintos, os pais de Chihiro decidem comer a comida que está disponível em uma das casas, enquanto que a própria Chihiro decide explorar um pouco a cidade. Entretanto, logo ela encontra com Haku, um garoto que lhe diz para ir embora da cidade o mais rápido possível. Ao reencontrar seus pais, Chihiro fica surpresa ao ver que eles se transformaram em gigantescos porcos, enquanto que misteriosos seres começam a surgir do nada. É o início da jornada de Chihiro em um mundo fantasma, povoado por seres fantásticos, no qual humanos não são bem-vindos. Vencedor do Oscar de melhor longa de animação.

 

Domingo, 25 de julho, 11h.

Grátis – retirada de ingressos com uma hora de antecedência. 

 


EXPOSIÇÃO CINEMAGNÉTICO

 

A exposição Cinemagnético propõe que o público interaja com cenas clássicas do cinema mundial. Por meio de figuras imantadas, as imagens espalhadas nas paredes do hall, podem ser modificadas de forma inusitada e divertida.


Para o desenvolvimento do projeto, foram convidados três ilustradores: Caeto e Tiago Judas brincam com cenas clássicas do cinema enquanto Luana Geiger apresenta versões de cartazes de filmes.
 
Hall do CineSESC - À partir de 23 de julho, 14h às 21h. Grátis

 


SÉRIE CURTÍSSIMA

 

Vídeos e animações com duração de aproximadamente 30 segundos, exibidos antes das sessões dos autores: Ana Luiza Dias Batista, Débora Bolsoni, Dulce Horta e João Loureiro.


Todos os filmes, vinculados entre si, seja pelo uso de uma mesma linguagem, seja pelo conteúdo são apresentados em ordem aleatória, antecedendo as sessões.


Diariamente, antes de todas as sessões.



LEVE SEU MESSENGER PARA ONDE VOCÊ ESTIVER PELO SEU CELULAR. CLIQUE E VEJA COMO FAZER.

MOSTRA CENA ÁFRICA



sessão cinéfila apresenta MOSTRA CENA ÁFRICA

 

Neste sábado, dia 24 de julho, a Sessão Cinéfila exibe o filme FINYÉ, de Souleymane Cissé. á A MOSTRA CENA ÁFRICA apresentará nove filmes, entre documentários e ficções, que tem como tema a África até o dia 28 de agosto.

 

A Sessão Cinéfila acontece sempre aos sábados, às 12 horas, na sala 3 do Espaço Unibanco de Cinema - Rua Augusta, 1475. Os ingressos tem preço promocional e custam R$ 5,00.

 

 

***PROGRAMAÇÃO***

 

Sábado, dia 24 de julho

Finyé

França, 1982, 105 min.

Direção: Souleymane Cissé.

Elenco: Balla Moussa, Ismaïla Sar, Oumou Diarra.

Dois adolescentes malinenses, Bah e Batrou, oriundos de classes sociais diferentes, se encontram no liceu. Bah é o descendente de um grande chefe tradicional. O pai de Batrou, governador militar, representa o novo poder. Ambos adolescentes pertecem à uma geração que recusa a ordem estabelecida e põe em questão a sociedade.

*Ganhador do Etalon de Yennenga, Fespaço 1983*



O INTERNET EXPLORER 8 AJUDA VOCÊ A FICAR LONGE DOS VÍRUS. DESCUBRA COMO.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Navalha na Carne, de Plínio Marcos por mais 2 domingos no Studio 184 na Praça Roosevelt

  Peça escrita por Plínio Marcos em três criativas noites de 1967 é a história de Neusa Sueli, Vado e de Veludo. A peça, realista e cruel mostra a vida de uma gente que vive cansada e com raiva, com medo e com vontade, mas que por razões diversas não consegue enxergar o outro como um ser humano nem desvencilhar seu destino das opressões impostas pelos poderosos e pelos que se julgam poderosos.

 A proposta da montagem do Grupo Livre Produção Cultural para essa peça já montada tantas vezes (é uma das peças mais montadas do dramaturgo Plínio Marcos) em excelentes encenações realistas, é partir para  uma estilização da ação corporal, quase como a que encontramos nos quadrinhos de Will Eisner.   O desafio lançado ao elenco pela diretora, Mônica Granndo,  é de buscar referências como o filme “Sin City”, os quadrinistas brasileiros, as tiras em quadrinhos dos jornais e o trabalho de precisão corporal que a dança e a mímica nos proporcionam.

  A critica já classificou esta peça como “um depoimento”, “uma peça missionária”, porque agride e interpela esta sociedade, e hoje, em 2010, ainda encontramos Neusas Sueli,  Vados e Veludos peregrinando, fazendo a vida em nossas ruas de São Paulo, numa realidade não muito diferente e talvez ainda mais crua que aquela do ano de 1967. A atualidade do texto, o universo das obras de Plínio Marcos e estas personagens ainda tão presentes em nossas vidas motiva a construção de um espetáculo com cores fortes, porém gastas, com movimentos desenhados para que, de alguma forma, este texto se reaproxime do público para o qual a violência está tão banalizada que não consegue mais enxergar mais esta realidade.

 O elenco é formado por Rita Brafer, Wanderley Damaceno e Admir Calazans. A assistência de direção é de Rick Conte, cenários e figurinos de Malu Munhoz, sonoplastia de Sérgio Yamamoto e iluminação de Eder Soares.

O Espetáculo fica em cartaz  de 13 de Junho a 25 de Julho, sempre aos domingos as 18h00, no Teatro Studio 184. 

 Serviço: 

NAVALHA NA CARNE

Texto: Plínio Marcos
Direção: Mônica Granndo
Assistência de Direção: Rick Conte
Elenco: Rita Brafer, Wanderley Damaceno, Admir Calazans
Recomendação: 15 anos
Duração: 50 minutos
Local: Teatro Studio 184 (Pça Roosevelt, 184)

Temporada: de 13 de Junho a 25 de Julho
Domingos – 18h00
Telefone: (11) 3259-6940
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (estudantes, classe artística e terceira idade) - Pagamento somente em dinheiro.

Informações: livreproducaocultural@gmail.com

 

III SEMINÁRIO DE HISTÓRIA DO CAFÉ

Tema Central: Café e Cidades

Na terceira edição do Seminário sobre História do Café o foco central está nas relações entre a expansão da economia cafeeira e a fundação e/ou expansão de cidades, em diferentes regiões do país. Nesse sentido, o evento pretende priorizar contribuições inovadoras a respeito de questões como: as especificidades das frentes pioneiras da economia cafeeira no século XX; os espaços e equipamentos urbanos criados/ampliados pela economia cafeeira; os nexos entre a economia cafeeira e relações de trabalho urbano; a expansão ferroviária e as novas cidades do café; e as múltiplas dimensões da cultura e da sociabilidade engendradas pelo desenvolvimento da economia cafeeira no âmbito das cidades brasileiras nos séculos XIX e XX. Além disso, o tema constitui uma estratégia para aproximar este evento acadêmico, patrocinado pelo Museu Republicano e pelo Museu Paulista, das comemorações dos 400 anos da estância turística de Itu, inscrita em área importante para o estudo da atividade econômica cafeeira e suas inúmeras implicações e irradiações.
 LOCAL: Centro de Estudos do Museu Republicano "Convenção de Itu" - MP/USP (SP) - Rua Barão de Itaim, 140 Itu - SP

FONE: (11) 4023.2525

E-MAIL: 3seminariocafe@gmail.com

PERÍODO: de 23 a 25 de novembro de 2010

INSCRIÇÕES DE TRABALHOS : até 30 de agosto.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

CONVITE ABERTURA BELÔ POÉTICO

Convite

Você é nosso convidado para o coquetel de abertura do 6º Belô Poético – Encontro Nacional de Poesia de Belo Horizonte, dia 15 de julho de 2010, à 19h no SESC LACES\JK, a Rua Caetés, 603 – 3º andar, esquina com Rua São Paulo.

Programação:

19h - Homenagem às personalidades que contribuem com a poesia brasileira: Marcos Túlio Damascena, criador da Biblioteca Instituto Cultural Aníbal Machado (Borrachalioteca) em Sabará/MG; Francisco  Assis Mattos (Professor Mattos), criador da Biblioteca Comunitária João Rodrigues de Mattos (CE); Movimento Paz e Poesia - Grupo de poetas que faz da poesia, instrumento de paz (MG); Grupo Realistas NPN e Hudson Carlos/Ice Band  (Os Sobreviventes), ambos através do Hip Hop realizam trabalhos sócio-educativo-culturais, com crianças e jovens da periferia de Belo Horizonte (MG).


APRESENTAÇÃO DE ABERTURA:

20h Roda Poética: Luiz Turiba, Nicolas Behr Antônio Miranda, Ricardo Bezerra  e Rômulo Carlos.

20h30  Babilak Bah (MG) com a performance: "Ou a gente se Raoni ou a gente se Sting"

20h30 Coquetel e Exposição "Aspectos Urbanos" da artista plástica: Iara Abreu (MG)

www.belopoetico.com



 

terça-feira, 13 de julho de 2010

Quinteto em Branco e Preto homenageia Cartola em show gratuito, dia 18/07

O Instituto Nação recebe no dia 18 de Julho (domingo) às 15 horas, o grupo de samba Quinteto em Branco e Preto em mais uma edição do projeto Escola do Samba que homenageia o sambista Cartola. O evento acontece na sede do Espaço AFROBASE (Rua Joaquim Seabra, 856 – Rio Pequeno - Butantã).

O Escola do Samba visa resgatar e difundir o samba de raiz através de um evento cultural gratuito no bairro do Rio Pequeno, em São Paulo, com a finalidade de reunir sambista, artistas e admiradores da cultura brasileira para prestar homenagem a grandes compositores da história do samba.

Essa é a segunda vez que o Quinteto toca neste projeto. Em 2008, o grupo homenageou o sambista Candeia. Osvaldinho da Cuíca, Toninho Carrasqueira, Tião Carvalho, Dinho Nascimento e Renato Anesi também já homenagearam outros sambistas brasileiros.

Angenor de Oliveira, ou Cartola, nasceu na cidade do Rio de Janeiro no dia 11 de Outubro de 1908. Aos 15 anos, com a morte de sua mãe, abandona os estudos e vai trabalhar como servente de obra, local onde ganhou esse apelido por utilizar um chapéu de coco como proteção do cimento que caía de cima. Em 1928 fundou uma das mais tradicionais escolas de samba do país, a Estação Primeira de Mangueira, onde compôs o primeiro samba para escola. Na década de 30 teve os seus sambas interpretados por Araci de Almeida, Carmem Miranda, Francisco Alves, Mário Reis e Silvio Caldas.

Mesmo após o sucesso, Cartola fica vários anos longe do cenário musical até que, em 1956, o jornalista Sérgio Porto o reencontra lavando carros em Ipanema. Cartola, enfim, volta a cantar e a compor. Casado novamente, agora com a Dona Zica, o sambista abre o restaurante Zicartola. O local vira ponto de encontro entre os sambistas do morro e da zona sul carioca.

Cartola gravou o seu primeiro disco-solo aos 66 anos de idade. Até a sua morte – ocorrida em 30 de Novembro de 1980 – gravou mais três discos. Suas composições como "As Rosas Não Falam" e "O Mundo é um Moinho" continuam encantando os sambistas da nova geração.

Site: www.nacao.org.br
Foto: Divulgação

segunda-feira, 12 de julho de 2010

CVV realiza curso para seleção de novos voluntários

E V E N T O


O Posto Samaritano Abolição, Vinculado ao Programa CVV de Apoio Emocional e Prevenção ao Suicídio nos dias 17 e 18 de julho, realizará curso para a seleção de novos voluntários da entidade. Nos dois dias do evento que no sábado, dia 17, vai das 13h às 19h e no domingo, dia 18 , das 13hs às 19h - será apresentada a filosofia da entidade e a forma de conduta a ser seguida pelo voluntário. As inscrições podem ser feitas pessoalmente na sede da entidade na Rua da Abolição 411 - Bela Vista - SP em horário comercial ou pelo telefone 3242-4111 após as 19hs ou via e-mail: samaritanos.abolicao@gmail.com


Durante a atividade - que é gratuita - haverá seleção dos interessados em colaborar com a entidade. Para ser voluntário Samaritano, vinculado ao Programa CVV Prevenção ao suicídio, Apoio Emocional e valorização da vida, basta ter mais de 18 anos, ter disponibilidade de tempo (média de 4 horas e meia por semana), disposição para ajudar o próximo e abertura para o autoconhecimento. Instituição sem fins lucrativos os postos Samaritanos desenvolvem trabalhos de apoio emocional por meio de contatos telefônicos, atendimento pessoal, via correio, e-mail e mais recentemente, via chat, no próprio site da entidade (www.cvv.org.br).
Obs: É necessário o comparecimento aos 2(dois) dias do evento.


http://www.cvv.org.br.

 

Produção cinematográfica brasileira

 

 

Produção cinematográfica brasileira

Centro Europeu promove aula especial com a produtora Cláudia da Natividade, um dos grandes nomes do cinema nacional

 

Curitiba, 09/07/2010 - Nesta terça-feira, dia 13 de julho, o curso de Cinema Digital do Centro Europeu de Curitiba apresenta uma Master Class com a produtora curitibana Cláudia da Natividade, responsável por grandes sucessos do cinema paranaense. A atividade terá como tema Produção cinematográfica brasileira e será aberta para todos os interessados em adquirir conhecimentos do segmento.

 

Atuando profissionalmente há mais de dez anos, Cláudia da Natividade já produziu diversos projetos audiovisuais e conquistou o respeito do mercado com o premiado documentário O Ateliê  de Luzia - Arte Rupestre no Brasil e com os curtas-metragens O Encontro e Infinitamente Maio. No ano de 2007, a profissional lançou o seu primeiro longa-metragem de ficção, o filme Estômago, dirigido por Marcos Jorge. Em pouco mais de uma ano a obra arrebatou 36 prêmios, 17 deles internacionais, e foi vendida para mais de 25 países.

 

Atualmente, a produtora trabalha no lançamento nacional do filme Corpos Celestes, longa-metragem dirigido pelos cineastas Marcos Jorge e Fernando Severo, detentor de prêmios nacionais e internacionais. Além disso, Cláudia se dedica à pré-produção do longa-metragem 2 Sequestros, estrelado pelo ator Rodrigo Santoro.

 

A Master Class com Cláudia da Natividade será realizada no Hotel Centro Europeu (Praça Osório, 61), a partir das 10h, e a entrada gratuita. Mais informações pelo telefone (41) 3222-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br.

www.lidemultimidia.com.br