quarta-feira, 31 de março de 2010

Inscrições abertas para o III Festival Paulínia de Cinema

Encaminhado por Nair Lúcia de Britto
 


Secretaria de Cultura de Paulínia abre inscrições para o III Festival Paulínia de Cinema

Evento será realizado de 15 a 22 de julho e distribuirá R$ 650 mil em prêmios

Estão abertas até o dia 21 de maio,  as  inscrições para  o  III Festival Paulínia de Cinema, uma realização da Secretaria de Cultura do Município de Paulínia.
 
Para participar da SELEÇÃO o filme deve cumprir os seguintes requisitos:
 
Ser uma produção brasileira.
Ter cópia em 35mm ou digital disponível para todo o período do festival.
Ser inédito no circuito comercial de cinema.

Não ter recebido o prêmio de melhor filme em nenhum outro festival nacional.
Ter duração mínima de 70 min. (para longas-metragens)
Ter duração máxima de 15 min. (para curtas-metragens)
 
Os filmes que cumprirem os requisitos acima deverão preencher a ficha de inscrição que estará disponível, junto com o regulamento completo, no site www.culturapaulinia.com.br e enviar a ficha de inscrição e material solicitado para seleção A/C da Coordenação Geral do Festival, Secretaria de Cultura de Paulínia, Av. Pref. José Lozano de Araújo, 1551 - Parque Brasil 500 – Paulínia – S.Paulo – cep. 13140-000  - tels. 19 3874.5700, 3874.5705, email: cultura@paulinia.sp.gov.br
 
O III Festival Paulínia de Cinema acontecerá no período de 15 a 22 de julho de 2010, com atividades nas dependências do Teatro Municipal de Paulínia e do Parque do Cinema e das Comunicações. A programação do festival terá longas e curtas em 35mm ou digital, mostras paralelas, encontros, cursos, debates, seminários, homenagens, exposições, lançamentos de catálogos, livros, vídeos e DVDs, solenidades de abertura, de premiação e de encerramento.
 
Prêmios do III Festival Paulínia de Cinema:

1. Serão conferidos Prêmios Oficiais, Prêmios do Júri Popular e Prêmios Especiais.

2.Os Prêmios Oficiais - Troféu Menina de Ouro e prêmios em dinheiro - serão conferidos pelo Júri oficial do Festival.

2.1 – Filmes de longa metragem
Melhor Filme ficção
  150.000   
Melhor Documentário   50.000   
Melhor Diretor ficção   35.000   
Melhor Diretor Documentário   35.000   
Melhor Ator   30.000   
Melhor Atriz   30.000   
Melhor Ator coadjuvante   15.000   
Melhor Atriz coadjuvante   15.000   
Melhor Roteiro   15.000   
Melhor Fotografia   15.000   
Melhor Montagem   15.000   
Melhor Som   15.000   
Melhor Direção de arte   15.000   
Melhor Trilha Sonora   15.000   
Melhor Figurino   15.000   
Especial Júri   35.000  

2.2 – Filme de curta-metragem - Nacional
Melhor filme
  25.000   
Melhor Direção   15.000   
Melhor Roteiro   10.000  

2.3 – Filme de curta-metragem - Regional
Melhor filme
  25.000   
Melhor Direção   15.000   
Melhor Roteiro   10.000  

2.5 – Júri Popular
Melhor longa ficção
  25.000   
Melhor documentário   15.000   
Melhor curta metragem nacional   5.000   
Melhor curta-metragem regional   5.000  


Informações para a imprensa:
F&M Procultura - Assessoria de Imprensa
Telefone 11 3263-0197



Transforme-se em personagens engraçados. Conheça o novo site de I Love Messenger.

terça-feira, 30 de março de 2010

Prêmio Jabuti 2010 LITERATURA

Prêmio Jabuti 2010: Tradução; Teoria/Crítica Literária; Biografia; Poesia; Contos e Crônicas; Infantil; Juvenil; e Romance são algumas categorias da maior premiação literária do País.

 

Inscreva-se já.

 

 As inscrições para a 52ª edição do Prêmio Jabuti já estão abertas. As categorias da premiação são as seguintes: Tradução; Arquitetura e Urbanismo, Fotografia, Comunicação e Artes; Teoria/Crítica Literária; Projeto Gráfico; Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil; Ciências Exatas, Tecnologia e Informática; Educação, Psicologia e Psicanálise; Reportagem; Didático e Paradidático; Economia, Administração e Negócios; Direito; Biografia; Capa; Poesia; Ciências Humanas; Ciências Naturais e Ciências da Saúde; Contos e Crônicas; Infantil; Juvenil; Romance; e Tradução de Obra Literária Espanhol-Português.

 

As inscrições se encerram no dia 31 de maio. Mais informações pelo site www.premiojabuti.org.br

 

Os três primeiros colocados em cada uma das categorias concorrem aos prêmios de Livro do Ano de Ficção e Livro do Ano de Não-Ficção.

Podem concorrer ao Prêmio Jabuti 2010 apenas obras inéditas, editadas no Brasil, entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2009. A participação é aberta a editores, escritores, autores independentes, tradutores, ilustradores, produtores gráficos e designers.

segunda-feira, 29 de março de 2010

FW: Festival SESC Melhores Filmes 2010

Encaminhado por Nair Lúcia de Britto
 

 

 

Festival SESC Melhores Filmes 2010

 

36ª edição do festival acontece de 08 a 29 de abril

 

O mais antigo festival de cinema da cidade de São Paulo, o Festival SESC Melhores Filmes 2010 chega com novidades em sua 36ª edição. Com 315 filmes concorrentes, sendo 85 títulos nacionais (incluindo 56 documentários e quatro coproduções), as melhores produções de 2009 foram votadas por críticos de todo o país e júri popular, e os vencedores serão exibidos entre 08 e 29 de abril. No total, o Festival exibirá 36 filmes, sendo 20 internacionais e 16 nacionais.

Em 07 de abril, será realizada a noite de premiação com apresentação do jornalista da TV Cultura, Cunha Jr.  Os melhores filmes foram eleitos por mais de 12 mil votos do público e mais de 70 críticos de todo o território nacional em seis categorias nacionais e quatro internacionais. Os vencedores irão receber o prêmio idealizado pelo artista Emanuel Araújo.

Acessibilidade

Um dos grandes destaques do 36º Festival SESC Melhores Filmes 2010 será a inclusão do recurso da Audiodescrição em todos os filmes exibidos, uma tecnologia que permite aos deficientes visuais compreender a narrativa através da 'tradução' de imagens em palavras pela descrição das mesmas em conjunto com as falas originais. 

Além disso, os deficientes auditivos também poderão acompanhar todas as exibições do Festival através do sistema de legendagem Open Caption que descreve o áudio do filme.

Tela grande

Outra novidade na edição 2010 do evento será a inauguração da nova tela de projeção Perlux 1,8 / Harkness, com área de exibição de 15,12m por 6,43m, representando um ganho de 1.8 e atendendo aos padrões internacionais para projeções digitais padrão dci.

Todos os sentidos

Paralelamente aos filmes que serão exibidos durante o Festival, acontece a exposição 35mm em Relevo, uma exposição tátil em que imagens de clássicos do cinema brasileiro são convertidas em placas com relevos que destacam os volumes produzidos pelos contrastes de luz e sombra das fotografias em preto e branco.

As obras são colocadas em suportes com inclinação de 15º para que o público possa tocá-las confortavelmente, percebendo a relação das formas. A exposição é aberta ao público em geral, possibilitando que estes sintam a experiência de "enxergar" com as mãos.


Os filmes retratados são: "O Beijo da Mulher Aranha" e "Pixote, a Lei do Mais Fraco" de Hector Babenco, "Terra Estrangeira" de Walter Salles, "Dona Flor e Seus Dois Maridos" de Bruno Barreto, "Eles Não Usam Black-Tie" de Leon Hirszman, "A Dama Do Cine Xangai" de Guilherme de Almeida Prado, "Alma Corsária" de Carlos Reichenbach, "O Pagador de Promessas" de Anselmo Duarte, "Vidas Secas" de Nelson Pereira dos Santos, "Os Cafajestes" de Ruy Guerra, "Macunaíma" de Joaquim Pedro de Andrade, "As Amorosas" de Walter Hugo Khouri, "Barro Humano" de Adhemar Gonzaga, "São Paulo S/A" de Luis Sérgio Person e "Toda Nudez Será Castigada" de Arnaldo Jabor.

 

SERVIÇO

 

36º Festival SESC Melhores Filmes 2010

De 08 a 29 de abril

CineSESC

Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César – São Paulo/SP

Tel: (11) 3087-0500

email@cinesesc.sescsp.org.br

www.sescsp.org.br

 

INGRESSOS:

 

Ingresso individual: R$ 4,00 (inteira), R$ 2,00 (estudante, aposentado/idoso, professor da rede pública e usuário inscrito) e R$ 1,00 (trabalhador do comércio e serviços, matriculado).

 

Passaporte 15 filmes: R$ 40,00 (inteira), R$ 20,00 (estudante, aposentado/idoso, professor da rede pública e usuário inscrito) e R$ 10,00 (trabalhador do comércio e serviços, matriculado). OBS: A compra do passaporte dará direito a 15 (quinze) ingressos, sendo 01 (um) ingresso por sessão.

 

Formas de pagamento: à vista, em dinheiro ou cheque; crédito pelos cartões Visa, Mastercard e Diners Club Internacional; débito pelos cartões Visa Electron, Mastercard Eletronic, Maestro, Redeshop e Cheque eletrônico.

 

Horário de atendimento: todos os dias, inclusive feriados, das 14h às 21h.

 

 



Quer falar com seus amigos do Messenger sem instalar nada? Clique aqui e veja como.

domingo, 28 de março de 2010

Roda Viva - segunda-feira, 29 de março de 2010 às 22h00

 
Valentim Gentil Filho
Médico psiquiatra

O Roda Viva discute nesta segunda-feira a Depressão, causas e tratamento, com o psiquiatra Valentim Gentil Filho.

Até pouco tempo, quem sofria de depressão era vítima de preconceito, agora, a doença ganha destaque e atenção pública ao crescer e atingir cada vez mais pessoas de todas as camadas sociais. A depressão atinge uma em cada quatro pessoas pelo menos uma vez na vida e torna a doença um problema de saúde pública.

As causas podem ser psicossociais, biológicas ou físicas, associadas muitas vezes à ansiedade, angústia, síndrome do pânico, traumas e perda do prazer e da alegria.

Especialista no assunto, o médico psiquiatra Valentim Gentil Filho, chefe do departamento de psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, é o entrevistado do Roda Viva desta segunda-feira.

Participam como convidados entrevistadores:
Mário Sérgio Cortella, professor-titular da pós-graduação em educação da PUC/SP; Cristiane Segatto, repórter especial da revista Época; Lúcia Helena de Oliveira, diretora de redação da revista Saúde! e Ricardo Westin, Repórter especializado na área de saúde do jornal Folha de S. Paulo.
Colaboradores:
Marcela Martins, especialista em mídias sociais (http://twitter.com/marcelaklein); Jorge Filho, assessor de comunicação (http://twitter.com/Life_Br) Albert Lima, estudante de publicidade (http://twitter.com/Albertmlima) e Paulo Augusto Borghi Pla, fotógrafo e cinegrafista (http://www.flickr.com/paulopla).

Apresentação: Heródoto Barbeiro
 
Encaminhado por Nair Lúcia de Britto.


Transforme-se em personagens engraçados. Conheça o novo site de I Love Messenger.

sexta-feira, 26 de março de 2010

SÃO PAULO É PALCO DO V VISÕES URBANAS - FESTIVAL INTERNACIONAL DE DANÇA

Programação com apresentação de 51 bailarinos da América do Sul e Europa, mostras e workshops começa no dia 8 de abril de 2010, em frente ao Pátio do Colégio, com entrada franca e patrocínio da Caixa Econômica Federal

 

A quinta edição do evento Visões Urbanas – Festival Internacional de Dança em Paisagens Urbanas é patrocinada pela Caixa Econômica Federal e conta com uma programação repleta de apresentações, workshops, mostra de videodança no Instituto Goethe e também uma exposição fotográfica. As atividades são gratuitas e acontecem, entre os dias 8 e 17 de abril de 2010, em lugares diferentes da capital paulistana (Pátio do Colégio, Caixa Cultural Sé, Parque Buenos Aires e Instituto Goethe).

São 51 bailarinos de seis países, entre eles Alemanha, Bélgica e Uruguai, que se dividem em 13 apresentações, durante quatro dias (a partir de 14 de abril, em frente ao Pátio do Colégio). Os espetáculos mantêm os critérios de formatação das edições anteriores – devem ser criados e apresentados ao ar livre - e funcionam como vitrine para refletir a arte exposta ao redor do mundo.

Éderson Lopes, um dos organizadores do evento, afirma que “as atividades paralelas aos espetáculos visam motivar no Brasil a pesquisa da linguagem dança-teatro em paisagens urbanas”.

“Espetáculos criados para a rua, como os do Visões Urbanas, provocam reflexão sobre o ambiente em que vivemos e conecta o cidadão com o espaço. A cidade é feita de momentos duros, as apresentações provocam um novo fato social – que não é a violência e o trânsito, e sim a arte em direta relação com a cidade e seus habitantes”, diz a diretora artística e curadora do festival, Mirtes Calheiros, bailarina e socióloga que realiza criações para paisagens urbanas com sua companhia Artesãos do Corpo, desde 1999.

O espaço urbano é o ponto de partida para a criação de coreografias integradas à arquitetura. Entre as atrações está a performance Evo do alemão B.K. Cie.; Inside-Time/Outside-Space, da belga Irene K.; e Beau de L’air da artista mineira Ana Lana Gastelois, que manipula esculturas aéreas coloridas (com até 4m de comprimento) enquanto dança.

Em Lisboa, Ana Rita Barata, diretora do espetáculo Sobre Rodas, da portuguesa CIM – Cia. Integrada Multidisciplinar, que participa do V Visões Urbanas (dia 17, 11h), é responsável pela realização do festival Lugar à Dança, também ligado à CQD.

 

 

PROGRAMAÇÃO

 

Workshop: Dança-Teatro em Paisagens Urbanas

De 8 (quinta-feira) a 10 de abril (sábado)

10h

Coordenação: Mirtes Calheiros

O objetivo é proporcionar uma experiência de criação de movimentos na e para a rua, a partir das dinâmicas de pesquisa e criação da Cia. Artesãos do Corpo/Dança-Teatro em espaços públicos e paisagens urbanas.

Duração: 120 minutos

Onde: Pátio do Colégio, no Largo Pateo do Colégio, 2, Centro.

Número de participantes: 15 pessoas

 

Workshop: Tango na rua

Dia 15 de abril (quinta-feira)

16h

Coordenação: Margareth Kardosh e Victor Costa

Oficina de tango na rua voltada ao público em geral.

Duração: 120 minutos

Onde: Parque Buenos Aires, na Avenida Angélica, Higienópolis.

 

 

Exposição fotográfica: Visões Urbanas – Imagens do Repertório da Cia. Artesãos do Corpo em Paisagens Urbanas

De 14 (quarta-feira) a 17 de abril (sábado)

Das 9h às 21h

Registro dos espetáculos de rua da Cia. Artesãos do Corpo feito pelo fotógrafo Fabio Pazzini.

Onde: Caixa Cultural – Sé. Praça da Sé, 111, Centro. Tel. (11) 3321-4400.

 

Apresentações

Dia 14 de abril (quarta-feira)

  • 10h - EVO - B.K. Cie. (Alemanha). (Foto acima)

Performance baseada na neutralidade dos gestos e movimentos corporais, sem se apoiar numa história. A coreografia se desdobra em câmera lenta, o processo gestual é simples. O corpo branco colocado como um ovo sobre a terra marrom levanta. Seus passos evocam um estado embrionário, um nascimento.

Direção, concepção, atuação e trilha sonora: Philippe Rives

Duração: 30 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio (Praça Pateo do Colégio, 2, Centro).

  • 11h - U - Projecto La Casa (Uruguai)

Concebido como uma paisagem para contemplar, busca uma releitura do tecido urbano. Inspirado no conceito de terrain vague (a forma da ausência) do arquiteto espanhol Ignasi Solá-Morales, se constrói a partir de um processo de investigação sobre o movimento, o espaço e o som sobre territórios e comportamentos.

Conceito original: Mariana Marchesano

Direção e produção: Mariana Marchesano e Patricia Mallarini

Intérpretes: Florencia Lucas, Patricia Mallarini, Mariana Marchesano, Nicolás Parrillo, Santiago Turenne e Rodrigo Spagnuolo

Ambientação sonora: Nicolás Parrillo e Rodrigo Spagnuolo

Figurinos e fotografia: Valentina Bolatti

Registro audiovisual: Juan Ignacio Fernández Hoppe

Duração: 30 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

  • 13h - CorpOuvido - Virtual Cia. de Dança (São José do Rio Preto)

A cultura hip hop inspira o espetáculo, que se sustenta no diálogo entre corpo e som. A trilha sonora foi composta exclusivamente para a obra pelo argentino Guillermo Ceballos.
Direção: Viviane Hernandes

Concepção: Guillermo Ceballos e Marcelo Zamora

Trilha sonora original: Guillermo Ceballos

Intérpretes-criadores: Maibi Rodrigues, Raphaela Morais, Rodrigo Castelo Branco e Priscila Camilo

Participação especial: B Boy Ricka ou B Boy Bruno
Figurinos: Iracema Rodrigues

Coordenador técnico: Helio de Oliveira Jr.

Consultoria de cultura hip hop: MC Ana Paula Ribeiro, DJ Basin, Popping, Locking Raffa e Breaking Ricka

Duração: 35 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

  • 14h - Beau de L’air - Ana Lana Gastelois (Belo Horizonte)

Performance de dança com manipulação de grandes objetos voadores coloridos (de 1m a 4m de comprimento). Neste trabalho híbrido, a dança e a escultura aérea estão interligadas, são exploradas as possibilidades do ar como suporte da matéria e o seu desenvolvimento nesse espaço. O violonista Wilson de Souza acompanha os performers.

Direção e concepção: Ana Lana Gastelois

Músico: Wilson Souza

Performers: Ana Lana Gastelois, Branca Peixoto, Clécio Lima, Marcos Nunes e Sarah Vaz.

Duração: 30 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

 

Dia 15 de abril (quinta-feira)

  • 10h - Pseudópodos - Procedimento II – Urbano - D.I. Cia de Dança (Macaé – RJ)

O termo usado pela biologia para caracterizar um tipo de locomoção de seres invertebrados, os falsos pés, lhe serve de título. A metáfora é humanizada na percepção de gestos e movimentos e daí traduzida para conceitos estéticos.

Direção: Paulo Azevedo

Intérpretes-criadores: Aline Negreiros, Everton Viana, Jonas Leonardo de Lucena Rangel, Mauricio Muros e Rafael da Mata

Duração: 15 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

  • 10h30 - Risco de Vida - Cia. Silvana Abreu (São Paulo)

Celebração da vida e resposta a uma grave doença, a dança faz crítica bem-humorada através de metáforas de como o corpo sofre restrições para se conformar a padrões que limitam impulsos. Com recursos de mímica e teatro, usa jogos de lapso de tempo.

Autoria, direção e atuação: Silvana Abreu 

Figurinos: Fause Haten

Sonoplastia: Fernando Mastrocolla

Fotos: Angela Sassine

Duração: 40 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

  • 13h - La Cumparsita – Tango - Margareth Kardosh e Victor Costa (São Paulo)

Coreografia contemporânea de tango.

Coreografia: Vitor Costa

Bailarinos: Margareth Kardosh e Victor Costa

Duração: 6 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

  • 13h30 - Entomo - Elias Aguirre e Álvaro Esteban (EA&AE) (Espanha)

Dança urbana contemporânea inspirada no movimento de insetos e animais. 

Concepção: Elias Aguirre e Álvaro Esteban

Bailarinos – Elias Aguirre e Maria Platón

Duração: 15 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

 

Dia 16 de abril (sexta-feira)

10h - Despacho - Cia Ltda. (Maceió)

A meta é permitir que o ambiente estimule a dança e a dança estimule o ambiente. Assim como o ambiente se estrutura a partir de intenções, desejos e emoções das pessoas presentes, o corpo que dança se integra com as ambições e características do espaço e com ele interage.

Performance e concepção: Jorge Schutze

Duração: 30 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

11h - Por favor, no Mi Entendas Mal - Provisional Danza (Madri)

A capacidade de imitação de comportamentos e gostos do ser humano inspira a encenação.

Coreografia: Carmen Werner

Música: Masahiro Hiramoto

Bailarinos: Sara Sanz Román, Lucio Baglivo, Tatiana Chorot, Javier Ferrer e Javier Sangrós

Assistente de direção: Laura Marrero

Duração: 20 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

13h - Corpo de Passagem - Grua - Gentleman de Rua (São Paulo). (Foto abaixo) 

Traz à tona questões pertinentes ao homem contemporâneo, buscando nas ruas de grandes cidades, na forma de improviso, o tênue limite entre a rotina sufocante do caos urbano e o universo poético e humano.

Intérpretes-criadores: Jorge Garcia, Ludinei Delgado, Osmar Zampieri e Willy Helm

Figurino: Grua

Som: Osmar Zampieri

Duração: 30 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

15h - Palestra/debate: Dança Inclusiva

Convidados: Ana Rita Barata (CIM – Portugal) e Paulo Azevedo (D.I. Cia. De Dança – Macaé - RJ). Mediação: Éderson Lopes

Duração: 60 minutos

Onde: Jardim interno do Pátio do Colégio

Número de participantes: 80 pessoas

Dia 17 de abril (sábado)

  • 10h - Inside-Time/Outside-Space - Compagnie Irene K. (Bélgica)

Faz referência ao novelo de fios de Ariadne, o guia da saída do labirinto. A locação urbana sugere que somos tão arquitetos do labirinto de nossas vidas quanto detetives de sua eventual resolução. O labirinto conforta e protege tanto quanto aprisiona. Encara o desafio de criar um show diferente para cada espaço.

Coreografia: Irene Kalbusch
Bailarinos: Marie-Laure Fiaux, Masami Sakurai e Hiroshi Wakamatsu
Composição musical: Gerhard Sporken

Duração: 25 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

  • 11h - Sobre Rodas - CIM – Cia Integrada Multidisciplinar (Portugal)

Integra portadores de deficiência (paralisia cerebral), técnicos e artistas das artes performativas. Uma pequena trupe mostra o encontro entre um homem e uma mulher, fala de momentos do passado e do futuro. Roda e dança com a poesia de quem diz que o limite de alguns é o infinito de outros. Tudo sobre rodas. Fruto da primeira parceria entre a Associação Vo’Arte, a Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa (APCL) e o Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral Calouste Gulbenkian – ISS.

Direção artística e coreografia: Ana Rita Barata

Co-criadores e intérpretes: Ana Rita Barata, Mário Barba e Catarina Gonçalves

Intérpretes APCL e CRPCCG: Adelaide Oliveira, Jorge Granadas, José Marques e Zaida Pugliese

Técnicos intérpretes APCL e CRPCCG: António Paiva e Carolina Santos

Duração: 40 minutos

Onde: Em frente ao Pátio do Colégio

  • 18h - 1ª Videodança – SP / Mostra Internacional de Videodança

Exibição de vídeos concebidos por grupos participantes do festival e convidados, entre eles imagens inéditas no Brasil da coreógrafa Sacha Waltz.

Duração: 90 minutos

Onde: Instituto Goethe. Rua Lisboa, 974. Tel. (11) 3296-7000.

 

Confira a programação no blog http://www.festivalvisoesurbanas.blogspot.com e no site www.ciaartesaosdocorpo.art.br

 

Ficha Técnica

Direção artística: Mirtes Calheiros

Curadoria: Mirtes Calheiros e Éderson Lopes

Direção de produção: Éderson Lopes

                                                                 

SERVIÇO:

 

V Visões Urbanas – Festival Internacional de Dança em Paisagens Urbanas

Datas: de 8 e 17 de abril de 2010

Horário e Local: vide programação

Entrada: franca 

Informações - Tel: (011) 3667-5581

Classificação etária:  livre

 

                        

 

 

Caixa Econômica Federal

Assessoria de Imprensa Cultural - Regional Paulista

 

sábado, 20 de março de 2010

Conferência: "Brasil, entre o passado e o futuro" - UERJ - CLACSO - Fundação Perseu Abramo

 

 

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Faculdade de Educação

Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Formação Humana

CONSELHO LATINO-AMERICANO DE CIÊNCIAS SOCIAIS

FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO

Apoio

Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais - FLACSO / Brasil


Convite - Conferência


"BRASIL, ENTRE O PASSADO E O FUTURO"

Emir Sader
(Secretário Executivo do CLACSO e Professor da UERJ)

Marco Aurélio Garcia
(Assessor Especial do Presidente da República para Assuntos Internacionais)

Coordenação e apresentação:

Lia Faria
(Diretora da Faculdade de Educação da UERJ)

Gaudêncio Frigotto
(Professor do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Formação Humana da UERJ)

SEGUNDA-FEIRA, 22 DE MARÇO - 18:00 H.

UERJ - Campus do Maracanã

AUDITÓRIO 111 - 11º andar

Rua São Francisco Xavier, 524

Pavilhão João Lyra Filho - Bloco F.

Rio de Janeiro

 --------------------------------------------------------------------------------


Apresentação do livro

Brasil
entre o passado e o futuro


de Emir Sader e Marco Aurélio Garcia (orgs.)

Esta obra reúne ensaios de pensadores da cena política e intelectual brasileira, que buscam assimilar e analisar as intensas transformações ocorridas no Brasil nos últimos sete anos. Os textos se debruçam sobre o passado recente do país, na tentativa de desvendar diversos aspectos da realidade brasileira, como sua dinâmica econômica, social, política e cultural.

Em uma co-edição da Boitempo e da Editora da Fundação Perseu Abramo, Brasil: entre o passado e o futuro busca contribuir com o debate sobre o que virá após o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para tanto, contou com a colaboração de alguns intelectuais – integrantes do governo ou não – que nunca deixaram de pensar e sistematizar ideias sobre o processo em curso no país: Marco Aurélio Garcia, Emir Sader, Marcio Pochmann, Guilherme Dias, Luiz Dulci, Nelson Barbosa, José Antonio Pereira de Souza e Jorge Mattoso. Além dos artigos, completa o volume uma entrevista com a ministra Dilma Rousseff, feita por Garcia, Sader e Mattoso.

O livro apresenta um conjunto de dados, análises e propostas de ensaístas comprometidos com um projeto de país que será o centro do debate nas disputas eleitorais de 2010. Busca, assim, trazer uma contribuição interpretativa sobre o momento atual, vislumbrando transformar o futuro.

Ensaios e autores

Brasil, de Getúlio a Lula
Emir Sader

O Brasil herdado
Jorge Mattoso

A inflexão do governo Lula: política econômica, crescimento e distribuição de renda
Nelson Barbosa e José Antonio Pereira de Souza

A sociedade pela qual se luta
Guilherme Dias e Marcio Pochmann

Participação e mudança social no governo Lula
Luiz Soares Dulci

O lugar do Brasil no mundo
A política externa em um momento de transição

Marco Aurélio Garcia

Um país para 190 milhões de brasileiros
Entrevista com Dilma Rousseff


Ficha técnica

Título: Brasil, entre o passado e o futuro
Organizadores: Emir Sader e Marco Aurélio Garcia
Orelha: Nilmário Miranda
ISBN: 978-85-7643-059-9
Páginas: 200
Co-edição Boitempo Editorial e Editora Fundação Perseu Abramo

domingo, 14 de março de 2010

Recife sedia I Feira de Turismo Especial

Instituto carioca traz a Pernambuco primeiro evento direcionando o turismo às necessidades das pessoas com deficiência

 Promover e divulgar o Turismo para pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida e o conceito de inclusão social das pessoas com deficiência no turismo. Essa é a grande missão da 1ª Feira de Turismo Muito Especial de Pernambuco, que acontece entre os dias 24 e 27 de março, na área de eventos do Paço Alfândega, em Recife, no piso superior. Realizada pelo Instituto Muito Especial com o apoio do Ministério do Turismo, a feira tem abertura às 19h do dia 24, com show de André Rio.  

Serão mais de 30 expositores das áreas de serviço em Turismo como a Rodas da Liberdade,  Pousada Vivenda dos Santos – 80 % acessível,  Freeway Adventure, Adapt Surf, Museu de Arte Moderna de São Paulo,  Happy Life – Vans Adaptadas, entre outras.  Durante os três dias em que o evento acontece, haverá apresentações de grupos musicais, companhias de dança e teatro. Entre as atrações culturais estão grupo percussivo e a capoeira infantil da AACD, além da Companhia de Teatro Arte e Silêncio.

De acordo com o presidente do Instituto Muito Especial, Marcus Scarpa, um mercado de turismo forte demanda estrutura e ações atraentes para todos os públicos. "No Brasil, cerca de 30 milhões de pessoas são portadoras de deficiências físicas e, portanto, possuem necessidades especiais, ao mesmo tempo em que consomem bens e serviços comuns a todo cidadão", explica.

Pensando nisso, outros expositores como a Empetur, a Inove Informática – empresa de tecnologia para deficientes – e a Associação Desportiva dos Deficientes Físicos de Pernambuco aproveitam a ocasião para apresentar ao público  cases de sucesso envolvendo turismo e acessibilidade.  

INSTITUTO - Atuando através de serviços prestados diretamente ao público, o Instituto Muito Especial é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público(OSCIP) que trabalha para contribuir com a completa inclusão social e profissional das pessoas com deficiência. Outro foco de trabalho da entidade é dar suporte e consultoria para organizações públicas e privadas, preparando-as, assim, para lidarem com questões relativas à diversidade e ampliando as possibilidades de contratação de pessoas com deficiência.

 Serviço:

1ª Feira de Turismo Muito Especial de Pernambuco

Dias: de 24 a 27 de março

Horário: das 10h às 22h

Local: Shopping Paço Alfândega - Rua Alfândega, 35, Bairro do Recife – Recife/PE

 

sexta-feira, 12 de março de 2010

John Lennon"

Encaminhado por Nair Lúcia de Britto - Jornalista
 
O DOCUMENTÁRIO  de David Leaf e John Scheinfeld ESTRÉIA dia 02 de abril.

os estados unidos contra John lennon

estreia prevista para o dia 02 de abril em São Paulo e no Rio de Janeiro.

"John Lennon amaria este documentário", disse Yoko Ono, a viúva de Lennon. Antes do Iraque, da administração George Bush, antes de Bruce Springsteen e Pearl Jam, houve John Lennon. O celebrado astro da música que usou sua fortuna e sua fama para protestar contra a Guerra do Vietnã e lutar pela paz mundial.

 

Os Estados Unidos contra John Lennon mostra a transformação do Lennon artista no ativista social e como o governo norte-americano tentou silenciá-lo e expulsá-lo do país. Não é apenas um episódio isolado da história americana, mas sim um fato relevante na atualidade. Focando-se no período 1966/1976, o documentário aborda ainda a luta pelos direitos civis, a nova esquerda e os movimentos políticos, a decepção com o governo Nixon, o caso Watergate. Também são mostrados o ativismo político dos afro-americanos Angela Davis e Bobby Seale, os jornalistas Carl Bernstein e Walter Cronkite, o veterano do Vietnã e ativista Ron Kovic, o historiador e novelista Gore Vidal, entre outros. Mas Lennon é a voz e a presença central do documentário. Ele surge como jamais havia sido visto: uma pessoa de princípios, engraçado, um jovem homem extraordinariamente carismático, que se recusa a ficar calado frente às injustiças. Yoko Ono, ao contrário da imagem feita pela imprensa e pelos fãs, surge como fator agregador e importante nas decisões políticas do músico.

 

EUA, 2006, 099 minutos, cor, 35mm.

 

Diretor / Roteiro: David Leaf, John Scheinfeld

Fotografia: James Mathers

Produtor: David Leaf, John Scheinfeld, Steve Ligerman

 

Sobre os diretores:

David Leaf Nasceu em New Rochelle, Nova York, e formou-se na Universidade George Washington. Dirigiu vários documentários para a TV, entre eles Beautiful Dreamer: Brian Wilson & The Story of Smile e A Tribute of Heroes. Durante cinco anos, foi diretor-produtor da Disney's Salute to the American Teacher. Escreveu e dirigiu episódios para Christopher Reeve: A Celebration of Hope (1998). Foi responsável por programas sobre ícones do humor, como os irmãos Marx, Dean Martin e Jerry Lewis. John Scheinfeld Nasceu em Milwaukee, Estados Unidos. Escritor, diretor e produtor de documentários para a TV. Em 2006, escreveu e dirigiu Who Is Harry Nilsson (And Why Is Everybody Talking About Him)?. Também realizou programas sobre ícones como Frank Sinatra, Peter Sellers, Nat King Cole, Bob Hope, Bee Gees e Bette Midler.



Coloque sua foto num tema anos 60, 70 e 80. Conheça o novo site de I Love Messenger.